Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Work Drugs - Mavericks

Quarta-feira, 03.07.13

Depois de Absolute Bearing os Work Drugs, uma dupla de Filadélfia formada por Louisiana Benjamim e Thomas Crystal, estão de regresso com Mavericks, álbum que viu a luz do dia a dezoito de junho. Além deste Mavericks e de Absolute Bearing, a discografia dos Work Drugs já inclui no cardápio Summer Blood (2010) e Aurora Lies (2011).

Mavericks é um daqueles discos que se ouve em frente à praia enquanto saboreamos uma esplanada virada para o pôr do sol. Aliás, o próprio video do single homónimo, é claro relativamente a essa possibilidade, reforçada pelo conteúdo do disco, fresco e hipnótico e assente numa chillwave simples, bonita e dançável, nem que o façamos no nosso íntimo e para nós mesmos. São dez canções construídas em redor de uma bateria eletrónica, guitarras e sintetizadores às vezes pouco percetíveis mas que dão o tempero ideal às composições.

Apesar destas virtudes no campo instrumental, um dos maiores segredos destes Work Drugs parece-me ser a postura vocal, às vezes um pouco lo fi e shoegaze, mas que dá às composições aquele encanto vintage, relaxante e atmosférico.

Ouvir Mavericks é acompanhar esta dupla norte americana numa espécie de viagem orbitral, mas a uma altitude ainda não muito considerável, numa espécie de posição limbo, já que a maior parte das canções, apesar da forte componente etérea, são simples, concisa, curtas e diretas. Às vezes pressente-se que os Work Drugs não sabem muito bem se queriam que as músicas avançassem para uma sonoridade futurista, ou se tinham a firme intenção de deixá-las a levitar naquela pop típica dos anos oitenta. É certamente nesta aparente indefinição que reside uma importante virtude destes Work  Drugs, uma dupla que espelha com precisão o manto de transição e incerteza que tem invadido o cenário da pop de cariz mais alternativo e independente.

Quando se torna difícil inventar algo novo, a melhor opção poderá passar por baralhar e voltar a dar, de preferência com as cartas muito bem misturadas e os trunfos divididos, talvez num cenário de gravidade zero. No soundcloud da banda podes fazer o download gratuito de algumas canções dos Work Drugs, nomeadamente o single homónimo deste disco. Espero que aprecies a sugestão...

Work Drugs - Mavericks

01. Young Lungs
02. West Coast Slide
03. Sunset On High Street
04. A Measure Of Life
05. Last Flight
06. Payola (Numbers Game)
07. For James
08. Trifecta
09. Tigerbeats
10. Mavericks

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 18:54

Curtas... CXIII

Quarta-feira, 03.07.13

Os norte americanos Obits, uma banda de punk rock de Brooklyn, Nova Iorque, acabam de revelar o primeiro single de Beds & Bugs, o terceiro álbum deste grupo liderado por Rick Froberg. Com uma voz à Mick Jagger, uma letra sobre o poder do dinheiro e guitarras com o habitual registo punk, Taste The Diff é um excelente pronúncio para o disco que vai chegar às lojas a dez de setembro, por intermédio da Sub Pop Records. Confere...


A indie pop dos Architecture In Helsinki está de regresso depois do seu último disco, Moment Bends, ter sido editado em 2011. In The Future é o primeiro avanço para aquele que poderá vir a ser um novo álbum desta banda australiana, um tema produzido por Francois Tetaz, um nome que já trabalhou com Gotye e Kimbra. Confere...

 


 iwontbelong

Depois de há algumas semanas ter disponibilizado Defriended, Beck acaba de divulgar mais um novo tema. A canção chama-se I Won't Be Long, tem a textura instrumental típica das mais recentes propostas de Beck e uma toada pop que nos dexia com enormes expextativas em relação ao próximo disco deste músico norte-americano, um trabalho que poderá ser um dos melhores e mais acessíveis trabalhos da sua carreira. I Won't Be Long será editado como single já a oito de julho próximo. Confere e deixa a tua opinião...

 

O produtor, dj e cantor Moby, divulgou A Case For Shame, single que conta com a participação especial de Cold Specks e que fará parte de Innocence, o próximo álbum desse artista norte-americano. O disco chega às lojas no dia trinta de setembro pelo selo Little Idiot. Innocence será produzido por Mark “Spike” Stent, que já trabalhou com Madonna, U2, Muse, Björk, e Massive Attack. Pela amostra, o álbum promete!

 

Forever chegará às lojas a três de setembro e é o nome do segundo e mais novo registo dos suecos Holograms. Grupo responsável por um dos trabalhos mais sujos e acelerados de 2012, manterá essas permissas no novo álbum já que Meditations, o mais recente single divulgado de Forever, está cheio de guitarras e batidas anárquicas que não nos deixam respirar, em quase três minutos que nos levam até à década de setenta. O novo álbum tem lançamento anunciado pelo Captured Tracks, selo dos Medicine, Soft Metals e Blouse, entre outros. Confere...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 13:00






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 421


Disco da semana 113#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Julho 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.