Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tindersticks – The Something Rain

Quarta-feira, 22.02.12

Os Tindersticks, uma das melhores bandas que surgiu na Inglaterra nos anos 90 e que trouxeram para o rock independente e alternativo uma elegância sombria inimitável, completam em 2012 vinte anos de uma carreira irrepreensível e acabam de lançar The Something Rain, o novo álbum deste grupo de Nottingham. O disco foi gravado ao longo de um ano, de maio de 2010 a agosto de 2011 e misturado em setembro e outubro passados. Foi, de acordo com o grupo, um tempo de experimentação, de pesquisa e de aperfeiçoamento de uma nova forma de fazer música. O disco saiu na passada segunda feira, dia vinte e um de fevereiro, pelos selos Constellation (nos EUA e Canadá), City Slang (na Europa) e Lucky Dog, etiqueta da banda, no Reino Unido e sucede ao excelente Falling Down A Mountain, de 2010 e à caixa Claire Denis Film Scores 1996-2009, com as canções dos Tindersticks para as bandas sonoras dos filmes de Claire Dennis, lançada em 2011.

Em The Something Rain, Stuart Staples e companhia assentam as canções em arranjos sofisticados e numa pose teatral e dramática, quase sempre personificada na voz do lider da banda, sendo a sonoridade global do disco bastante jazzística e complexa. Pianos, metais e xilofone, são instrumentos presentes e muitas das músicas, além de serem longas (Chocolate abre o disco com nove minutos), andam lado a lado com a guitarra, baixo e bateria. Toda esta míriade instrumental originou canções densas e elaboradas, ricas em pequenos detalhes e muitas delas deliciosamente hipnóticas.

O primeiro single do disco é a já citada Chocolate, uma história de amor pontuada por saxofones exclamativos e que não poderia ser guardada para o fim; Foi usada e bem para abrir um disco que corre depois, caudaloso e reverente, até à soul mais sombria, de forma bastante sedutora. De seguida, Show Me Everything traz de volta o melhor da voz de Staples e tresanda subtilmente ao funk dos anos setenta carregado de classe, devido à adição da voz feminina e de uma guitarra nervosa que corta a direito toda a canção. Show Me e Frozen são duas canções carregadas de virilidade e com um intenso odor quase sexual, que me fazem achar que Staples é um dos maiores poetas do meu tempo.

The Rain Something acaba por encarnar ideias como o auto isolamento e a obsessão, mas isso não tem de ser visto com algo depreciativo porque se nos deixarmos invadir pela atmosfera sedutora destas canções, poderemos descobrir o que delimita alguma decadência pessoal e estrutural que exista dentro de nós, para então depois conseguirmos apreciar devidamente tudo aquilo que de belo existe em nosso redor e acima de tudo na pessoa que amamos.

Poucas bandas igualam os Tindersticks nesta capacidade de envolver o ouvinte, pintar um quadro sonoro tão concreto e cercar-nos, com a sua música, de sensações tão reais como nós próprios e os nossos medos e euforias. A banda regressa a Portugal para dois concertos, no Festival Para Gente Sentada, em Santa Maria da Feira, e no Cinema São Jorge, em Lisboa, nos dias 25 e 26 de Março, respectivamente. Espero que aprecies a sugestão... 

01. Chocolate
02. Show Me Everything
03. This Fire Of Autumn
04. A Night To Still
05. Slippin’ Shoes
06. Medicine
07. Frozen
08. Come Inside
09. Goodbye Joe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 19:31






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 421


Disco da semana 113#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.