Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Archive – With Us Until You’re Dead

Quinta-feira, 08.11.12

Os Archive, um colectivo trip hop de doze elementos repartidos por Londres, Paris e Brighton, formado em 1994 por Darius Keeler e Danny Griffiths, regressaram no final do passado mês de agosto, com o lançamento do oitavo álbum de estúdio, intitulado With Us Until You’re Dead. Este coletivo é responsável por alguns dos mais marcantes discos do panorama alternativo dos últimos vinte anos, com destaque para o Londinium de 1996 e Noise de 2004.

Nestas quase duas décadas os Archive tornaram-se talvez no nome maior da vertente mais sombria e dramática do trip hop. Este With Us Until You’re Dead é produzido por Jerome Devoise e naturalmente trilha caminhos que vão da electrónica à soul, passando pela pop de câmara, com vários pontos de contacto com o trabalho de nomes como os Massive Attack, Radiohead, The Aloof, UNKLE e Pink Floyd. Durante a audição do disco é notória uma fusão entre orquestra, electrónica e elementos progressivos, com pontes brilhantes entre momentos de maior intensidade com outros mais intimistas, levando-nos, dessa forma, ao encontro de emoções fortes e exposivas, outrora adormecidas, para depois nos serenar.
Violently, o primeiro single, é uma música negra, bastante poderosa e que conta com a participação especial da estreante Holly Martin, uma moça nova com uma voz bastante apetecível, numa música intensa e poderosa. Este tema, profundamente emotivo e cinematográfico, recebeu um vídeo igualmente perturbador, criado pelo designer gráfico Brian Cannon, responsável por capas de álbum dos Oasis e dos The Verve, entre outros.

Os Archive sempre foram honestos e coerentes na sua sonoridade, seguindo uma linha complexa, porque abarca variados estilos e tendências musicais, mas sempre linear, porque raramente se desviaram deste ambiente sonoro geral que os carateriza. With Us Until You’re Dead tem alma e paixão, é fruto de três anos de intenso trabalho e consegue ter canções perfeitas, com vozes carregadas de intriga e profundidade.

Seja por causa de momentos em que a bateria é estranhamente dançante, pela majestosidade dos sintetizadores, ou pela elegância vocal, estamos na presença do álbum de trip hop do ano. Espero que aprecies a sugestão...

01. Wiped Out
02. Interlace
03. Stick Me In My Heart
04. Conflict
05. Violently
06. Calm Now
07. Silent
08. Twisting
09. Things Going Down
10. Hatchet
11. Damage
12. Rise
13. Aggravated Twisted Fill (Bonus)
14. Soul Tired (Bonus)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 13:06






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon -Programa 422


Disco da semana 114#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.