Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Darkness Falls – Dance And Cry

Segunda-feira, 01.06.15

As Darkness Falls são uma das novas coqueluches do cenário indie do reino da Dinamarca, uma banda descoberta pelo visionário produtor Anders Trentemøller e formada pela dupla feminina Josephine Philip (teclados, voz) e Ina Lindgreen (guitarra, baixo e voz). Depois de em março em outubro de 2011 se terem estreado nos discos com Alive In Us, parece que já há finalmente sucessor. O novo álbum das Darkness Falls chama-se Dance And Cry, viu recentemente a luz do dia, novamente através da HFN Music  e The Answer foi o primeiro tema divulgado do trabalho, assim como o respetivo video.

Trilhando caminhos que vão da electrónica à soul, passando pela pop de câmara e o próprio indie rock, com vários pontos de contacto com o trabalho de nomes como os Massive Attack, Radiohead, The Aloof, UNKLE e Pink Floyd, as Darkness Falls tornaram-se, ao segundo disco, ainda mais expansivas luminosas, sendo notória, durante a audição de Dance And Cry a fusão entre orquestra, electrónica e elementos progressivos, com pontes brilhantes entre momentos de maior intensidade com outros mais intimistas, levando-nos, dessa forma, ao encontro de emoções fortes e explosivas, outrora adormecidas.

A voz doce e resplandescente de Josephine e o sintetizador futurista da sónica Night Games, ou a percurssão tribal e o baixo vigoroso de The Answer são excelentes portas de entrada para a sonoridade geral do disco, onde existe uma tensão latente trasnversal ao alinhamento, apoiada num forte sentido melódico que busca o épico sem desmesurada e incontrolada grandiosidade, privilegiando antes o charme tipicamente feminino, equanto a dupla funde texturas pop tipicas das guitarras dos anos sessenta com a eletrónica, uma mistura harmoniosa e dinâmica de elementos, alicercados na típica melancolia pop que define variados projetos oriundos desta zona da Europa.

O negro sombrio, mas perigosamente sedutor de Liar's Kiss suga-nos para um ambiente intenso e profundamente emotivo, enquanto que as aproximações ao trip hop e à pop em Dance And Cry e à eletrónica retro em Golden Bells, mostram as novas linhas mais complexas com que a música das Darkness Falls agora se cose, porque abarca novos e variados estilos e tendências musicais, mas sem deixarem de soar lineares, porque não se desviam do ambiente sonoro geral e padronizado que as carateriza. O clima tremendamente cinematográfico e biográfico de Dance And Cry agarra-nos pelos colarinhos sem dó nem piedade e suga-nos para um universo pop feito com uma sonoridade preciosa, bela, silenciosa e estranha, que se repete um pouco adiante, em My Father Told Me (He Was Wrong), um registo onde esta mesma voz é acompanhada por um orgão e uma batida que nos afoga numa hipnótica nuvem de melancolia e também nos leva de encontro à tal eletrónica de cariz mais vintage.

O disco chega ao ocaso com as Darkness Falls a mostrarem-se ainda mais arrojadas, já que Midsummer Wail e Thunder Roads transbordam a um certo travo industrial, que a belíssima voz de Josephine aprofunda, com uma carga ambiental assinalável, bem patente no modo como os sintetizadores e a voz se enquadram com a grave batida sintética e repleta de efeitos maquinais.

Dance And Cry tem alma e paixão, é fruto de três anos de intenso trabalho e consegue ter canções perfeitas, com vozes carregadas de intriga e profundidade. Seja por causa de momentos em que a bateria é estranhamente dançante, pela majestosidade dos sintetizadores, ou pela elegância vocal, estamos na presença de um dos álbuns essenciais da pop de cariz mais eletrónico do ano. Espero que aprecies a sugestão...

Darknes Falls - Dance And Cry

01. Night Games
02. The Answer
03. Liar’s Kiss
04. Dance And Cry
05. Golden Bells
06. Darkness Falls
07. Paradise Trilogy I
08. Hazy
09. My Father Told Me (He Was Wrong)
10. Midsummer Wail
11. Thunder Roads

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 18:43

Rob St. John & Woodpigeon - Young Sun / Trouble Comes

Segunda-feira, 01.06.15

5

Disponível em formato digital e vinil através da etiqueta escocesa Song By Toad, Records, de Matthew Young, Young Sun / Trouble Comes é um lindíssimo compêndio de cinco canções lançado no passado dia vinte de abril e resulta de uma colaboração entre Rob St. John e os Woodpigeon, materializada em algumas sessões de gravação realizadas no último ano e com o artwork fabuloso da autoria do artista escocês, natural de Edimburgo, Jake Bee.

Lançamento de pequenas dimensões, mas particularmente bonito, este split de cinco canções agrega uma indie folk com um certo pendor rugoso e psicadélico, abrindo com When You Look For Trouble, Trouble Comes, canção da autoria dos Woodpigeon, com direito a um video editado pelo próprio Rob St. John, com imagens produzidas pela instituição Moody Institute of Science, no longínquo ano de 1951. Aliás, as três primeiras canções do lançamento, inspiradas pela neve e com os Arcade Fire no rolo de influências declaradas, são da autoria dos Woodpigeon de Mark Andrew Hamilton, Graham Lessar e Jonah Fortune e foram todas gravadas numa fria noite de inverno no hotel Hotel2Tango, em Montreal, no Canadá, tendo sido misturadas por Howard Bilerman (The Arcade Fire, Vic Chesnutt, Godspeed You! Black Emperor). Bread Crumbs impressiona pelo som de um telefone antigo e pela harmónica, tocada por Catriona Sturton, uma participação especial neste trabalho.

As duas canções que encerram o split, da autoria de Rob St. John e inspiradas na noções de natureza, lar e família, foram gravadas em Edimburgo, na Escócia, em setembro do ano passado, constando do arsenal instrumental de ambas um orgâo de tubos, uma guitarra com cordas de nylon, um sintetizador analógico e, nas vozes, com as participações especiais de Tom Western, Mark Andrew Hamilton and Ian Humberstone. Confere...

Woodpigeon

When You Look For Trouble, Trouble Comes

The Coldest Winter On Record

Bread Crumbs

 

Rob St. John

Young Sun

Folly

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 18:30






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 415


Disco da semana 106#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.