Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tilbury – Northern Comfort

Sexta-feira, 17.01.14

Os Tilbury são uma banda islandesa de Reykjavík formada pelo baterista Þormóður Dagsson (Skakkamange, Jeff Who?, Hudson Wayne) no verão de 2010. Inicialmente foi pensado como um projeto a solo intitulado Formadur Dagsbrunar, mas rapidamente projetou-se para uma banda quando a Dagsson se juntaram Kristinn Evertsson (sintetizadores e teclados), Örn Eldjárn (guitarra e voz), Magnús Trygvason Eliassen (bateria) e Guðmundur Óskar Guðmundsson (baixo). O disco de estreia chegou em maio de 2012; Chamava-se Exorcise, foi editado pela Record Records e divulgado por cá. Entretanto já há sucessor; O novo trabalho dos Tilbury intitula-se Modern Comfort e também viu a luz do dia por intermédio da Record Records.

Os Tilbury são uma espécie de super grupo já que aglomera intérpretes que fizeram uma carreira musical consistente noutros projetos importantes do panorama musical local. Um belo exemplo da típica simpatia nórdica, fizeram questão de me enviar o disco de estreia quando souberam da divulgação do mesmo no blogue e por isso havia uma elevada expetativa da minha parte em relação ao novo trabalho desta banda islandesa. De facto, a audição de Northern Comfort remete-nos de imediato para nomes tão fundamentais como, por exemplo, os Belle And Sebastian, até porque os próprios Tilbury confessaram ser uma banda de folk pop. Mas é importante não cair na fácil tentação de avaliar o álbum apenas através dessa bitola, já que  neste Northern Comfort, escuta-se, com alguma insistência, vários detalhes sonoros que nos remetem para uma pop ainda mais etérea, sonhadora e gratificante, da qual os Mercury Rev, por exemplo, são um dos expoentes máximos, mas onde também não faltam arranjos que plasmam uma faceta mais rock, o que faz com que este disco esteja cheio de verdadeiras pérolas sonoras!

À semelhança do disco de estreia, Northern Comfort explora diferentes géneros e novas avenidas musicais, sabe aqueles dias primaveris, feitos com um sol ainda algo tímido e que acorda após um longo inverno; É um álbum fascinante, oriundo de um país que, musicalmente, tem uma comunidade de artistas muito díspar, criativa e flexível, que raramente desilude e que merece toda a tua atenção. Espero que aprecies a sugestão...

Tilbury - Northern Comfort

01. Deliverance
02. Frozen
03. Hollow
04. Turbulence
05. Cool Confrontation
06. Northern Comfort
07. Animals
08. Shook Up
09. Great Expectations
10. Transmission

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 19:09

Primitive Parts - Open Heads

Sexta-feira, 17.01.14

 

Primitive Parts - "Open Hands"

Membros dos Male Blonding, uma das melhores bandas de Punk noise britânicas que nasceram nos últimos anos, Kevin Hendrick e Robin Christian, resolveram deixar temporariamente o parceiro John Arthur Webb para se envolverem num novo projeto. Batizada de Primitive Parts e montada em parceria com Lindsay Corstorphine, do grupo punk Sauna Youth, esta nova banda é um pouco mais experimental do que os grupos de origem dos seus membros.

Open Heads é a primeira amostra concreta dos Primitive Parts, uma canção fortemente influenciada pelo rock alternativo dos anos oitenta, marcada pelas guitarras e pela bateria e por uma elevada vertente melódica.

Este singleSignals, o lado b, chegam ao mercado a dez de fevereiro por intermédio da Sexbeat. Irei ficar muito atento a este projeto. Confere...

Primitive Parts – Open Heads

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 12:57






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 423


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.