Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Local Natives – Music From The Pen Gala 1983

Sábado, 27.11.21

Um dos lançamentos mais curiosos dos últimos dias chama-se Music From The Pen Gala 1983. É assinado pelos Local Natives, que em quatro temas recriam uma banda de covers, na série dramática da plataforma de streaming apple,The Shrink Next Door, que tem como principais protagonistas Paul Rudd e Will Ferrell e que em oito episódios recria a improvável (e tóxica) relação entre um psiquiatra e um paciente.

Local Natives faz cover de More Than This, da Roxy Music; ouça | UCSfm

Na série, o grupo toca as quatro canções num evento chamado Pen Gala. Nele, enquanto a banda atua em placo, a personagem Ike (interpretada por Paul Rudd) usa o dinheiro da personagem Marty (interpretada por Will Ferrell) para fins de caridade. São versões de clássicos que todos conhecemos dos anos oitenta, da autoria dos Roxy Music, Gerry Rafferty, Michael McDonald and 10cc e que, mantendo a essência nostágica dos originais, impressionam pelo modo como lhes dão um travo atual, devido ao modo como conseguem uma formatação primorosa de diferentes nuances melódicas, feitas, em todas as quatro composições, de melancolia e acusticidade, desenhadas sempre com cordas de elevado pendor clássico, enleadas por arranjos de diferentes proveniências e com diversas tonalidades e por um registo vocal sempre ímpar de Taylor Rice.

Music From The Pen Gala 1983 é mais um compêndio que nos mostra os Local Natives soterrados em variadas emanações sumptuosas e encaixes musicais sublimes, como é apanágio do seu adn, através de um espírito interpretativo intenso e charmoso, num resultado final de forte cariz pop. Espero que aprecies a sugestão...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 15:12

Real Estate – Days (Television cover)

Quarta-feira, 27.10.21

Os Real Estate de Alex Bleeker estão a comemorar por estes dias o décimo aniversário do lançamento de Days, o segundo registo de originais da banda norte-americana e que viu a luz do dia em dois mil e onze. E estão a fazê-lo tocando o disco na íntegra em alguns concertos no país natal e também com a divulgação de uma cover do tema Days, um original dos Television que faz parte do mítico álbum Marquee Moon e que acabou por inspirar o nome desse que foi o segundo disco da carreira dos Real Estate, que, recordo, lançaram na passada primavera o EP Half A Human.

Listen: Real Estate Celebrate 10th Anniversary of 'Days' with New Television  Cover

A nova roupagem que o grupo natural de Rodgewood, em Nova Jersey, dá ao original dos Television é bastante feliz e merece audição dedicada, porque a canção consegue captar a essência das duas bandas. Assim, enquanto escutamos a canção absorvemos a luminosidade simultaneamente orgânica e intimista dos Real Estate, assim como o pendor mais lo fi e psicadélico do grupo nova iorquino que liderou Tom Verlaine nos anos setenta e que tem aquele que é, para muitos, um dos melhores discos da história da música, esse Marquee Moon que continha o tema Days no seu alinhamento. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:12

Manchester Orchestra – Telepath (Dirty Projectors Version)

Sexta-feira, 15.10.21

Os norte-americanos Manchester Orchestra existem há década e meia e são uma das bandas mais excitantes do cenário indie atual de Atlanta, na Georgia. O grupo é atualmente formado pelo guitarrista, cantor e compositor Andy Hull, pelo guitarrista Robert McDowell, pelo teclista e percussionista Chris Freeman, pelo baixista Jonathan Corley e pelo baterista Tim Very. Já têm vários EPs no seu catálogo assim como vários álbuns de estúdio, numa carreira discográfica que começou em dois mil e seis com I'm Like a Virgin Losing a Child e que tem como capítulo mais recente o disco The Million Masks Of Good, lançado pela Loma Vista em trinta de abril de último.

Manchester Orchestra announce UK and European live dates for 2022

Um dos grandes momentos deste The Million Masks Of Good é o tema Telepath, que acaba de ser reinventado e remisturado pelos nova iorquinos Dirty Projectors de David Longstreth, já depois de os Local Natives terem apresentado a sua versão, há algum tempo atrás, de Bed Head, o principal single desse fantástico disco dos Manchester Orchestra.

O resultado final desta nova roupagem de Telepath é surpreendente, na medida em que o grupo de Longstreth não colocou em causa o perfil caleidoscópico fortemente abrangente e eclético de uma doce canção, assente, originalmente, em cordas de forte pendor acústico e orgânico, quer as que têm o violão como origem, mas também o violino, e deu-lhe algumas nuances, quer de cariz percussivo, quer sintético, que acabam por dar ao tema um toque mais urbano e sofisticado, enquanto plasmam a já habitual filosofia estilística dos Dirty Projectors, que sobrevive num universo de experimentações, feitas de cruzamentos entre o afrobeat, a freak folk e alguns tiques que definiram o indie rock experimental da última década. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 16:17

Richard Ashcroft - Sonnet

Quinta-feira, 14.10.21

Richard Ashcroft, vocalista dos The Verve, anunciou há alguns dias atrás a edição de um registo intitulado Acoustic Hymns Vol. 1, que irá ver a luz do dia a vinte e nove de outubro, à boleia do consórcio RPA/BMG e que, como o próprio nome indica, terá no seu alinhamento de doze canções versões acústicas de alguns dos clássicos assinados pelo músico britânico, quer com os The Verve, quer na sua carreira a solo.

Richard Ashcroft - Sonnet (Acoustic) – Live in San Francisco - YouTube

A canção mais icónica que Richard Ashcroft escreveu foi, sem dúvida, Bittersweet Symphony. Mas uma das mais queridas pelos seus fâs é, claramente, Sonnet, um maravilhoso tratado de britpop de Urban Hymns, o clássico que os The Verve colocaram nos escaparates em mil novecentos e noventa e sete. E a sua reinterpretação não terá sido uma escolha inocente para acompanhar a promoção deste Acoustic Hymns Vol. 1, que conta com coprodução de Chris Potter e que tem como convidado especial Liam Gallagher, em C’mon People (We’re Making It Now). 

Na sua reinterpretação acústica de Sonnet, Richard Ashcroft apostou numa toada igualmente vibrante e reluzente, mas deu à canção uma tonalidade menos elétrica e mais orgânica e intimista, com a inserção de alguns arranjos subtis, plenos de charme e soul, a combinarem na perfeição com o inconfundível timbre vocal grave de Ashcroft e que se mantém intocável mais de duas décadas depois. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 15:44

Portugal. The Man – Steal My Sunshine vs Novocaine For The Soul

Segunda-feira, 27.09.21

Pouco mais de quatro anos após o lançamento do excelente Woodstock e um do single Who’s Gonna Stop Me, que resultou de uma colaboração estreita com o artista, escritor e comediante “Weird Al” Yankovic e que tinha o propósito claro de celebrar o Indigenous Peoples’ Day, um importante feriado norte-americano que homenageia e enaltece os povos e culturas indígenas do país, os norte americanos Portugal. The Man de John Baldwin Gourley estão de regresso e em dose dupla com duas covers de míticos originais do final do século passado.

Portugal. The Man Cover Len's "Steal My Sunshine" With Cherry Glazerr &  Eels' "Novocaine For The Soul" With Sir Chloe: Listen

Ambas as versões assinadas pelos Portugal. The Man, a do clássico Novocaine For The Soul, dos Eels, prestes a regressar aos discos, e que conta com a participação especial de Sir Chloe e de Steal My Sunshine, um original de mil novecentos e noventa e nove dos canadianos Len, esta com o contributo de Cherry Glazerr, abraçam exemplarmente alguns dos cânones fundamentais daquele indie rock feito de guitarras agrestes acamadas por um baixo vigoroso, com tiques típicos do hip-hop, R&B e eletrónica, uma amálgama vibrante e bastante dançável, feita com criatividade e uma salutar dose de experimentalismo. Confere...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 20:50

Richard Ashcroft – Bittersweet Symphony

Domingo, 26.09.21

Richard Ashcroft, vocalista dos The Verve, acaba de anunciar a edição de um registo intitulado Acoustic Hymns Vol. 1, que irá ver a luz do dia a vinte e nove de outubro, à boleia do consórcio RPA/BMG e que, como o próprio nome indica, terá no seu alinhamento de doze canções, todas elas versões acústicas de alguns dos clássicos assinados pelo músico britânico, quer com os The Verve, quer na sua carreira a solo.

Rolling Stones finally hand over 'Bittersweet Symphony' songwriting credits  to Richard Ashcroft

A canção mais icónica que Richard Ashcroft escreveu foi, sem dúvida, Bittersweet Symphony. E a sua reinterpretação não terá sido uma escolha inocente para acompanhar o anúncio deste Acoustic Hymns Vol. 1, que conta com coprodução de Chris Potter e que tem como convidado especial Liam Gallagher, em C’mon People (We’re Making It Now). Aliás, a esmagadora maioria das doze canções do registo centram-se no clássico dos The Verve, Urban Hymns, de mil novecentos e noventa e sete, não havendo mais nenhuma composição dos outros três registos do grupo no disco, que inclui também alguns dos melhores instantes da carreira a solo de Ashcroft.

Na sua reinterpretação acústica deste seu clássico, Richard Ashcroft apostou numa toada mais lenta e tipicamente sinfónicanum resultado final repleto de charme, com diversos arranjos de cordas, o tom grave da sua voz e uma seleção de arranjos de índole classicista a conferirem ao tema uma feliz sensação de magia, amor e esperança, como é apanágio do original. Confere Bittersweet Symphony e a tracklist de Acoustic Hymns Vol. 1...

1. Bittersweet Symphony
2. A Song For The Lovers
3. Sonnet
4. C’mon People (We’re Making It Now) (featuring Liam Gallagher)
5. Weeping Willow
6. Lucky Man
7. This Thing Called Life
8. Space & Time
9. Velvet Morning
10. Break the Night With Colour
11. One Day
12. The Drugs Don’t Work

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 15:59

Phoebe Bridgers – Nothing Else Matters

Sábado, 21.08.21

Num ano em que têm abundado as versões de alguns temas incontornáveis da última década do século passado, merece superior destaque a nova roupagem que Phoebe Bridgers, criou para o clássico Nothing Else Matters dos Metallica e que fará parte de um disco de tributo à banda de James Hetfield intitulado The Metallica Blacklist, que verá a luz do dia digitalmente a dez de Setembro e fisicamente no início do mês seguinte, através da Blackened Recordings, um registo que pretende marcar o trigésimo aniversário da edição do mítico álbum The Black Album.

Phoebe Bridgers mostra um lado sombrio no clipe "I Know the End"

Produzida por Tony Berg e Ethan Gruska, esta versão de Phoebe Bridgers, uma cantora nascida em Los Angeles, a dezassete de agosto de mil novecentos e noventa e quatro, impressiona pela espetacular linha de piano da autoria de Gruska, acomanhado exemplarmente à guitarra por Rob Moose, num resultado final verdadeiramente assombroso e que aprimora ainda mais a ímpar e conturbada intimidade do original. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 15:48

Matt Berninger – I’m Waiting For The Man (The Velvet Underground cover)

Segunda-feira, 02.08.21

Uma das bombas discográficas do próximo outono será certamente l'll Be Your Mirror: A Tribute to The Velvet Underground & Nico, o disco de tributo ao mítico registo The Velvet Underground & Nico, assinado pelos The Velvet Underground em mil novecentos e sessenta e sete. Este alinhamento de homenagem foi idealizado pelo produtor Hal Willner, que faleceu o ano passado com a idade de sessenta e quatro anos, devido a complicações pós-covid, semanas depois de ter assinado um outro alinhamento de tributo, esse aos T. Rex intitulado Angel Headed Hipster: The Songs Of Marc Bolan And T. Rex.

Watch the National's Matt Berninger Cover the Velvet Underground on Fallon  | Pitchfork

l'll Be Your Mirror: A Tribute to the Velvet Underground & Nico contará vom as participações especiais de Iggy Pop, Michael Stipe, Kurt Vile, St. Vincent e Thomas Bartlett, Thurston Moore a meias com Bobby Gillespie, Sharon Van Etten com Angel Olsen, Courtney Barnett e Fontaines D.C., entre outros, nomeadamente Matt Berninger, vocalista dos The National, que assina uma espetacular nova roupagem para I'm Waiting For The Man, um dos destaques maiores de The Velvet Underground & Nico. A versão assinada por Berninger substitui a essência psicadélica vincadamente sessentista do original, amplificando a rugosidade da composição e dando-lhe uma tonalidade mais progressiva e encorpada. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:28

Kurt Vile – Run Run Run (The Velvet Underground cover)

Terça-feira, 20.07.21

Uma das bombas discográficas do próximo outono será certamente l'll Be Your Mirror: A Tribute to The Velvet Underground & Nico, o disco de tributo ao mítico registo The Velvet Underground & Nico, assinado pelos The Velvet Underground em mil novecentos e sessenta e sete. Este alinhamento de homenagem foi idealizado pelo produtor Hal Willner, que faleceu o ano passado com a idade de sessenta e quatro anos, devido a complicações pós-covid, semanas depois de ter assinado um outro alnihamento de tributo, esse aos T. Rex intitulado AngelHeaded Hipster: The Songs Of Marc Bolan And T. Rex.

Kurt Vile and the Violators Cover Velvet Underground's 'Run Run Run' -  Rolling Stone

l'll Be Your Mirror: A Tribute to the Velvet Underground & Nico contará vom as participações especiais de Iggy Pop, Michael Stipe, Matt Berninger, St. Vincent e Thomas Bartlett, Thurston Moore a meias com Bobby Gillespie, Sharon Van Etten com Angel Olsen, Courtney Barnett e Fontaines D.C., entre outros, nomeadamente Kurt Vile e os The Violators, que fizeram uma espetacular nova roupagem para Run Run Run, um dos destaques maiores de The Velvet Underground & Nico.

A versão assinada por Vile mantém a essência psicadélica vincadamente sessentista do original, amplificando a mística sensorial e espiritual da mesma com a efervescente filosofia folk que marca o adn do músico natural de Filadélfia, na Pensilvânia. Confere a versão de Kurt Vile & The Violators para Run Run Run dos The Velvet Underground e a tracklist de l'll Be Your Mirror: A Tribute to the Velvet Underground & Nico...

01 Michael Stipe – “Sunday Morning”
02 Matt Berninger – “I’m Waiting For The Man”
03 Sharon Van Etten – “Femme Fatale” (Feat. Angel Olsen)
04 Andrew Bird & Lucius – “Venus In Furs”
05 Kurt Vile & The Violators – “Run Run Run”
06 St. Vincent & Thomas Bartlett – “All Tomorrow’s Parties”
07 Thurston Moore – “Heroin” (Feat. Bobby Gillespie)
08 King Princess – “There She Goes Again”
09 Courtney Barnett – “I’ll Be Your Mirror”
10 Fontaines D.C. – “The Black Angel’s Death Song”
11 Iggy Pop & Matt Sweeney – “European Son”

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 14:23

The Kills – Cosmic Dancer

Segunda-feira, 28.06.21

Ansiosa por um disco novo da dupla, a redação deste blogue regressa aos britânicos The Kills de Jamie Hince e Alison Mosshart por causa da versão que fizeram para o clássico Cosmic Dancer dos T-Rex, em novembro do ano passado, para celebrar a indução da banda de Marc Bolan no The Rock & Roll Hall of Fame.

The Kills | Artists | Domino - Domino

Já é habitual os The Kills aventurarem-se na criação de novas roupagens de composições que fazem parte dos gostos pessoais da dupla; Recordo que o ano passdo demos conta de um single de sete polegadas de edição limitada dos The Kills que continha também duas versões, a primeira List of Demands (Reparations), um original de Saul Williams e a segunda uma revisitação do clássico Steppin’ Razor, de Peter Tosh. Esta potente versão de Cosmic Dancer dos T-Rex tem um resultado final verdadeiramente enleante e que mantém intocável o charme inconfundível de uma dupla única e sem paralelo no universo alternativo atual. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 17:29






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 454


Disco da semana 135#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Dezembro 2021

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.