Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Birds Are Indie - Black (or the art of letting go)

Quinta-feira, 12.03.20

I am slowly learning the art of letting go, or at least I think so.... É desta forma que se inicia Black (or the art of letting go), o primeiro single revelado de Migrations – The Travel Diaries #1, o quinto álbum dos conimbricenses Birds Are Indie de Joana Corker, Ricardo Jerónimo e Henrique Toscano, um registo de dez canções abrigadas pela Lux Records e que celebram a mesma quantidade de anos de um dos projetos nacionais mais queridos nesta redação, porque transmitem com as suas composições sonoras um rol de emoções e sensações únicas, sempre com intensidade e minúcia, mas também misticismo e argúcia e geralmente com uma serenidade extraordinariamente melancólica e bastante contemplativa.

Resultado de imagem para Birds Are Indie - Black (or the art of letting go)

Migrations – The Travel Diaries #1 terá a curiosidade de ver a luz do dia em duas edições distintas, uma em CD a editar em abril e outra em vinil, lá para setembro. Ambos os formatos contarão com a revisita de cinco canções da discografia anterior da banda, reinterpretadas e regravadas no estúdio Blue House, em Coimbra, mais cinco originais, ou seja, o álbum irá ser dado a conhecer em duas etapas distintas

Com mistura e masterização de João Rui, todos os temas de Migrations– The Travel Diaries #1 tiveram a participação no baixo e em algumas teclas do convidado especial Jorri (a Jigsaw), que também colaborou na gravação. Liderar esse processo, como habitualmente, ficou a cargo de um elemento da banda, Henrique Toscano e o mesmo aconteceu com o artwork e o design, feitos pela mão da Joana Corker, modus operandi muito semelhante a Local Affairs, o registo que os Birds Are Indie editaram há dois anos atrás.

Quanto ao single Black (or the art of letting go), chamo a atenção para o acerto da descrição feita no seu press release que refere ser uma canção que mostra uma determinação materializada num ritmo tenso e intenso, em guitarras sujas e teclados acutilantes. Depois, na letra adivinha-se de imediato uma ironia gerada pelo contraste, algo tão característico dos Birds Are Indie. No refrão e a terminar a música, ouve-se repetidamente: «I never said it's over, I'll never say I want you back». E é nesta decidida indecisão que se inicia mais uma viagem...

De acordo com a mesma fonte, o video do tema foi gravado no Teatro da Cerca de São Bernardo, em Coimbra, por Bruno Pires, com conceito e edição da própria banda. A música e os três Birds Are Indie movem-se entre o preto, o branco e a cor, entre a luz e a sombra, entre a contenção e a explosão, entre a protecção oferecida pela tela e a crueza da máxima exposição. Confere...

Facebook: www.facebook.com/BirdsAreIndie.music
Bandcamp: www.birdsareindie.bandcamp.com
Vimeo: www.vimeo.com/birdsareindie
Youtube: www.youtube.com/user/birdsareindie
Instagram: www.instagram.com/birdsareindie
Blog: http://birdsareindie.blogspot.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:35






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 425


Disco da semana 118#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Março 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.