Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Dutch Uncles - O Shudder

Quinta-feira, 18.06.15

Lançado no passado dia vinte e três de fevereiro através da insuspeita Memphis Industries, O Shudder é o mais recente trabalho dos Dutch Uncles, uma banda de indie pop britânica, sedeada em Marple e atualmente formada por Duncan Wallis, Andy Proudfoot, Robin Richards e Peter Broadhead. O Shudder é já o quatro álbum da carreira de um projeto que deu o ponto de partida em 2009 com um homónimo editado pela Tapete Records, mas foi com Cadenza e Out Of Touch In The Wild, já na Memphis Industries, que os Dutch Uncles começaram a ser olhados pela crítica com particular devoção, apesar de ainda serem um dos melhores segredos od universo sonoro indie e alternativo.

O Shudder não defrauda quem estava à espera de uma proposta sonora ambiciosa e sofisticada, como já é paanágio deste quarteto, que conhece os melhores atalhos para aprimorar uma queda acentuada para a vertente experimental, mas sem decurar a oferta de canções acessíveis à maioria dos ouvidos, como comprova Babymaking, o primeiro tema do alinhamento deste trabalho e o já apreciável catálogo de singles retirados do disco. Logo nos violinos, no sintetizador e na toada épica desse tema, ficams esclarecidos quanto à toada geral amena das canções, com a vertente instrumental a centrar-se primordialmente no campo sintético. Em Upsilon, apesar da distorção das guitarras ser esplendorosa, a batida abriga-se claramente na herança da synthpop típica dos anos oitenta, mas de forma equilibrada e não demasiado vintage, sucedendo algo similar no piscar de olhos ao discosound na animada Decided Knowledge e com o piano de I Should Have Read a acertar um pouco as contas e a ser decisivo para o equilíbrio final.

Essa década de oitenta está, como se percebe, fortemente representada na vertente instrumental, com In N Out a prová-lo também em relação à percussão, mas não se sobrepõe à habitual estética dos Dutch Uncles que têm abraçado a pop contemporânea e ajudado imenso ao seu enriquecimento, pelo modo inédito como olham para o passado sem se deixarem seduzir demasiado por ele.

Given Thing é, talvez, o melhor exemplo de O Shudder deste balanço temporal equilibrado, uma canção que apresenta uma mescla de referências que ganham vida de mãos dadas com a ponte entre o presente e o passado, quer pelo modo curioso como a voz é reproduzida, mas também pela disposição das cordas na melodia e o uso do reverb. No entanto, Don’t Sit Back (Frankie Said) e a hipnótica e belíssima Tidal Weight, são também claros exemplos que ampliam o cardápio de referências e a herança inspiradora que serve de base ao quarteto.

Com imensas canções que abrem de par em par uma enorme janela de luz chamada O Shudder, espreita-se para dentro e torna-se firme a evidência da firmeza sonora identitária dos Dutch Uncles, que apreciam abordar a pop indo um pouco além dos padrões comuns. Assim, exuberância e cor são sensações transversais ao ambiente de toda a obra, impecavelmente produzida, rica em detalhes curiosos e a exalar um charme que deve também imenso ao registo vocal em falsete de Duncan, que ajuda à aproximação entre a banda e o ouvinte, ao mesmo tempo que confere a densidade correta às letras, ajudando a que o conjunto final de muitas canções tenha vida e um pulsar que não nos passa despercebido. Espero que aprecies a sugestão...

Babymaking
Upsilon
Drips
Decided Knowledge
I Should Have Read
In n Out
Given Thing
Don’t Sit Back (Frankie Said)
Accelerate 
Tidal Weight
Be Right Back

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:43


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon -Programa 422


Disco da semana 114#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.