Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Alt-J – An Awesome Wave

Quinta-feira, 21.06.12

Gwil Sainsbury, Joe Newman, Gus Unger-Hamilton e Thom Green conheceram-se na Universidade de Leeds em 2007. Gus estudava literatura inglesa e os outros três belas artes. No segundo ano de estudos, Joe tocou para Gwil várias canções que criou, com a ajuda da guitarra do pai e alguns alucinogéneos; Gwil apreciou aquilo que ouviu e a dupla gravou de forma rudimentar algumas canções, nascendo assim esta banda com um nome bastante peculiar. Alt-J (∆) pronuncia-se alt jay e o símbolo do delta é criado quando carregas e seguras a tecla alt do teu teclado e clicas J em seguida, num computador Mac. O símbolo, como Gwil explica, é usado em equações matemáticas para representar mudanças e assenta que nem uma luva à banda porque ela surgiu num momento decisivo da vida dos seus membros.

Assim, em oito de junho deste ano, os Alt-J (∆) estrearam-se nos álbuns com An Awesome Wave, através da Liberator Music e muita da crítica que li acha que este disco vai estar em muitas listas dos melhores de 2012.

Já ouvi o álbum e, muito sinceramente, é díficil catalogá-lo; Apetece apenas procurar os adjectivos mais sedutores que existem e tocá-lo em noites quentes e junto de boa companhia. As treze canções encaixam indie, folk, hip-hopelectrónica, com noção de equilíbrio e um limbo perfeito, que nos faz descobrir a sua complexidade à medida que o vamos ouvindo de forma viciante. A atmosfera dançante de Brezeblocks e de Fitzpleasure, mistura-se com músicas mais calmas e relaxantes como Something Good e Taro.

No fundo, impera uma tónica folk, até porque fazem bastante uso de sintetizadores e possuem harmonias vocais belíssimas. A impressão que fica é que as canções nasceram lentamente, como se tudo tivesse sido escrito e gravado ao longo de vários anos e artesanalmente.

As letras fazem referência a obras literárias ou filmes e servem para Joe Newman misturar suspiros, enquanto as canta muitas vezes num registo acelerado, fazendo assim sua voz soar também como instrumento e tornando-a num dos traços mais significativos da identidade sonora dos Alt-J (∆).

Se estas são as primeiras ideias de uma banda, então convém não perdê-la de rasto por nada deste mundo. À imagem de uns Django Django, os Alt-J (∆) provam que 2012 está a ser um ano repleto de novidades bastante reinventivas, peculiares e refrescantes. Espero que aprecies a sugestão…

01. Intro
02. (Interlude 1)
03. Tessellate
04. Breezeblocks
05. (Interlude 2)
06. Something Good
07. Dissolve Me
08. Matilda
09. MS
10. Fitzpleasure
11. (Interlude 3)
12. Bloodflood
13. Taro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 13:25






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon -Programa 422


Disco da semana 114#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Junho 2012

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.