Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Neon Indian - Era Extraña

Terça-feira, 04.10.11

Conforme referi a 24 de agosto, após Psychic Chasms, disco de estreia lançado em 2009, Alan Palomo aka Neon Indian, lançou no passado mês de setembro  Era Extraña através da Static Tongues. Nessa altura o compositor revelava o segundo single, Polish Girl, uma canção de amor carregada por uma atmosfera sintética, mas bastante dançável, já depois de em julho ter disponibilizado Fallout, uma canção nebulosa, densa, sensual, sofisticada e extremamente experimental. Este Era Extraña foi escrito e gravado em Helsínquia, na Finlândia e produzido por Dave Fridmann, o lendário produtor indie que já trabalhou com nomes como os Mogwai e os Flaming Lips, entre outros.

 

Depois do tremendo sucesso que foi Psychic Chasms, o álbum de estreia lançado em 2009, a expectativa era muita. Esse ano caraterizou-se sonoramente pelo lançamento nos Estados Unidos de inúmeros discos inspirados pelo clima caloroso do verão norte americano e trouxeram de volta uma série de géneros que fizeram sucesso em estações passadas, com destaque para o surf rock. Neon Indian e o seu disco de estreia vieram deitar um pouco de água na fervura e acrescentar tempero, proporcionando a esse movimento um toque de originalidade e nostalgia.

A tal expetativa não sai defraudada em 2011 porque nota-se uma clara evolução nestes dois anos e este Era Extraña é um trabalho mais estruturado e coerente, como se tivesse acontecido aqui um processo de profissionalização. Construído à base de calorosos sintetizadores e contagiantes guitarras, a sonoridade do disco faz-me lembrar a synth pop dos anos 80 e uma ligeira influência de bandas mais recentes, com destaque para os LCD Soundsystem.

O disco alicerca-se na composição instrumental tripartida Heart: Attack, Heart: Decay e Heart: Release, que vai dando o mote ao longo da audição, conjugando  o psicadélico com os anos oitenta. Em Polish Girl, que como referi é tão divertida e dançável que se torna viciante e em Blindside Kiss e Halogen (I Could Be A Shadow), existe uma harmonia perfeita entre os sintetizadores que resulta em deliciosas e enérgicas melodias. Destaque-se também a magia de Fallout, um pouco mais sombria, mas não menos genial.

Cada composição lançada ao longo do novo trabalho parece partilhar de uma mesma sonoridade, ritmo e fluência, fazendo com que independente do ponto do álbum em que resolvamos aportar, seremos sempre recompensados por uma sonoridade similar.

Com efeito, este é um álbum mais sério que o seu predecessor, não por ser menos sombrio, divertido, enérgico e iluminado, mas por trespassar maior nostalgia e solidão. Alan compõe um sentimento confuso de perda e de mágoa e cria uma atmosfera paradoxal, por ser sonhadora e melancólica, mas envolta num nevoeiro dançável e contagiante.

Resumindo, depois de ouvir este álbum, uma análise fria à carreira deste músico texano diz-me que por mais que ele tenha procurado sonoridades e temáticas distintas nos dois discos, tanto Psychic Chasms como Era Extraña partilham a mesma experiência musical, como se um álbum completasse o outro. São ambos tocados por uma musicalidade intencionalmente amadora, que artificialmente se projeta através de frequências lo-fi; O ponto sonoro de oposição é que neste Era Extraña o produtor explora um tipo de som mais empoeirado e descartou os sintetizadores ensolarados e os tiques de limpidez instrumental de outrora.

No fundo, cada uma das doze canções estão carregadas por uma certa dose de despedida e melancolia porque à medida que o sol se despede o ritmo das músicas baixa, o que faz deste Era Extraña uma espécie de último e já fino raio desse sol de um verão que está a estender-se para lá da validade e que talvez agora fique encerrado.

01. Heart: Attack 00:56
02. Polish Girl 04:24
03. The Blindside Kiss 03:33
04. Hex Girlfriend 03:16
05. Heart: Decay 01:44
06. Fallout 03:32
07. Era Extraña 02:57
08. Halogen (I Could Be A Shadow) 04:35
09. Future Sick 04:47
10. Suns Irrupt 05:28
11. Heart: Release 02:05
12. Arcade Blues 04:46

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 21:35






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 423


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.