Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



They Might Be Giants - Nanobots

Sábado, 16.03.13

Conforme anunciei em Curtas... LXXVII os norte americanos They Might Be Giants estão de regresso aos discos, com Nanobots, o décimo sexto álbum da banda e que viu a luz do dia a cinco de março do corrente ano, através da Idlewild Records. Já antes, a vinte e dois de janeiro, tinha sido divulgado um EP com o mesmo nome e que de algum modo antecipava, com três canções, o conteúdo de Nanobots. Atualmente, esta banda de Nova Iorque liderada pela dupla John Flansburgh e John Linnell, conta também na sua formação com Dan Miller, Danny Weinkauf e Marty Beller.

Se analisarmos com distanciamento e amplitude a história do universo indie, facilmente chegaremos à conclusão que os They Might Be Giants são um grupo de músicos com um vasto conhecimento das bases do indie rock e um dos nomes essenciais deste universo cultural sonoro das últimas duas décadas. E merecem amplo destaque porque conseguiram sempre ser originais, dentro do quadro musical que fas parte do ADN da banda e que se sustenta na busca de sonoridades estranhas, bizarras e inovadoras.

Nanobots é mais uma prova concerta da excentricidade deste grupo, da rara graça como combinam e manipulam, com sentido melódico e lúdico, a estrutura de uma canção, algo também plasmado, desta vez, na capa do disco e na duração do mesmo, com vinte e cinco músicas em apenas quarenta e cinco minutos, que nunca sabemos muito bem onde irão parar.

Nanobots divide-se em duas grandes partes, sendo a primeira metade do disco mais luminosa, criativa e feliz. You’re On Fire e Call Your Mom, um instante rockabilly, trazem de volta a refinada ironia da banda, enquanto o lado comicamente educativo e nerd das suas composições está perfeitamente representado, ainda na primeira metade por Nanobots, um tema muito divertido e que chama a atenção pelo pára-arranca das guitarras e as vozes em harmonia, a excelente Black Ops, canção cheia de teclas e uma belíssima percurssão, Tesla e pela nostálgica Circular Karate Chop, tema que abre com um riff clássico e bem oleado.

Na segunda metade temos dez temas, pequenas vinhetas com menos de um minuto que abrangem um vasto universo sonoro, atestando o talento e a variedade musical de um grupo que usa com a mesma mestria cordas, metais e instrumentos de sopro.

Os They Might Be Giants já abandonaram há algum tempo o rótulo de banda para crianças, mas se as crianças os ouvissem diariamente, o mundo seria um local muito mais divertido. Nanobots, um disco sem concessões, está disponível para audição no soundcloud da banda. Confere e espero que aprecies a sugestão...

They Might Be Giants - Nanobots EP

01. Call You Mom
02. Lost My Mind
03. Black Ops

They Might Be Giants - Nanobots

01. You’re On Fire
02. Nanobots
03. Black Ops
04. Lost My Mind
05. Circular Karate Chop
06. Call You Mom
07. Tesla
08. Sleep
09. Stone Cold Coup D’etat
10. Sometimes A Lonely Way
11. Destroy The Past
12. 9 Secret Steps
13. Hive Mind
14. Decision Makers
15. Nouns
16. There
17. Insect Hospital
18. Tick
19. Replicant
20. The Darlings Of Lumberland
21. Great
22. Stuff Is Way
23. Icky
24. Too Tall Girl
25. Didn’t Kill Me


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 16:53






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 423


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.