Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Bill Pritchard - A Trip To The Coast

Segunda-feira, 12.05.14

Inglês e já com cerca de três décadas de carreira, Bill Pritchard é um dos cantautores que em terras de Sua Majestade começou a fazer carreira nos anos oitenta e que foi construindo a sua carreira com alguma intermitência, mas sempre com elevada bitola qualitativa. Nessa década destaca-se o disco Three Months, Three Weeks & Two Days (de 1989), um trabalho produzido por Etienne Daho, ao qual sucedeu, já nos anos noventa, Jolie (1991), um disco que contou com a presença de Ian Broudie (Lightning Seeds) e que foi, até hoje, o trabalho de maior projeção de Bill Pritchard.

Após estes dois trabalhos, a meio da década de noventa, o músico aventurou-se numa banda, que deu disco em 1998, mas tem sido a solo que tem sido mais consistente e apresentado as melhores propostas sonoras que, por sinal, têm recebido maior recetividade fora das ilhas britânicas do que propriamente no país natal.

Seja em momentos de maior luminosidade e efervescência rítmica e instrumental, como no single Trentham ou em Yeay Yeah Girl, ou em instantes como Truly Blue, uma lindíssima balada onde a voz de Bill se faz acompanhar apenas pelo piano e por violinos, ou ainda em momentos mais rock, onde a guitarra se distorce (In June), Pritchard usa uma linguagem sonora que cria canções pop feitas com melodias simples, típicas de um verdadeiro cantautor, que não se deixa seduzir pelas referências deste tempo e que se mantém fiel a uma linha condutora onde se sente confortável e realizado, enquanto músico e compositor.

Cantado em francês, Toute Seule é um dos meus temas favoritos do disco, uma canção com uma beleza bucólica arrepiante, onde o sotaque de Pritchard e os arranjos nos fazem derreter com toda a atmosfera criada na música. Estes são alguns exemplos de canções que destacam, além da voz, a parte instrumental de A Trip At the Coast, que é capaz, por si só, de transmitir as mais diversas emoções, seja melancolia e alegria, ou a urgência de soltarmos algo cá para fora.

A Trip At The Coast é um trabalho que, do vintage ao contemporâneo, consegue encantar-nos e fazer-nos imergir na intimidade de um Bill Pritchard sereno e bucólico, através de uma viagem ao universo típico de um Lloyd Cole, com canções cheias de versos intimistas que flutuam livremente. É um disco simultaneamente amplo e conciso sobre o presente, a velhice, o isolamento, a melancolia e o cariz tantas vezes éfemero dos sentimentos, em suma, sobre o existencialismo, a viagem que nos conduz por este mundo e as perceções humanas sobre a mesma. Espero que aprecies a sugestão...

01 Trentham
02 Yeah Yeah Girl
03 Posters
04 Toute Seule
05 Truly Blue
06 Almerend Road
07 In June
08 Paname
09 Polly
10 A Trip To The Coast

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 18:36


2 comentários

De stipe07 a 13.05.2014 às 09:49

Obrigado pela visita.
Boa semana!

Comentar post






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 435


Disco da semana 124#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.