Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Morrissey – This Is Morrissey

Quinta-feira, 19.07.18

Steven Patrick Morrissey mais conhecido por Morrissey, nasceu em Davyhulme a vinte e dois de maio de mil novecentos e cinquenta e nove e juntamente com o guitarrista Johnny Marr formaram o núcelo duro dos The Smiths, uma banda essencial e prioritária no momento de contar a história da pop e do indie rock oitocentista. Com o ocaso dos The Smiths em mil novecentos e oitenta e sete, Morrissey dedica-se a uma bem sucedida carreira a solo que acaba de ser revista com a edição de This Is Morrissey, uma viagem a discos ímpares, logo a começar por Viva Hate. Nessa sua estreia, um trabalho lançado em março de mil novecentos e oitenta e oito, seis meses após a separação dos Smiths, Morrissey contou com as participações especiais de Stephen Street, produtor de álbuns dos The Smiths e do guitarrista Vini Reilly, dos Durutti Column e as músicas Suedehead e Everyday is like Sunday, presentes neste This Is Morrissey, eram dois dos momentos altos desse registo.

Resultado de imagem para morrissey 2018

Depois de alguns singles como The Last of the Famous International Playboy, Interesting Drug e November Spawned a monster, chega, em mil novecentos e noventa e um, com a ajuda de Mark E. Nevin, dos Fairground Attraction, Kill Uncle e depois começa uma parceria duradoura com os guitarristas Alain Whyte e Boz Boorer, que incubou os registos Your Arsenal (1992), produzido pelo ex-guitarrista de David Bowie, Mick Ronson e Vauxhall and I em (1994). Em mil novecentos e noventa e cinco vê a luz do dia Southpaw Grammar e dois anos depois o excelente Maladjusted. Segue-se um hiato de pouco mais de meia década e em dois mil e quatro, já abrigado pela Sanctuary Records, lança You Are the Quarry, um disco produzido por Jerry Finn e com grande sucesso junto da crítica e do grande público. Sucedem-se Ringleader of the Tormentors (2006) e Years of Refusal, três anos depois, com o músico a fazer uma longa pausa na carreira.

Este hiato de quase uma década é interrompido o ano passado com o álbum Low In High School, surgindo, ao mesmo tempo e no cinema, um filme sobre a sua infância e juventude. Agora, meio anos depois, é lançado este This Is Morrissey, uma colectânea que junta clássicos de estúdio, temas ao vivo e uma mistura alternativa do grande sucesso Suedehead, um registo que serve, acima de tudo, para nos recordar que, por muito que os anos passem, há na discografia de Morrissey uma espécie de luz que nunca se apaga e que a marca da intemporalidade é uma das principais virtudes das criações sonoras de uma personalidade ímpar do panorama cultural britânico. This Is Morrissey é um conjunto de canções sem mácula, muitas delas conhecemos de cor e cantámo-las em coro ou a sós, mais ou menos ébrios, na matiné de uma discoteca ou à volta da fogueira, ou afundados no sofá a lamentar mais uma desilusão amorosa de difícil digestão. Espero que aprecies a sugestão...

Morrissey - This Is Morrissey

01. The Last Of The Famous International Playboys (2010 Remastered Version)
02. Ouija Board, Ouija Board (2010 Remastered Version)
03. Speedway (2014 Remastered Version)
04. Have-A-Go Merchant
05. Satellite Of Love (Live)
06. Suedehead (Mael Mix)
07. Lucky Lisp (2010 Remastered Version)
08. Whatever Happens I Love You
09. You’re The One For Me Fatty (Live)
10. Jack The Ripper
11. The Harsh Truth Of The Camera Eye (2013 Remastered Version)
12. Everyday Is Like Sunday (2010 Remastered Version)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 15:32






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon -Programa 422


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.