Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mew – + -

Quinta-feira, 04.06.15

Sexto disco da carreira de uma banda que se estreou em 1997 com A Triumph For Man e que alcançou o estrelato em 2003 com o aclamado Frengers+ - (ou Plus Minus) é o novo registo de originais dos dinamarqueses Mew de Jonas Bjerre, que se encontravam em silêncio discográfico desde que em 2009 editaram o excelente No More Stories Are Told Today, mas tendo feito desde então algumas digressões, com a curiosidade de este + - ser o primeiro trabalho deste querteto de Hellerup, em que algumas canções foram escritas em plena época de estrada.

Satellites, o primeiro avanço divulgado de + -, abre o disco com esplendor textural, uma canção com uma belíssima melodia e alguns arranjos distorcidos que trazem de volta a habitual toada ambiental, épica e psicadélica do grupo. Este é um instante sonoro que confirma a boa forma dos Mew e que não defrauda quem estiver à espera, tendo em conta a herança identitária do projeto, de canções coloridas e envolventes. Mas a melhor canção para ilustrar todo este colorido sonoro que a capa tão bem ilustra, é Rows, um longo tema que que decalca com esplendor a cartilha sonora dos Mew, de modo quase sinestético. Mas até chegar a essa Rows podemos apreciar um alinhamento que contém uma série de canções positivas, alegres e bem construídas, alicerçadas em guitarras que, da maior delicadeza à mais implcável das distorções, deambulam por variados registos, de acordo com as emoções de cada tema. Além da guitarra, contamos com um baixo sempre vigoroso, tocado por Johan Wohlert e que em Clinging to a Bad Dream é mesmo o grande protagonista da condução melódica, além de diversas camadas de teclados sintetizados, sofisticados e tecnologicamente avançados. Estes são geralmente replicados com bom gosto e contêm o típico charme que resulta da mistura feita com requinte entre pop e rock progressivo e que os nórdicos propôem melhor que ninguém. Além de Satellites, a sublime melodia que sustenta Witness, o piscar de olhos sintetizado da pop à soul em Making Friends e o refrão irresistível de The Night Believer, um tema que conta com a participação especial vocal da neozelandesa Kimbra, justificam esta minha impressão inicial e o modo assertivo como os Mew, desta vez secundados pelo produtor norte americano Michael Beinhorn, entregam ao mundo canções irresistíveis e implacavelmente cativantes.

Além da já referida Kimbra, outra das participações especiais que encontramos na ficha técnica de + - é Russell Lissack, guitarrista dos Bloc Party, que emprestou os seus dotes interpretativos em My Complication, dando à canção, com a sua guitarra, uma toada roqueira que nos Mew não é tão comum quanto isso e que em Water Slides, principalmente na pujança do refrão, também se pode absorver, quer num caso quer noutro, sempre de forma controlada.

Impecavelmente produzido, vibrante, luminoso e com alguns momentos de absoluta catarse, + - é um regresso em excelente forma deste quarteto dinamarquês aos discos, à boleia de uma paleta de cores intensa e diversificada, que navega entre a luz e a escuridão e o sintético e o orgânico, em dez canções cativantes e que se sustentam numa espantosa solidez estrutural, num misto de euforia e contemplação. Espero que aprecies a sugestão... 

01. Satellites
02. Witness
03. The Night Believer
04. Making Friends
05. Clinging To A Bad Dream
06. My Complications
07. Water Slides
08. Interview The Girls
09. Rows
10. Cross The River On Your Own

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 14:57

Beirut - No No No

Quinta-feira, 04.06.15

Gravado em Nova Iorque, em pouco mais de um mês, durante um período do último inverno particularmente frio, No No No é o novo compêdio de canções dos Beirut de Zach Condon, ao qual se juntam Nick Petree, Paul Collins, Ben Lanz e Kyle Resnick, um trabalho que irá ver a luz do dia a onze de setembro através da etiqueta 4AD.

O primeiro tema divulgado de No No No é o homónimo, uma canção evidencia a nova fase positiva da vida pessoal de Condon, que reencontrou novamente o amor e ultrapassou definitivamente o colapso físico e mental que o músico sofreu em 2013, na Austrália, devido aos seu processo de divórcio.

Para apresentar este novo trabalho, os Beirut vão estar em digressão pela América do Norte e pela Europa. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 14:07






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 415


Disco da semana 106#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.