Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

Música do Dia!

O que faz mover e alimenta um verdadeiro amor não são só os momentos arco-íris e das surpresas bonitas, os instantes de encantamento e da vivência prática e efectiva da paixão (às vezes tão fugazes), mas e talvez mais importante que tudo isso, os compromissos que entretanto se estabeleceram e vão perdurando no tempo, além do que nos diz o coração, em permanência.

Mais significativo do que ter imaginação suficiente para conseguir, todos os dias, sem descanso e de forma asfixiante, viver a prática do amor e surpreender o outro (até para isso a imaginação pode ter limites e depois, quando a fonte seca e o outro está mal habituado, poderá nascer aí um sério problema), é ter a capacidade de respeitar esse EU, sendo essa  uma das maiores provas de amor que podemos fazer sobressair em nós, em determinados momentos-chave da nossa vida! Como já disse uma vez, até dizer todos os dias amo-te pode não ser bom; Tal constância acabará por tirar significado à expressão e não dar o impacto que se pretende quando a mesma é dita!

Saber viver um verdadeiro amor é também ter momentos em que sabemos que não nos importamos nada de conduzir enormes distâncias, ou de ficar à espera, serena e silenciosamente, encostados às esquinas que surgem na vida e à chuva, ao frio e ao relento que também invadem, em determinados dias, a nossa alma porque, sem contarmos, podemos ser solicitados de novo à presença prática e efectiva do Amor! Assim, é importante estarmos sempre acordados e prontos para continuar a dar o melhor de nós!

Ser Maior é saber não ser demasiado dependente da pessoa que se gosta, para não criar nela a obrigação de ter de corresponder da mesma forma, porque aí, em vez de um amor, vive-se uma competição onde um dos dois ficará certamente a perder, com um prejuízo final e inevitável para ambos! Ser Maior é ter a capacidade de manter a lucidez e um sorriso permanente no nosso íntimo, saber entender os momentos de ausência e ser-se feliz com eles, só porque vivemos um amor que nos preenche e nos faz assim... tão feliz!

O amor não é quantidade, mas qualidade! O amor não é um exercício de contabilidade, mas uma soma desinteressada de afectos...

É isto o que me ensina a música com a qual acordei hoje...   Tap on my window knock on my door, I want to make you feel beautiful (devemos estar sempre preparados para, quando ela bater de novo à nossa porta, voltarmos a fazer com que se sinta a pessoa mais importante e mais bonita deste mundo...)

Beauty queen of only eighteen
She had some trouble with herself
He was always there to help her
She always belonged to someone else

I drove for miles and miles
And wound up at your door
I've had you so many times but somehow
I want more

I don't mind spending everyday
Out on your corner in the pouring rain
Look for the girl with the broken smile
Ask her if she wants to stay awhile
And she will be loved
She will be loved

Tap on my window knock on my door
I want to make you feel beautiful
I know I tend to get so insecure
It doesn't matter anymore

It's not always rainbows and butterflies
It's compromise that moves us along, yeah
My heart is full and my door's always open
You can come anytime you want

I don't mind spending everyday
Out on your corner in the pouring rain
Look for the girl with the broken smile
Ask her if she wants to stay awhile
And she will be loved
And she will be loved
And she will be loved
And she will be loved

I know where you hide
Alone in your car
Know all of the things that make you who you are
I know that goodbye means nothing at all
Comes back and begs me to catch her every time she falls

Tap on my window knock on my door
I want to make you feel beautiful

I don't mind spending everyday
Out on your corner in the pouring rain
Look for the girl with the broken smile
Ask her if she wants to stay awhile
And she will be loved
And she will be loved
And she will be loved
And she will be loved

Please don't try so hard to say goodbye
Please don't try so hard to say goodbye

Yeah
I don't mind spending everyday
Out on your corner in the pouring rain

Try so hard to say goodbye

 

feeling:
music: She will Be Loved

autor stipe07 às 17:20
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
2 comentários:
De Ana Lopes a 19 de Outubro de 2009 às 22:01
Não podia estar mais de acordo, uma boa definição de como deve ser encarado o amor....


De germfern a 16 de Dezembro de 2009 às 03:31
the best words for love are "come here...", you use them to say you're sorry, you use them to forgive, you use them for the sweet talk and for the hard talk.
Could you please disappoint me for a change?:)


Conferiste? Agora Comenta...

eu...


more about...

Follow me...

. 52 seguidores

Powered by...

stipe07

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parceria - Portal FB Headliner

Facebook

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Em escuta...

Twitter

Twitter

Blogs Portugal

Disco da semana

Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11

15
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Paper Beat Scissors – Par...

R.E.M. - Fascinating

Belle And Sebastian - Day...

Perfume Genius – Eye In T...

Bat For Lashes - Lost Gir...

Belle And Sebastian – Thi...

Pernice Brothers – Spread...

Death Cab For Cutie – The...

Mando Diao – Long Long Wa...

Bon Iver - i,i

Kaiser Chiefs – Duck

City Calm Down – Televisi...

Mystery Jets – History Ha...

Miniature Tigers – Manic ...

Bombay Bicycle Club – Eat...

Cigarettes After Sex – He...

Born-Folk - Heat And Rum

Horsebeach – The Unforgiv...

The Districts – Loving Pr...

The 1975 – People

DIIV – Taker

Ride - This Is Not A Safe...

Liam Gallagher – One Of U...

Surfer Blood – Hourly Hau...

Allah-Las – Polar Onion

X-Files

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

take a look...

I Love...

Os melhores discos de 201...

Astronauts - Civil Engine...

SAPO Blogs

subscrever feeds