Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cults - Static

Sexta-feira, 08.11.13

Já chegou às lojas Static, o segundo disco dos nova iorquinos Cults, uma dupla formada por Brian Oblivion e Madeline Follin. Static foi lançado a quinze de outubro por intermédio da Columbia Records e sucede a um homónimo, editado em 2011.


Static é uma espécie de recomeço para os Cults já que a realidade da dupla é muito diferente daquela que existia na altura da gravação do homónimo de estreia. Atualmente Brian e Madeline estão separados depois de um período de vida conjugal em conjunto, mas essa separação não fez com que o projeto musical se desfizesse. A esse propósito Robert Ham, editor da revista norte americana Paste, escreveu recentemente: Fortunately or unfortunately for Cults, the release of Static is going to be clouded with the news that the couple behind the music—singer/lyricist Madeline Follin and guitarist Brian Oblivion split up last year. What will hopefully rise to the surface for those folks picking through these songs is how strong the music is here. E sobre o mesmo assunto, Heather Fares, jornalista da publicação Allmusic escreveu: ...breakups often provide plenty of songwriting fodder. Writing and performing songs with an ex, as Cults did on their second album, Static, is probably a special circle of hell, but when the results are this good, it's worth it. The album's imagery hints at Madeline Follin and Brian Oblivion's breakup... and yet their music is stronger than ever, balancing the elements they set forth on their debut with fewer gimmicks and more complexity.

Quando se gosta de forma genuína e desinteressada, uma separação sentimental é sempre um momento doloroso na nossa existência, algo que nos marca profundamente e que afeta certamente todas as vertentes da nossa vida, como se houvesse aqui um instante em que temos de ser completamente formatados para que comece tudo de novo. Static gravita muito em redor desta ideia, com as onze canções deste trabalho a criarem um ambiente fortemente melancólico e pouco estável.

A maior diferença para o primeiro disco nem tem a ver com questões melódicas, mas na forma como os arranjos e as vozes cantam versos que falam muito das dores do amor, como se a dupla resolvesse dar as mãos e carpir em conjunto o fato de se terem separado conjugalmente um do outro. Se antes os Cults compunham odes ao amor que os prendia, agora procuram agarrar-se à amizade que ainda os une e tentam, dessa forma, tirar algo de positivo do que aconteceu, talvez até como forma de se justificarem perante si próprios e o mundo, a razão pelo qual os Cults ainda fazem música juntos, apesar desta rutura.

As razões da separação de Oblivion e Follin tiveram muito a ver, de acordo com algumas crónicas, com o impacto do primeiro disco, a extensa digressão que se seguiu e o cansaço que se apoderou de ambos e que provocou situações de tensão e desntendimento entre os dois. Ora, essa ideia de cansaço também está um pouco presente em Static, com o clima luminoso de há dois anos a ser agora substituido por algo mais sujo e desordenado. É como se a banda tivesse abandonado uma zona de conforto e luz, para entrar num outro momento, mais noturno, dominado pela incerteza e pelo medo.

Oblivion assume com a sua guitarra a primazia no processo de condução melódica do disco e, logo a abrir, em I Can Hardly Make You Mine, ele anuncia a base sonora que irá orientar todo o disco, que até não deixa de ter alguns instantes mais comerciais. Destaco a voz e o crescendo de High Road, a delicadeza de So Far e a intensidade de We’ve Got It e da já citada I Can Hardly Make You Mine.

Com um evidente clima sufocante e tenso do início ao fim, Static assume-se como um trabalho inquietante e obscuro, assente numa estética nitidamente depressiva. Assim como parece impossível a reconciliação do casal, também parece difícil que os Cults regressem à fórmula inicial, já que, para o bem, ou para o mal, é tempo de mudança na obra e no rumo deste projeto. Espero que aprecies a sugestão...

Cults - Static

01. I Know
02. I Can Hardly Make You Mine
03. Always Forever
04. High Road
05. Were Before
06. So Far
07. Keep Your Head Up
08. TV Dream
09. We’ve Got It
10. Shine A Light
11. No Hope

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:33

Fossil Collective - Do You Realize (The Flaming Lips cover)

Sexta-feira, 08.11.13

artworks-000061968809-yxf0h7-original

Uma das grandes covers do momento é da autoria da dupla britânica Fossil Collective, a viver a euforia do lançamento do mais recente EP do projeto, intitulado The Water EP. Admiradores confessos dos norte americanos The Flaming Lips, em jeito de celebração resolveram oferecer gratuitamente a sua versão de Do You Realize?, um dos temas mais belos e intensos da banda de Wayne Coyne, que valeu aos The Flaming Lips um Grammy Award em 2000.

A letra intensa e verdadeiramente esclarecedora desta canção não resultará certamente, em termos de efeito hipnótico, se não for cantada por uma voz que realmente a sinta e que não vibre com os altos e maravilhosos sentimentos que ela transmite. Assim, além da vertente instrumental, onde a natureza rock psicotrópica da banda de Oklahoma foi substituida pelo habitual clima folk dos britânicos, pens que o grande mérito desta cover está exatamente na mesma capacidade que tem de tocar e de emocionar, num efeito quase tão amplo e profundo como consegue plasmar o original. E isso deve-se, sem dúvida, à belíssima voz de David Fendick, uma das melhores dentro do género.

Fica esta sugestão, mesmo a calhar para o fim de semana cinzento e outunal que se aproxima. Espero que a aprecies...

Do You Realize – that you have the most beautiful face?
Do You Realize – we’re floating in space?
Do You Realize – that happiness makes you cry?
Do You Realize – that everyone you know someday will die?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 12:40






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 423


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.