Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Wavves - V

Domingo, 11.10.15

Poucas semanas após o lançamento de No Life For Me, um disco que resultou de uma parceria com os Cloud Nothings de Dylan Baldi, Nathan Williams está de regresso com o seu projeto Wavves. Assim, Afraid of Heights (2013), o último registo de originais da banda, tem finalmente sucessor, um trabalho intitulado V, o quinto deste grupo californiano e que viu a luz do dia à boleia da Warner Brothers.

Produzido por Woody Jackson, V resgata, sem grandes segredos, truques intrincados ou artifícios desnecessários, um som nostálgico que, como seria de esperar, contém aquela mescla entre surf music e punk rock que bandas como os The Replacements, os Green Day a até os Blink-182, cultivaram e semearam aos sete ventos, exaustivamente no final do século passado. E convém também esclarecer, desde já, que é um indie rock incubado na mente de um músico que não tem, claramente, firmes intenções comerciais, nem uma obsessiva preocupação em vir a fazer parte dos compêndios futuros que compilarem nomes e bandas que serviram de referência essencial ao desenvolvimento da pop e do rock alternativo desta década.

A grande preocupação dos Wavves é, simultaneamente, o seu maior gozo; Oferecer ao ouvinte e ao próprio grupo, canções rápidas e incisivas, de acordes simples e facilmente digeriveis, com refrões orelhudos e intensidade melódica suficiente para divertir uma juventude despreocupada, que vive o imediato e que olha para o amanhã como algo longínquo e que merecerá toda a atenção quando se fizer presente. Até lá, o que importa é curtir ao máximo e este V é uma banda sonora pensada para esse propósito com canções como Way Too Much e Pony, entre outras, a obedecerem a essa fórmula tão legitima como outra qualquer. Se a música faz parte da indústria do entretenimento, V é uma seta apontada diretamente ao centro do alvo desse conceito de animação e que atinge de modo certeiro esse objetivo em All The Same.

Sendo assim, guitarras afundadas em elevadas doses de reverb, com destaque para o desempenho em Flamezszum registo vocal animado e uma bateria sempre frenética, exemplarmente acompanhada por um baixo que se esmera em Redlead e que cumpre sempre à risca a função de acomodar quer o ritmo quer a melodia, constitui a receita instrumental de que os Wavves se serviram para transmitir sensações e ideias tipicamente juvenis enquanto exploram o vasto leque de possibilidades que o punk rock oferece a quem se predispõe, como é o caso, a não colocar entraves e limites na sua exploração.

Disco de audição obrigatória para os apreciadores do género, mas que contém essa limitação de não ser particularmente abrangente, V é uma coleção de canções que obedecem à tradição dos Wavves de oferecerem sempre instantes sonoros capazes de agradar no imediato, enquanto tocam aquilo que realmente gostam e lhes dá prazer. E só por essa faceta genuína e de manutenção de uma integridade que se saúda, é um compêndio sonoro que merece uma audição que deverá ser sempre experimentada de modo divertido e festivo. Espero que aprecies a sugestão...

Wavves - V

01. Heavy Metal Detox
02. Way Too Much
03. Pony
04. All The Same
05. My Head Hurts
06. Redlead
07. Heart Attack
08. Flamezsz
09. Wait
10. Tarantula
11. Cry Baby
12. Fast Ice

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 19:43






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 425


Disco da semana 118#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.