Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Frank Turner - England Keep My Bones

Quinta-feira, 22.12.11

Até 2005 Frank Turner, músico inglês nascido em Meonstoke, era vocalista da banda de post hardcore Million Dead. Nesse ano, e em boa hora, abandonou as guitarras para seguir uma carreira a solo numa sonoridade bem mais acústica. A vontade do músico em seguir uma linha menos agressiva e mais sofisticada já era antiga e em 2007 estreou-se nos discos com o bem sucedido Sleep Is For The Week. Nesse disco Turner não abandonou a voz forte e exuberante, nem a atitude típica de um verdadeiro um rockstar. No entanto, adaptou a folk de forma singular a estas caraterísticas e por isso recebeu inúmeras críticas positivas e foi mais um a mostrar que a música acústica também poderá ter uma toada punk. Hoje ele é um das figuras mais queridas da música folk britânica e já em 2011 lançou England Keep My Bones, que de acordo com a crítica que li é um registo mais cuidadoso e distante do hardcore que Turner compôs. Distante, mas não completamente desligado... Pelo menos assim me parece!

Neste England Keep My Bones, a voz poderosa de Turner impôe-se de imediato e nota-se nela uma vontade imensa de fazer hinos épicos, não só devido à forma como canta, mas também porque escreve letras apaixonadas e intensas. Isso fica muito explícito na canção à capella, English Curse, que mesmo sem instrumento algum, consegue ser uma das mais fortes do disco inteiro. Os violões expressivos e as gaitas estão sempre muito presentes e o ligeiro travo punk e hardcore ouve-se apenas na elétrica One Foot Before The Other, canção que parece um pouco deslocada no disco.

A sinceridade que o álbum passa ao ouvinte é um fato a reter e dá-lhe um imenso charme e carisma. Frases como rock ’n' roll would save us all, do single I Still Believe e there is no God, we’re all in this together, da canção final Glory Hallellujah, transmitem essa intensidade de Turner.

Com riffs bem colocados, England Keep My Bones ganha identidade e personalidade graças ao espírito único da música do compositor inglês, que não tem medo de experimentar e já provou que tem sido muito bem sucedido nisso.

Em suma, este disco prova que existe muito mais no folk do que melodias melancólicas e letras obscuras. Existe um lado enérgico, charmoso e carismático e refrões contagiantes. England Keep my Bones é um disco de identificação, empatia, perfeito para servir de pano de fundo para uma longa viagem de carro, por exemplo. É para apreciar a paisagem da estrada, sem pressa de chegar ao seu destino. Espero que aprecies a sugestão...

Eulogy
Peggy Sang The Blues
I Still Believe
Rivers
I Am Disappeared
English Curse
One Foot Before The Other
If Ever I Stray
WessexBoy
Nights Become Days
Redemption
Glory Hallelujah

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 20:54


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 426


Disco da semana 118#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.