Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Kissing Party - Looking Back It Was Romantic But At The Time I Was Suffocating

Quinta-feira, 09.07.15

Deirdre (voz), Gregg (voz e guitarra), Joe (guitarra), Lee (baixo) e Shane (bateria) são os Kissing Party, uma banda norte-americana oriunda de Denver, no Colorado e que faz já parte da insuspeita e espetacular editora, Fleeting Youth Records, uma etiqueta essencial para os amantes do rock e do punk, sedeada em Austin, no Texas. Looking Back It Was Romantic But At The Time I Was Suffocating é o nome do trabalho de estreia destes Kissing Party, um compêndio sonoro de quinze canções que exalam celebração e boa disposição, enquanto misturam o som da pop e do rock dos anos sessenta e piscam o olho ao rock alternativo de final do século, com uma roupagem contemporânea lo fi que aprecio particularmente.

A primeira coisa que me apraz dizer depois de ter escutado este disco é que Looking Back It Was Romantic But At The Time I Was Suffocating é luz em forma de música, um disco cheio de brilho e cor em movimento, uma obra com um alinhamento alegre e festivo e que parece querer exaltar, acima de tudo, o lado bom da existência humana. Trash, um extraordinário instante sonoro, com guitarras que misturam um travo de rock de garagem com efeitos que piscam o olho à refrescante luminosidade que habitualmente se encontra em algumas referências óbvias da dream pop, foi o primeiro single divulgado do disco e pouco depois, com Justine e New Glue, mais dois singles, estes Kissing Party provaram definitivamente ser capazes de nos fazer pular e ter vontade de desertar para o universo paralelo onde habitam, feito de um presente regido por aquela felicidade incontrolável e contagiante. Se em Justine as vozes de Gregg Dolan e Dierdre Sage envolvem-se entre si, como os lábios num cigarro, já em New Glue a voz açucarada e quente de Dierdre perde todo o pudor e apresenta-se ao mundo exatamente como é, sem reservas ou concessões Bitch I'm perfect, canta ela... Yes, you are!, acrescento eu.

Mas há outros momentos altos ao longo deste trabalho que qualquer um de nós pode escutar gratuitamente; As mudanças de ritmo e a distorção da guitarra da frenética Two Boys e de Right Out Of Real Life, misturadas com alguns efeitos pouco usuais e samples de sons tipicamente urbanos e que dão uma toada mais real e próxima do ouvinte, ou a pueril simplicidade de Michigan Madonna, são outros instantes deste trabalho que mostram porque Looking Back It Was Romantic But At The Time I Was Suffocating é um álbum pop poderoso e extremamente divertido, sem deixar de evocar um certo experimentalismo típico de quem procura, através da música, fazer refletir aquela luz que não se dispersa, mas antes se refrata para inundar os corações mais carentes com uma luminosidade que transmite energia. Falo de um disco sem cantos escuros, porque mesmo momentos mais contemplativos como I Live With The Mistery ou Night Of The Pigs, comportam uma elevada diversidade melódica e, sem tiques desnecessa´rias ou camadas sonoras superflúas, são canções que conseguem catapultar os Kissing Party a um patamar elevado de criatividade e bom gosto no modo como extravasam sentimentos profundos e que nos são caros, fazendo-o de modo direto, facilmente assimilável e sonoramente revigorante. Já a acústica You're Gonna Wonder, que inclui inéditos arranjos sintetizados, sendo também um exemplo cabal da aúrea sentimental que este quinteto, acaba por ser um típico tema de encerramento de disco, um fim de festa onde não regressa cada um ao seu lar pelos seus próprios meios, mas onde há um convite claro ao usufruto deuma companhia agradável e diferente.

Fazendo uma espécie de simbiose entre alguns dos melhores aspetos do rock alternativo e um experimentalismo cru, mas temperado com variadas referênciasque nos permitem aceder a uma dimensão musical superior, Looking Back It Was Romantic But At The Time I Was Suffocating é um caldeirão sonoro feito por um elenco de extraordinários músicos e artistas, que sabem como recortar, picotar e colar o que de melhor existe no universo sonoro ao qual dão vida, projetando ao longo do alinhamento desta estreia, com uma invulgar sagacidade, inúmeras possibilidades e aventuras ao ouvinte. Espero que aprecies a sugestão...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:22


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon -Programa 422


Disco da semana 114#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Julho 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.