Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Future Islands – As Long As You Are

Segunda-feira, 04.01.21

Pouco mais de três anos depois do excelente registo The Far Field, à época o quinto registo de originais dos Future Islands, este projeto norte-americano de Baltimore regressou perto do ocaso de dois mil e vinte com As Long As You Are, um novo tomo de canções de uma banda com uma carreira já bem cimentada no panorama índie contemporâneo, não só por causa da elevada bitola qualitativa do cardápio sonoro que credita, mas também por causa do carisma de Samuel Harring, um agitador nato, fabuloso dançarino e um dos melhores frontmen da atualidade.

Future Islands: As Long As You Are — drenched in synths | Financial Times

Os Future Islands chegam ao sexto disco já com a percepção clara de que fazem parte, com inteiro mérito, dos lugares de topo do panorama sonoro em que se movimentam. Com essa conquista no bolso, a tentação de acomodação e repetição da fórmula vencedora dos trabalhos antecessores poderia ser grande, mas As Long As You Are não cai nessa esparrela, sendo, claramente, mais um passo evolutivo do projeto, num disco que reflete imenso as experiências pessoais de Harring, sonorizadas através de inspiradas e felizes interseções entre uma componente sintética bem vincada e onde os sintetizadores são reis e uma secção rítmica fluída, como é apanágio deste grupo.

São vários os exemplos do disco que refletem este cenário. Um dos mais inspirados é For Sure, tema que conta com a participação especial vocal de Jenn Wasner dos Wye Oak, nos coros e um portento de epicidade que faz juz à estética sonora habitual dos Future Islands, nomeadamente no modo como olha de modo guloso e anguloso para a pop sintetizada oitocentista, movida a néons e plumas, mas que também não descura um olhar em frente, ao abarcar detalhes e arranjos que definem muita da melhor eletrónica que se vai escutando atualmente. Depois merece também audição dedicada Born A War, composição que reflete algumas das tais vivências pessoais de Harring e novamente com uma veia nostálgica oitocentista muito marcada, não só no baixo pulsante, mas, principalmente, no efeito agudo sintetizado que deambula em redor dele e nos restantes arranjos percussivos, num resultado final eloquente, algo etéreo e contemplativo e de elevada amplitude e luminosidade

Estes ingredientes acabam por se repetir noutras canções, resultando num disco que faz uma espécie de mescla entre o melhor retro e vintage que a pop contém na sua herança identitária e que teve a penúltima década do século passado como período mais feliz. O modo como o refrão de Waking abraça o céu e a terra sem se perceber onde termina e acaba essa copúla, ou o modo luxuriante como o baixo e o sintetizador se unem ao tom grave da voz em I Knew You aprofundam ainda mais a filosofia estilística deste As Long As You Are, para que não haja dúvidas que estes Future Islands apontam neste registo algumas novas matrizes, precisando uma inédita definição de pop, que juntando rock e eletrónica, não renega o rico passado que o grupo contém, mas que sabe cada vez melhor como continuar a conjugar dois mundos que sempre pareceram como água e azeite, mas que afinal podem tocar-se, envolver-se e emocionar-nos sem haver fronteiras claras, nessa simbiose, relativamente a cada um dos dois territórios referidos.

Disco sobre confiança, cheio de honestidade, redenção e desapego, permitindo que velhas feridas cicatrizem ao encerrar capítulos dolorosos, conforme declara o quarteto norte-americano, que assumiu funções de produção pela primeira vez, juntamente com Steve Wright, As Long As You Are encarna uma abundância de fragmentos sonoros cheios de vida e cor, dispostos de modo orgânico e enérgico, com a sua audição a oferecer-nos uma viagem ao passado e ao futuro, com aquela sensualidade que apela diretamente às emoções. Espero que aprecies a sugestão...

Future Islands - As Long As You Are

01. Glada
02. For Sure
03. Born In A War
04. I Knew You
05. City’s Face
06. Waking
07. The Painter
08. Plastic Beach
09. Moonlight
10. Thrill
11. Hit The Coast

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 15:36






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon -Programa 422


Disco da semana 114#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.