Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Hatcham Social – The Birthday Of The World

Quarta-feira, 14.10.15

Toby Kidd, Finnigan Kidd e David Claxton são os Hatcham Social, uma banda britânica oriunda da capital Londres e The Birthday Of The World o quarto trabalho do cardápio de um projeto cujas raízes remontam a 2006, altura em que com a benção de Tim Burgess, o líder dos Charlatans e de Alan McGee, patrão da Creation Records, os irmãos Kidd e Claxton, antigo baterista dos Klaxons, deram o pontapé de saída numa trip sonora que tem mergulhado, disco após disco, num universo sonoro recheado de novas experimentações e renovações e que soa sempre poderoso, jovial e inventivo.

A estreia nos discos dos Hatcham Social ocorreu em 2009 depois de alguns singles de sucesso editados anteriormente. You Dig The Tunnel and I'll Hide the Soil, foi o nome do trabalho de estreia, um álbum produzido pelo já referido Tim Burgess e por Faris Badwan, dos The Horrors. O sempre difícl segundo disco, intitulado About Girls, chegou em 2012 e o elevado apreço por parte da crítica especializada manteve-se, com Cutting Up The Present Leaks Out The Future, no início de 2014, a reforçar ainda mais as elevadas expetativas. Agora, no outono de 2015, o objetivo será, certamente, elevar o trio à escala de fenómeno global, com este The Birthday Of The World, uma esplendorosa coleção de dez canções, particularmente luxuriante, espiritual e hipnótica.

Verdadeiramente desconcertante e com uma produção cuidada, que aposta numa elevada dose de reverb e no típico espírito lo fi, The Brithday Of The World é um disco que faz da sua audição um desafio constante, quer devido ao modo como coloca em causa, permanentemente e sem concessões, o típico formato canção, mas também pela amálgama heterogénea de arranjos, samples e sons que rodeiam e sustentam as suas composições.

Instrumentalmente, desde a bateria ao baixo, passando pelo orgão, o piano, sintetizadores, guitarras, violas acústicas e um arsenal alargado de instrumentos de percussão, é extenso o rol de convidados para esta festa única e lisérgica, aos quais se juntam gravações de sons do nosso quotidiano e com os quais nos podemos identificar pessoalmente e um infinito arsenal de efeitos e sons originários das mais diversas fontes instrumentais, reais ou fictícias. A partir daí, abundam as sobreposições instrumentais em camadas, onde vale quase tudo, mas nunca é descurado um forte sentido melódico e uma certa essência pop, numa curiosa busca de acessibilidade, apesar do conteúdo do disco ser algo rugoso e com possuir a tal forte estética lo fi, havendo o propósito claro de aproximação ao ouvinte, cativando-o para uma audição dedicada.

Logo em Bucket Of Blood, a voz e a diversidade de sons e instrumentos que dão corpo a uma melodia plena de majestosidade e cor, e depois o espraiar cuidadoso das cordas de uma viola, cimentam o combustível que inflama os raios flamejantes que cortam a direito e iluminam o colorido universo sonoro dos Hatcham Social, feito de uma enorme assertividade e bom gosto. Depois o blues rock stoniano de Find A Way To Let In Your Sins (Hit Red Cut A Right), a essência vintage do saxofone e da guitarra de Hanging Rock, toda a herança aditiva e luminosa que o efeito sintético e o espírito barroco da percussão de A New World Calling transportam, ou o puro caos psicadélico que baliza Wondrous Place e depois, ainda nesse tema, num formato mais acústico, se cruza com as cordas de uma viola, efeitos flamejantes e um violino, são outros instantes de The Birthday Of The World que fazem destes Hatcham Social uma banda obrigatória para todos aqueles que da psicadelia, à dream pop, passando pelo shoegaze, o chamado space rock e uma reforçada dose de experimentalismo sem regras e concessões, se deliciam com a mistura de vertentes e influências sonoras, sempre em busca de uma espécie de movimento estético de vanguarda sonoro, que desafia convenções e métodos e com liberdade plena para ir além de qualquer condicionalismo editorial que possa influenciar o processo criativo de um grupo.

Disco desconcertante, The Birthday Of The World oferece-nos uma espécie de monumentalidade comovente através de extraordinários tratados sonoros que resgatam e incendeiam, enquanto plasmam, além do vasto espetro instrumental presente no disco, a capacidade que estes Hatcham Social possuem para compôr peças sonoras melancólicas e transformar o ruidoso em melodioso com elevada estética pop, não havendo escapatória possível desta ode imensa de celebração do lado mais estratosférico da vida. Espero que aprecies a sugestão...

Hatcham Social - The Birthday Of The World

01. Bucket Of Blood
02. Wondrous Place
03. The Struggle That Keeps Us Together (Coming Of Age In The Milky Way)
04. Find A Way To Let In Your Sins (Hit Red Cut A Right)
05. Our Love Will Carry Us Through The Stars (Song For Joanna)
06. Hanging Rock
07. A New World Calling
08. Darling
09. Life In An Endless Love Song
10. Star Woman

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 17:41

HOO HAs - Yankee

Quarta-feira, 14.10.15

Mark (guitarra), Jack (baixo), Adam (bateria) e Jamie (voz) são os HOO HAs, uma banda de punk rock com raízes em Kent, nos subúrbios de Londres e que acaba de ser adicionada ao cardápio da Lost In The Manor.

Os HOO HAs começaram a carreira como tantas outras bandas do género, através de jam sessions improvisadas nos locais mais improváveis, mas este quarteto parece apostado em levar longe o projeto, começando com a edição do single Yankee, já a trinta de outubro, em formato digital.

Yankee são pouco mais de dois minutos de puro dinamite, uma canção explosiva e com uma intensidade algo incomum, tendo em conta o acerto melódico da mesma. Além disso, o vigor das guitarras e o frenesim da percussão não conseguem esconder uma letra particularmente inspirada e incisiva. Confere...

Stop drowning discontent with all that wine, Try to get to bed one night at nine, Surprise yourself by stopping at a line.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 14:07






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon -Programa 422


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.