Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Massage – Still Life

Terça-feira, 06.07.21

Sedeados em Los Angeles, na Califórnia e liderados por Alex Naidus, membro dos Pains Of Being Pure At Heart, os Massage foram crescendo e ganhando vida na internet. Alex começou a tocar e a escrever algumas canções paralelamente à sua atividade nos Pains Of Being Pure At Heart com o designer e baixista Michael Felix, amigo de infância de Alex e à dupla juntaram-se, entretanto, o jornalista Andrew Romano, David Rager e Gabi Ferrer, responsável pelas teclas e pela composição melódica. Estrearam-se em dois mil e dezasseis com o EP Lydia e lançaram o primeiro longa duração, à boleia da Tear Jerk Records, no verão de dois mil e dezoito, um disco intitulado Oh Boy, gravado com a ajuda de Jason Quever dos Papercuts e que fez parte do top ten dos melhores álbuns desse ano para a nossa redação.

Massage announce 'Still Life' LP – Culture Addicts

Agora, novamente no verão, mas em dois mil e vinte e um, os Massage voltam à carga com Still Life, o sempre difícil segundo disco, um alinhamento de doze canções que retratam o amor na sua forma mais singela e pura, porque falam da timidez e das paixões efémeras que abundam nesta altura do ano. Para tal, servindo-se daquela sonoridade tipicamente indie e universitária, que continua a soar mais fresca que nunca, especialmente quando bandas como os Massage surgem a replicá-la no radar, criaram um alinhamento que nos leva facilmente e num abrir e fechar de olhos, do nostálgico ao glorioso, à boleia de uma espécie de indie-folk-surf-suburbano, particularmente luminoso e que acaba por se tornar até viciante. E a responsabilidade desta tela impressiva é uma guitarra com um timbre metálico muito caraterístico que serve de base melódica às canções, acompanhada por um baixo exemplar no modo como se alia à guitarra para marcar as várias nuances rítmicas de temas geralmente acelerados, mas sem serem frenéticos, não deixando de se espraiar pelos nossos ouvidos algo preguiçosamente intenso.

De facto, os Massage são a banda perfeita para servirem de banda sonora para os romances de verão que aí vêm. A sensação de autenticidade é muito forte neste álbum puro e cheio de emoção, um disco que, canção após canção, implora pela nossa atenção, que sendo para ele orientada, sacia o nosso desejo de ouvir algo descomplicado mas que deixe uma marca impressiva firme e de simples codificação.

Catapultado pela ligeireza subtil de Made Of Moods, pelo cariz intimista de 10 & 2, pelo clima lisérgico de Until, pelo piscar de olhos a ambientes mais roqueiros em Half A Feeling, ou pelo bom gosto dos acordes de Stick & StonesStill Life é, em suma, um embrulho sonoro com um têmpero lo fi muito próprio, um salutar indie rock com leves pitadas de surf pop, agregado com um espírito vintage marcadamente oitocentista e que esconde a sua complexidade na simplicidade. Estas boas canções mostram como é bonito quando o rock pode ser básico e ao mesmo tempo encantador, divertido e melancólico, sem muito alarde. Espero que aprecies a sugestão...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 17:26






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 454


Disco da semana 135#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Julho 2021

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.