Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



I will R.I.P.

Segunda-feira, 02.02.09

Atingi uma fase da vida em que já percebi com toda a nitidez que não há retorno. Olho para trás e vejo alguns erros, momentos que apagaria da minha história pessoal, se tal me fosse permitido. E agora, quando percebo que esses erros tiveram influência directa naquilo que sou hoje, maior se torna a angústia e o medo de achar que muito dificilmente será possível chegar à meta, tranquilo comigo próprio e com o meu passado, com a certeza de que tudo aquilo que idealizei, foi possível de realizar. Sei que talvez ninguém o consiga... isso e portar-se sempre bem; talvez faça parte da condição humana esta permanente insatisfação, esta ausência de acomodação, o erro muitas vezes recorrente, este pessimismo pré-morten que nos leva a achar que não fizemos tudo e que nunca é possivel concretizar o célebre R.I.P.

Seja como for, sinto que estou a atingir o apogeu, a minha fase mais adulta, o meu momento mais concreto em termos da definição daquilo que sou e daquilo que quero para o resto da minha vida e para o longo futuro que ainda aí vem, assim espero.

Quase todos os dias continuo a fintar algumas rasteiras que me são estendidas; pelo menos, felizmente são cada vez menos aquelas que eu próprio provoco! Mas agora, nesta minha plenitude e com o coração cheio do que a vida tem de melhor para nos oferecer, consigo fintar os obstáculos com maior convicção, com uma técnica individual bastante mais apurada e deixar a maioria dos adversários para trás, sem grandes hipóteses de ser alvo de retaliação!

Sei também que perdi a capacidade de confiar cegamente e de acreditar que todos aqueles que chocam comigo são sinceros nos seus gestos e nas suas atitudes! Por isso, também já começo a ter algumas vezes a coragem de tentar fintar todos aqueles que ainda persistem em desafiar a minha ingenuidade. Sou cada vez menos idealista, apesar de não abdicar de alimentar e perseguir os meus sonhos todos os dias!

Se crescer foi, em certas alturas, extremamente doloroso, finalmente percebo que para ser como sou hoje, dificilmente poderia ter sido de outra forma.

Estou em paz com o meu passado, consciente dos erros que cometi, já paguei por todos eles, sinto-me cheio de vontade de olhar a minha vida de frente e agora, finalmente.... já sei bem e sinto com uma força indomável e impossível de abalar, o que quero para mim, todos os dias da minha vida, até que a morte nos separe! E o que quero é isto....

 Só me resta agora... esperar!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por stipe07 às 17:52


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon -Programa 422


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.