Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



oLUDO - Almirante

Quinta-feira, 21.03.13

(…) Almirante é a personagem que ilustra o primeiro e tão aguardado álbum de oLUDO. Um ser, de face e feições ocultas mas, ao mesmo tempo, familiar. Lembra-nos a presença e o respeito pelo mar, sempre marcados na alma Portuguesa. É contudo, uma figura simples e marcante para quem o ouve. Não são estórias de mar. São melodias de vida, aventuras, amizades, amores perdidos e vividos… Esta personagem do Almirante é transparente para quem o quer ver e é uma sombra para quem não o conhece. Mas está sempre presente (…)” (nota de imprensa)

 

Estrearam-se em 2009 com Nascituro, disco que incluia o grande sucesso A Minha Grande Culpa, um dos temas mais rodados das rádios nesse ano e que foi escolhido para banda sonora dos separadores do canal Sic Radical. Dois anos depois regressaram aos lançamentos discográficos com Almirante. Falo dos oLUDO, um coletivo algarvio formado por Davide (Vozes, guitarras), João Baptista (Guitarras e vozes), Nuno Campos (Piano e teclados), Paulo Ferreirim (Baixo) e Filipe Cabeçadas (Bateria).

Almirante é um disco com simples e eficaz, com treze temas feitos com uma sonoridade pop bastante orelhuda e que apontam claramente às rádios. É um conjunto de canções homogéneo, todas elas cantadas na nossa língua materna, manuseada com mestria, já que todas as palavras, mesmo as mais simples, encaixam sempre na melodia. Esta fórmula simples e eficaz, cativa e cria uma mistura sonora agradável, dando origem a boas músicas, nomeadamente os singles Fica, Não Te Vás Daqui e Um Universo Maior, um tema com uma fantástica linha de percurssão.

Os oLUDO provam que a pop portuguesa não precisa de ser demasiado complicada para ser audível com prazer. Há uma guitarra que pauta a ordem das canções e depois surgem órgãos e vários instrumentos de sopro e percurssão que dão a cada tema a roupagem que ele necessita para ter o brilho, a harmonia e a cor que estes cinco músicos certamente procuraram tentar transmitir.

Para os oLUDO, que estão de regresso ao estúdio e a testar uma nova sala de ensaios, o caminho a seguir deverá ser este e não se devem afastar da rota que o Almirante lhes traçou e que lhes exige que continuem a criar estórias que falam da vida, aventuras e desventuras, amizades, amores perdidos e vividos. Esta personagem do Almirante é transparente para quem o quer ver e é uma sombra para quem não o conhece. Mas está sempre presente. Confere abaixo a entrevista com a banda e espero que aprecies a sugestão...

01. Vem comigo agora
02. Fica não te vás daqui
03. De dia sou piloto do meu pensar
04. Queria ficar sem receios
05. Um Universo maior
06. O meu suspiro
07. Muzar
08. Sentir o que não digo faz bem
09. A onda já me levou
10. Canção do Almirante
11. Memórias de um dia perfeito
12. A minha grande culpa
13. O sofá velho

Depois de Nascituro e mil Tentações, os EPs de estreia, surgiu finalmente, Almirante, o longa duração. Há uma continuidade dos EPs para o álbum?

Sim, o álbum Almirante é uma continuidade, é o culminar de experiencias que fizemos nos primeiros EP´s, tomámos muitas decisões baseadas nos primeiros trabalhos.

 

Segundo uma nota de imprensa, o Almirante é Um ser, de face e feições ocultas, que lembra-nos a presença e o respeito pelo mar, mas as treze canções do disco abordam outras temáticas mais terrenas, digamos assim. Como chegaram à escolha do nome para o álbum?

É um disco de sensações, tentámos através das canções, definir um pouco da vida deste Almirante. A saudade, o desejo de conquista descontrolado e também a falta de controlo do destino. A sensação de perda constante e o respeito pela viagem. O Almirante é de facto um disco de vida, de entrega e sobretudo de paixão pelo mar.

Claro que quem quiser explorar o disco por outras vertentes também pode, a viagem amorosa é tão perigosa quanto a marítima!

 

Este novo álbum tem algumas participações especiais, a nível experimental, na escrita e na voz. Como foi possível congregar tantos marujos de excelência em redor desta causa?

Grande amizade, companheirismo e muito amor por esta arte que é fazer música.

 

Durante a audição de Almirante chamou-me particularmente a atenção a simplicidade da vossa escrita e a mestria com que encaixam as letras na melodia. Como é o processo de criação musical dos oLUDO? Surgem primeiro as letras, ou elas são criadas em função de melodias que entretanto vão surgindo?

As letras e as melodias vêm muitas vezes em conjunto.

Na maioria das vezes é o João Batista que escreve muitos dos poemas das musicas d´oLudo, e normalmente o Davide adapta os poemas às melodias que vai criando em cima das harmonias. Este processo desenvolve-se muito naturalmente.

Por outro lado, quando é o Davide escrever algumas das letras o processo já é diferente, a letra e a melodia vão sendo construídas em paralelo.

 

Onde se inspiram para escrever as vossas canções?

Em tudo o que está à nossa volta, nas nossas vivencias pessoais, no que a vida nos põe à frente… as ideias aparecem-nos na maioria das vezes à nossa frente, só pegamos na matéria prima e vamos moldando.

 

Acompanho o universo musical indie e alternativo com interesse. Quais são as vossas principais influências musicais?

Não conseguimos ficar agarrados a nada nem nos podemos caracterizar por uma banda influenciada por A ou por B, a depender do que o tema que estamos construindo nos peça, por vezes podemos” ir beber à fonte” de uma música ou banda naquele determinado momento para percebermos as sonoridades. Claro que cada um de nós tem os seus gostos e preferências musicais, os seus artistas preferidos, que no fim definem muito o resultado final de cada tema que oLudo faz, mas no como oLudo não nos vimos influenciados por nada em concreto ou então, podemos dizer que também somos influenciados por tudo.

 

O vídeo do single Fica, Não Te Vás Daqui, e foi realizado por Pedro Pinto e impressionou-me, além do preto e branco, pela forma hipnótica como foram editadas as sequências de imagens do casal. Há aqui aquela metáfora que procura ilustrar quando duvidamos se queremos , ou não, que aconteça ou se mantenha a presença de alguém nas nossas vidas e, por isso, há um período de vai e vem relacional, ou a mensagem que procuraram transmitir é outra?

A sua análise é muito boa! Porque o tema fala precisamente nisso, na importância de alguém nas nossas vidas, mas pode haver também outras interpretações.

É sim uma forma de ver o vídeo e captar a mensagem do tema, mas este na verdade é muito aberto à interpretação de cada pessoa.

Uma pessoa que ouve uma determinada música sente-a ou interpreta-a à sua maneira, pode depender do seu estado de espirito, cada cabeça é um mudo, e cada pessoa filtra de forma diferente da outra…

No caso do Video, deixamos o Pedro Pinto interpretar o tema à sua maneira e ele recriou o que se vê no vídeo, quisemos dar-lhe toda a liberdade artística, e o resultado é este, um vídeo fantástico, foi a interpretação dele em relação ao tema.

 

A banda tem uma canção preferida neste álbum?

Gostamos de todas elas!

 

A que se deveu a opção de disponibilizar gratuitamente a edição digital de Almirante?

Vivemos tempos de mudança e temos que nos ajustar. Decidimos fazer edição física do disco e distribui-lo no circuito das lojas nacionais mas, de facto, se temos esta ferramenta da Internet que nos permite chegar a muito mais gente... O que queremos é que a musica chegue aos ouvintes.

 

O que podemos esperar do futuro discográfico dos oLUDO?

Entrámos num ciclo diferente, para já, começámos a testar a nossa nova sala de ensaios com umas gravações, temos gravado muitas coisas, ideias e já temos excelentes resultados deste trabalho. Queremos trabalhar nas novas músicas num ambiente mais descontraído e sem timmings. E quem sabe, até ao final do ano podemos ter algumas novidades. Por agora estamos a curtir este momento e somente com um objetivo, compor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:34






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 423


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.