Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Snowbird - Moon

Sexta-feira, 07.03.14

Durante muitos anos Simon Raymonde foi um dos elementos fundamentais para a pop cheia de luz dos Cocteau Twins, mas agora ele tem um novo projeto chamado Snowbird, onde faz dupla com a cantora e compositora Stephanie Dosen. Moon é o disco de estreia da dupla, um trabalho que viu a luz do dia a vinte e nove de janeiro por intermédio da Bella Union (editora fundada por Simon e Guthrie, seu parceiro nos Cocteau Twins) e que conta com as colaborações especiais de nomes tão conhecidos como Ed O’Brien e Phil Selway dos Radiohead e Eric Pulido e McKenzie Smith dos Midlake.

Com uma facilidade singular para elaborar melodias deliciosas, os Snowbird colocaram em Moon o que melodicamente de melhor tem sido feito ultimamente na synth pop. Logo no início do disco fica bem patente a magia que nos irá arrebatar nos minutos seguintes e a imensa cândura que nos irá invadir e fazer levitar durante a audição de Moon. I Heard The Owl Call My Name e All Wishes Are Gone, os dois lindíssimos temas que inauguram o disco, são o paradigma perfeito do que é uma canção repleta de elementos pop, com as cordas, os metais e o orgão sintetizado a assumirem a vanguarda nas composições, não só nestas músicas como em todo o álbum. Porcelain, o primeiro single retirado de Moon, é outro exemplo da capacidade impar desta dupla em criar verdadeiras obras-primas sonoras, uma belíssima canção onde é comovente a fragilidade entre voz e piano. Estes são apenas três exemplos do que podemos encontrar em Moon, temas com uma sonoridade mais introspetiva, mas imensamente rica em detalhes e muito aditiva, com o piano a assumir a primazia na arquitetura melódica e ao nível dos arranjos. Qualquer uma destas canções tem uma natureza contagiante, muito por culpa também da magnífica voz de Stephanie, que já tinha participado em discos dos Massive Attack e dos Chemical Brothers.

A mestria instrumental de Simon e a voz única de Stephanie são a conjugação perfeita entre a técnica apurada e a emoção sentida, a receita eficaz que criou algo etéreo e gentil para os nossos ouvidos, com uma suavidade digna do que encontramos ilustrado na pena branca da capa do disco. Moon convida-nos a fechar os olhos e a respirar pausada e profundamente num universo altivo, percorrido por anjos que ganham vida enquanto dançam ao som de uma dream pop feita de leves instrumentais, com percussões, camadas de sintetizadores e doces pianos.

Não é fácil prever se este disco seria aquilo a que os cocteau Twins soariam hoje caso não se tivessem separado, mas as canções de Moon são verdadeiras obras primas que revivem o que de melhor se podia escutar há uns bons vinte anos, época em que os Cocteau Twins brilharam e período em que terá florescido aquela synth pop que, afundada num colchão de sons eletrónicos, faz da audição deste disco um passeio divertido e, ao mesmo tempo, introspetivo e cheio de charme e bom gosto. Espero que aprecies a sugestão...

Snowbird - Moon

CD 1
01. I Heard The Owl Call My Name
02. All Wishes Are Ghosts
03. Charming Birds From Trees
04. Where Foxes Hide
05. Amelia
06. Bears On My Trail
07. Porcelain
08. Come To The Woods
09. We Carry White Mice
10. In Lovely
11. Heart Of The Woods

CD 2
01. I Heard The Owl Call My Name (RX Gibbs Remix)
02. All Wishes Are Ghosts (RX Gibbs Remix)
03. Charming Birds From Trees (RX Gibbs Remix)
04. Where Foxes Hide (RX Gibbs Remix)
05. Amelia (RX Gibbs Remix)
06. Bears On My Trail (RX Gibbs Remix)
07. Porcelain (RX Gibbs Remix)
08. Come To The Woods (RX Gibbs Remix)
09. We Carry White Mice (RX Gibbs Remix)
10. In Lovely (RX Gibbs Remix)
11. Heart Of The Woods (RX Gibbs Remix)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:28

Eels - Mistakes of My Youth

Sexta-feira, 07.03.14

Continuam a ser revelados novos temas de The Cautionary Tales of Mark Oliver Everett, o décimo primeiro álbum dos Eels, um trabalho que verá a luz do dia no próximo dia vinte e dois de abril, por intermédio da E Works, a etiqueta do próprio norte americano Mark Oliver Everett, um músico e compositor simplesmente conhecido como E e que idealizou e deu vida a uma das mais interessantes e completas discografias do universo sonoro alternativo dos últimos vinte anos.

Depois de há algumas semanas ter sido revelado Agatha Chang, o primeiro avanço de The Cautionary Tales of Mark Oliver Everett, agora chegou a vez de conhecermos Mistakes of My Youth, o décimo segundo tema do alinhamento do disco. À semelhança do que acontece com Agatha Chang, Mistakes Of My Youth marca o regresso dos Eels a uma sonoridade folk eminentemente acustica, melancólica e introspetiva. A canção é uma lindíssima balada nostálgica, com notáveis arranjos de cordas, onde se incluem violinos e uma percussão bastante aditiva. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 12:51






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 392#


Disco da semana 94#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.