Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Kele Okereke - The Hunter EP

Sexta-feira, 18.11.11

Depois de ter dado vida a alguns dos maiores clássicos musicais da última década ao lado dos antigos parceiros do Bloc Party, o britânico Kele Okereke resolveu mudar o visual e o seu estilo musical para tentar surgir como uma espécie de novo ídolo da música eletrónica. A estreia numa carreira a solo deu-se com The Boxer, um disco que comprovou logo a ter sido um erro imenso esta viragem. Hunter, um novo EP lançado no passado dia sete de novembro, é uma tentativa de Kele tentar desenvencilhar-se desse erro e encontrar o rumo certo.

O grande problema deste músico britânico não está no querer buscar uma nova sonoridade ou de optar por fazer algo diferente, mas nos excessos gerados a partir disso. E antes de avançar mais na minha análise, adianto desde já ter sido enorme a desilusão relativamente ao conteúdo deste EP, o que demonstra que a tal tentativa de emendar a mão, não deverá ser bem sucedida.

As três primeiras músicas do disco, What Did I Do?, Release Me e Devotion, conseguem ter alguma substância e assim garantir algum crédito ao músico; Ouve-se electropop com toques de dubstep bem produzido na primeira faixa que tem a participação especial de Lucy Taylor na  voz, house music competente na segunda e interessantes doses de experimentação na terceira. No entanto, as composições seguintes desmoronam completamente esse frágil edifício a partir do qual poderiam, futuramente, partir boas indicações sonoras para os prózimos trabalhos do antigo vocalista dos Bloc Party. Dali em diante o álbum parece cair num precipício, desgovernado e sem hipótese de redenção.

Em Goodbye Horses, uma cover de um original de Q Lazzarus, de 1988, há uma tentativa do britânico em desenvolver uma espécie de indie rock eletrônico mas pouco convincente e depois, nas faixas seguintes, temos apenas mais do mesmo, com Kele, em Love As A Weapon, a cantar uma letra muito pouco melódica e atrativa, alicerçada numa sonoridade pretensiosa.

Em suma, reitero o meu enorme desapontamento durante a audição de Hunter, sublinhado pelo fato dos Bloc Party serem uma das minhas bandas preferidas desta década e de ter saudades de um novo disco deles. No entanto, se for para seguir esta sonoridade, talvez seja preferível continuar a alimentar a ausência da banda através da audição dos seus discos mais emblemáticos. além da já referida participação de Lucy Taylor, os Sub Focus, Fred Falke, os RAC e os QNESS são outros artistas que colaboraram com Okereke em Hunter. Pode ser que tu aprecies esta sugestão...


What Did I Do? feat Lucy Taylor
Release Me
Devotion
Goodbye Horses
Cable's Goodbye
Love As A Weapon
You Belong To Someone Else

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 16:14






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 392#


Disco da semana 94#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.