Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Get Cape. Wear Cape. Fly. – Maps

Quarta-feira, 30.05.12

Começa a ser hábito os jogos de vídeo servirem de inspiração para algumas bandas e projetos como os Games e a discografia de Owen Pallett são provas que elucidam esta tendência. Esse também é o caso de Sam Duckworth, natural de Essex, Inglaterra; Aos dezoito anos decidiu que iria viver da música e adoptou para o seu projeto o peculiar nome Get Cape. Wear Cape. Fly., retirado de um artigo da revista de jogos de vídeo ZX Spectrum. Pouco depois consegue um contrato com a Atlantic Records e em 2006 estreia-se nos discos com The Chronicles Of A Bohemian Teenager. Agora, dois discos depois dessa estreia e de uma aventura a solo, regressou com Maps, lançado no passado dia sete de maio pela Cooking Vinyl / Pias Spain.

Desde 2006 que Sam sugere-nos narrativas emocionais e tenta criar a sua própria marca de indie alegre e extrovertida, através da guitarra. Maps não deve ser levado demsiado a sério e o single The Real McCoy é para ser cantado até à exaustão como se tratasse de um dos melhores momentos da brit pop. Mas também destaco The Joy Of Stress, cuja abertura, assente num paino, demonstra a versatilidade musical deste compositor londrino e a colaboração com o MC Jhest em  The Long And Short Of It All, uma boa canção hip hop e com um refrão memorável.
Em suma, Maps é uma pequena súmula de alegre indie-pop, ideal para se ouvir quando o sol finalmente decide ir dormir. Espero que aprecies a sugestão...

 

01. The Real McCoy
02. Vital Statistics
03. Daylight Robbery
04. Call Of Duty
05. The Joy Of Stress
06. Snap
07. The Long And Short Of It All (Feat. Jehst)
08. Offline Maps
09. Easy (Complicated)
10. Home

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:43

Curtas... XXXVI

Quarta-feira, 30.05.12

Quem estava habituado à folk ligeira do último álbum dos Six Organs of Admittance, Asleep on the Floodplain, de 2011, talvez se desiluda com os rumos que o músico Ben Chasny parece ter escolhido para o próximo álbum deste projeto sempre experimental. Em Waswasa, novo single da banda norte-americana, não há violas acústicas e etéreas, mas guitarras firmes, batidas secas e um jogo de sons talvez impossível de ser imaginado dentro do contexto do último álbum. A música fará parte do disco Ascent, que deve ser lançado somente em agosto.

Six Organs of Admittance, "Waswasa" by selftitledmag

Uma das bandas mais divertidas da cena californiana, os Lemonade, divulgaram duas novas canções, Neptune e Softkiss, e que farão parte do segundo álbum de estúdio da banda, Driver, que será lançado no dia vinte e nove de maio. Com batidas quentes, eróticas e um toque tropical, Neptune segue boa parte das referências testadas pelo grupo há quatro anos, quando apresentaram ao público o primeiro disco.

Ainda fazendo o mesmo uso de sintetizadores e batidas quentes, Softkiss puxa o grupo para uma sonoridade levemente melancólica e nostálgica e boa parte da canção remete-nos diretamente para os sons dos anos oitenta. Driver deverá ser um dos grandes álbuns de 2012. Quente.

 

Os California Wives são uma banda natural de Chicago que se prepara para editar o álbum de estreia depois de terem assinado recentemente pela Vagrant Records. Apesar de o álbum ainda não ter a data de saída definida, já é conhecido Marianne, o primeiro single, disponível para download gratuíto no soundcloud da etiqueta. Gostei imenso desta canção e a banda já está referenciada para uma escuta atenta do disco, logo que veja a luz do dia.

California Wives - Marianne by Vagrant Records

 

Os Kaiser Chiefs investiram fortemente no video de Listen to Your Head, lançado no passado dia vinte e seis de maio, feito para divulgar a coletânea Souvenir: The Singles 2004-2012.

O filme, dirigido por Mattias Erik Johansson, simula o trailer de um thriller de cinema, com uma super produção, um elenco considerável e perseguições de carros, por exemplo.

 

A versão deluxe de Destroyed, o mais recente disco de Moby, foi editada recentemente e traz dois discos a mais, sendo um com músicas inéditas e versões da originais do álbum e outro com cinco vídeos interativos. Uma preciosidade para os fãs, nomeadamente o single The Poison Tree, onde Moby pisa o terreno sonoro que solidificou e assegurou desde Play, em 1999.

Moby - The Poison Tree

01. The Poison Tree
02. The Poison Tree (David Lynch Remix)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 13:05






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 435


Disco da semana 125#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.