Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



TOONS - TOONS

Quinta-feira, 10.04.14

Naturais de Brooklyn, Nova Iorque, os TOONS são Matthew Gregory (voz e bateria), Brian Wess (baixo), Davey Jones (voz e guitarra) e Ryan Foster (guitarra) e lançaram no passado dia vinte e cinco de março, através da Old Flame Records, TOONS, um disco homónimo, disponível abaixo para audição e download e possível de ser adquirido em formato cassete, numa edição limitada a trezentos exemplares.

Álbum conceptual, TOONS fala da importância que uma simples vaca leiteira tem na vida destes quatro rapazes que, pelos vistos dão ao leite uma importância algo inédita para quem está mais na idade de elogiar e carburar outros liquidos mais etílicos. Vivendo na cosmopolita Nova Iorque, os TOONS terão frequentes sonhos sórdidos e pouco recomendáveis acerca da pacata e saudável vida no campo e TOONS foi a melhor forma que encontraram de expôr essa curiosa tendência.

TOONS foi misturado por Mike Ditrio e as suas onze canções estão cheias de guitarras que, do fuzz ao grunge, explodem em elevadas doses de distorção, com raízes no rock alternativo da década de noventa. Não há grandes segredos no alinhamento do disco e esse é, decididamente, um elogio que se pode fazer a um álbum divertido e animado, feito por quatro músicos que sonham resgatar a alma de um som com mais de vinte anos e que, muitas vezes tocado com uma certa displicência, mas sempre com uma grande dose de alma e criatividade, marcou indubitavelmente uma geração.

Milkn', o segundo tema do alinhamento de TOONS, é um  dos grandes destaques do trabalho e essencial para se perceber o universo que os TOONS procuram criar neste disco que, até ao final, em Watch We Change, não dá descanso a guitarras que debitam continuamnete melodias certeiras, que vão diretas ao assunto e que impressionam pelas variadas mudanças de direção e por um clima sempre acelerado e festivo.

Canções como Strip Club Blues e What You Back, além das já citadas, exemplificam com precisão que estes quatro músicos são excelentes representantes da melhor herança norte americana atual do rock alternativo que se fazia há uns vinte anos, exímios intérpretes de um noise rock cheio de guitarras distorcidas e inebriantes. Depois há ainda temas mais melódicos, como N.E.T.S. (I Care) e Smile (Sold Out), que mostram um outro lado, também feito de alguma introspeção e de uma complexidade instrumental e lírica que nos envolve e nos faz mergulhar numa animada teia, tecida por uma banda que está no rumo certo para se tornar numa referência essencial do rock alternativo nos próximos anos. Espero que aprecies a sugestão...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:44

My Sad Captains - Best Of Times

Quinta-feira, 10.04.14

Os My Sad Captains são uma banda de rock alternativo natural de Londres, cujo nome foi inspirado por um poema do escritor Thom Gunn. Os membros da banda são Ed Wallis, Jim Wallis, Nick Goss e Dan Davis e lançaram em 2009 Here & Elsewhere, o álbum de estreia. A sete de novembro de 2011, chegou ao mercado Fight Less, Win More, um álbum extraordinário e que divulguei na altura, produzido por Larry Crane, um nome que já trabalhou com Elliot Smith, Cat Power e Stephen Malkmus, entre outros. Esse disco foi lançado através da reputada etiqueta Stolen Recordings. Agora, pouco mais de dois anos depois, chegou aos escaparates Best Of Times, o sucessor.

Logo a abrir, o primeiro tema do alinhamento do álbum, em vez de servir de despedida, é uma canção perfeita para nos introduzir neste disco, através de uma sonoridade simultaneamente enérgica e memorável, parecendo fortemente influenciada por bandas indie americanas, como os Yo La Tengo e os Red House Painters, com a caraterística mistura de detalhes e arranjos que resultaram numa melancolia inebriante, épica e grandiosa. Esse efeito que repete-se em All Times Into One e, com particular ênfase e delicadeza, em Extra Curricular, um belo murmúrio que nasce de um baixo irrepreensível e aventura-se no território do denominado krautrock, devido aos efeitos sintetizados borbulhantes e à batida industrial.

Apesar de algumas canções que sustentam o disco terem uma evidente luminosidade e um apurado sentido épico, há outros momentos mais introspetivos, mas igualmente belos, com especial destaque para o minimal dedilhar da viola na balada All In Your Mind e para a extensa Hardly There, uma canção que nos abraça com uma linha de viola simples, mas que se entranha sem grande esforço. arranjos sintetizados cheios de doçura e uma percussão  a canção In Time, uma das mais sombrias do disco, um tema que impressiona quer devido ao dominio efetivo de uma linha de baixo consistente e da guitarra que impõe uma melodia única e extremamente agradável, quer devido à letra, simultaneamente cândida e profunda.

Best Of Times é um disco que não nos dá tempo para recuperar o fôlego. E tal não sucede por ser demasiado frenético, mas porque são imensos os momentos que proporcionam prazer, conforto e admiração durante a sua escuta. É um disco para ser ouvido e contemplado, um trabalho onde há momentos animados e luminosos, mas também instantes de pausa, de sossego e melancolia, esta, muitas vezes, quase absurda. Tal sofreguidão deve-se, em suma, à consistência com que, música após música, somos confrontados e confortados por melodias maravilhosamente irresistiveis e ternurentas. Espero que aprecies a sugestão...

My Sad Captains - Best Of Times01. Goodbye

02. Wide Open
03. In Time
04. All Times Into One
05. Extra Curricular
06. All In Your Mind
07. Hardly There
08. Keeping On, Keeping On
09. Familiar Ghosts

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 18:20

The Fresh & Onlys - Animal of One

Quinta-feira, 10.04.14

Oriundos de São Francisco e formados por Tim Cohen, Shayde Sartin, Wymond Miles e Kyle Gibson, os norte americanos The Fresh & Onlys preparam-se para regressar aos discos a dez de junho, por intermédio da Mexican Summer, com House Of Spirits, um trabalho com dez canções.

Animal Of One é o mais recente single divulgado do àlbum, uma canção com uma sonorida clássica e tipicamente pop, cheia de detalhes vintage. Confere...

Tracklist:

01. Home Is Where?

02. Who Let the Devil

03. Bells of Paonia

04. Animal of One

05. I’m Awake

06. Hummingbird

07. April Fools

08. Ballerina

09. Candy

10. Madness

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 15:15






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 423


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.