Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Levi's, NY - SF & Hard Rock Café, Marbella

Quarta-feira, 18.08.10

Tem feito enorme sucesso um novo anúncio da Levi's e que já leva, em poucos dias, mais de três milhões de visualizações no Youtube.

No referido anúncio, onde a única referência à minha marca de roupa preferida são as calças usadas pelo protagonista, o mesmo percorre os EUA, de costa à costa, em menos de 2 minutos, passando por pontes, estradas, ruas, monumentos famosos e outros símbolos do país, numa viagem que tem início em NY e termina em SF, Califórnia.

Os passos do jovem parecem mágicos, conseguidos através de duas técnicas cinematográficas que descobri chamarem-se stopmotion e timelapse. E a banda-sonora é excelente e adequada, apesar de ainda não ter conseguido identificar o autor. É impossível ficar indiferente a este anúncio porque, apesar do objectivo comercial subjacente ao filme, todo um país é retratado de forma bastante simples, original e concisa. Confere;

 

Entretanto chegou-me ontem esta foto, directamente do Hard-Rock Café de Marbella que, por razões óbvias, não resisto a partilhar.

Obrigado Mariline, abraço ao graúdo e miúdos e continuação de boas férias!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 13:35

Suede de volta...!?

Segunda-feira, 16.08.10

Um dos regressos mais saudados este ano são a maior alternativa que a música britânica apresentou à dupla Blur vs Oasis pela hegemonia da brit-pop; Refiro-me, como é natural, aos londrinos Suede. Brett Anderson, Richard, Simon, Mat e Neil voltaram a tocar juntos, algo que já não acontecia desde 2003.

No passado dia 7 de Agosto a banda deu mais um concerto no Festival Smukfest, em Skanderborg (Dinamarca), o quarto este ano. O primeiro foi no Royal Albert Hall, em Londres, dia 24 de Março, inserido numa campanha de apoio à organização Teenage Cancer's Trust. Antes da Dinamarca, ainda tocaram no 100 Club também em Londres e no The Ritz em Manchester. Portanto, o Festival Smukfest foi o primeiro concerto fora de solo britânico o que poderá, quem sabe, indiciar uma futura tournée europeia, talvez no próximo verão!

O canal oficial da banda no Youtube disponibilizou um vídeo filmado pelo público de Can't Get Enough, onde no final fim ouvimos Brett Anderson a dizer We're back.

 

Fica o alinhamento do concerto em Skanderborg;

 

She
Trash
Filmstar
Animal Nitrate
Heroine
Pantomime Horse
Killing Of A Flashboy
Obsessions
Can't Get Enough
Everything Will Flow
She's In Fashion
The Living Dead
The Asphalt World
So Young
Metal Mickey
The Wild Ones
New Generation
Beautiful Ones

Encore:
Saturday Night

 

Aprecio esta banda e fixei o espectáculo a que assisti, em 1999, na primeira parte dos R.E.M.. Gosto do som deles e da atitude; Eram e ainda são uma banda com estilo e provam que houve mais na Brit Pop do que os Oasis e os Blur.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 22:06

The Walkmen - Stranded

Sábado, 14.08.10

 

Os americanos The Walkmen acabam de divulgar Stranded, o single de apresentação do seu mais recente disco, que sairá dia 14 de Setembro, publicado pela Fat Possum. No entanto, a grande curiosidade deste novo álbum da banda é o seu título, Lisbon.

Em declarações recentes, o grupo afirmou que grande parte do disco foi inspirado e composto em viagens que fizeram à nossa capital, onde tocaram, em 2008 no Super Bock em Stock e em 2009 no Super Bock, Super Rock, funcionando o título como homenagem.

A banda tem tocado Stranded e outros temas de Lisbon em vários concertos, com especial destaque para o Pitchfork Music Festival e um espéctaculo memorável no Lollapalooza Grant Park, em Chicago, no passado dia seis de Agosto.

 

Aproveito para referir que os The Walkmen surgiram em NY, no ano de 2000, através da junção de três membros dos já extintos Jonathan Fire*Eater; Refiro-me a Paul Marron, Walter Marin e Matt Barrick. Também fazem parte dos The Walkmen dois ex-membros dos The RecoysPeter Bauer e Hamilton Leithauser

Esta é uma banda que começa a ganhar cada vez mais relevo e notoriedade do universo índie, com uma sonoridade original e bastante peculiar e que tem a particularidade de apreciar o uso de instrumentos vintage, especialmente de sopro e pianos.

Fica a capa e o alinhamento de Lisbon;

walkmen-lisbon

01. Juveniles
02. Angela Surf City
03. Follow The Leader
04. Blue As Your Blood
05. Stranded
06. Victory
07. All My Great Designs
08. Woe Is Me
09. Torch Song
10. While I Shovel The Snow
11. Lisbon

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por stipe07 às 14:12

Grinderman - Grinderman 2

Sexta-feira, 13.08.10

De hoje a um mês, dia treze de Setembro, será lançado pela Mute o segundo álbum de estúdio dos Grinderman, banda liderada pelo músico e compositor australiano Nick Cave e que conta na sua formação com mais músicos provenientes do projecto mais conhecido do cantor, os Nick Cave and The Bad Seeds. O disco irá chamar-se Grinderman 2, e já foi gravado em 2009 nos estúdios State of Ark (Londres). A produção do mesmo esteve a cargo dos próprios Grinderman e de Nick Launay que também misturou o disco no British Grove (Londres), em Agosto do ano passado e no Seedy Underbelly (LA) já em Abril deste ano.

Grinderman 2 vai suceder a Grinderman, o álbum de estreia, lançado em 2007 e que deu a conhecer o projecto Grinderman. Recentemente Nick Cave afirmou que a maior inspiração para o som do álbum foi a música de Miles Davis composta no final dos anos setenta e que caracteriza como caos maligno improvisado.

O primeiro single, Heathen Child, acaba de ser divulgado, assim como o vídeo oficial. Confere;

 
 

 

 

Deixo também os trailers do álbum e que desvendam a sonoridade de Grinderman 2;

 

Trailer 1 - realizado por John Hillcoat

Trailer 2 - realizado por John Hillcoat

Trailer 3 - realizado por Ilinka Hoepfner

 

Após a edição do disco, os Grinderman fazem-se à estrada para uma digressão europeia que, para já, não inclui Portugal. Fica a capa bastante original e sugestiva, assim como o alinhamento do disco;

 

1. Mickey Mouse and the Goodbye Man 

2. Worm Tamer

3. Heathen Child

4. When My Baby Comes

5. What I Know

6. Evil

7. Kitchenette

8. Palaces Of Montezuma

9. Bellringer Blues  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 13:33

Beck de volta (?) & Life During Wartime

Quinta-feira, 12.08.10

 

Numa entrevista recente ao site Pitchforkmedia Beck revelou que tem trabalhado nos últimos dois anos em novas músicas e que daqui a poucas semanas os fãs poderão ouvir os resultados dessas gravações. E quando questionado sobre possíveis datas, respondeu: É o tipo de situação em que viro costas e já se passaram dois anos e o que fiz já parece pouco relevante, tendo em conta o panorama geral. Por esta altura, se calhar já há cinco bandas que fizeram algo que, há dois anos, parecia excitante e fresco. Por exemplo, o título deste disco ia ser Rococo e agora os Arcade Fire têm uma música com esse nome. Mas tenho a certeza que a música será editada.

Seja como for, o músico californiano confessou também que irá tentar terminar as músicas e a partir do momento em que as considere suficientemente boas, avançará certamente para o lançamento de um disco.
Entretanto Beck tem-se desdobrado em colaborações com diversos artistas como Charlotte Gainsbourg (Confere), Stephen Malkmus, MGMT ou Bat For Lashes e no seu site podemos apreciar o resultado dessas colaborações.
A mais recente foi com Devendra Banhart de onde resultou Life During Wartime, uma canção escrita por Todd Soldonz e usada na banda sonora do filme homónimo, realizado pelo mesmo. Confere-a...

 

 

Não me vou alongar sobre Life During Wartime, até porque não tem estreia prevista em Portugal. No entanto e pelo que li, é a história de Trish, uma mulher prestes a casar segunda vez, divorciada de Bill, um preso pedófilo e com quem teve dois filhos. Trish está animada com a oportunidade de colocar em sua casa um novo marido para ajudá-la a cuidar dos seus dois filhos. Os problemas têm início quando Bill sai da cadeia e começa novamente a atormentar a vida da sua ex-mulher e dos seus filhos.

 

 
Life During Wartime é pois uma comédia dramática que retrata de forma bastante crua uma sociedade norte-americana perversa e solitária, onde a pedofilia, o incesto e o suicídio convivem na mesma família. O foco do filme cai sobre o esquecimento e o perdão, e a forma como as personagens lidam com o passado. Há vários diálogos que se focam exactamente nessa dualidade, enquanto as pessoas envolvidas tentam decidir qual a melhor maneira de estar na vida. É, como todos os filmes de Solondz, um mescla de várias histórias centradas em relações, temperada com um humor muito característico, daquele que provoca mais desconforto do que propriamente riso.

Realizador: Todd Solondz

Argumento: Todd Solondz

Intérpretes: Shirley Henderson, Michael K. Williams, Roslyn Ruff, Allison Janney, Michael Lerner, Dylan Riley Snyder, Ciarán Hinds, Paul Reubens, Emma Hinz, Charlotte Rampling, Ally Sheedy

Site Oficial: clique aqui

 

Nos links que se seguem, poderás aceder a informação variada sobre outras colaborações recentes de Beck com diferentes músicos;

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 22:07

The Voice Project

Quarta-feira, 11.08.10

No vídeo abaixo podemos ver Mike Mills, guitarrista dos R.E.M., a tocar Sing Their Souls Back Home, um original de Billy Bragg que Mills adaptou para o The Voice Project.

Este projecto teve origem num movimento de mulheres africanas que pretendem chamar a atenção do mundo para uma guerra que há vinte e cinco anos assola o sul do Sudão, norte do Ruanda e no Congo, onde têm sido praticadas verdadeiras atrocidades e crimes contra a humanidade, com milhares de vítimas. E muitas delas foram violadas ou perderam filhos, raptados pelos senhores da guerra envolvidos neste conflito de raízes étnicas.

Com The Voice Project, estas mulheres têm-se feito ouvir, quer nos seus países, quer no mundo inteiro, num esforço meritório para se aquilatar até onde poderá ir a simples força de várias vozes em uníssono.

A grande virtude do The Voice Project está na forma como funciona. É uma corrente musical de covers entre artistas de todo o mundo; Algumas canções interpretadas por estas corajosas mulheres foram o primeiro elo da cadeia; De seguida, um artista A fez uma cover de uma música de um artista B escolhido por si; o artista B aceitou o desafio e fez uma cover de uma música de um artista C e assim sucessivamente. E a corrente ainda não terminou...

Todas estas covers  têm sido registadas em vídeo no site do projecto (ver link no início deste texto), onde poderás conhecer a última cover adicionada e a corrente de músicas. Fica um exemplo e o vídeo citado;

The Voice ProjectThe Voice ProjectThe Voice Project

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 22:06

Separados à Nascença #3

Segunda-feira, 09.08.10

John Malkovich - Actor e Realizador.

 

Michael Stipe - Vocalista dos R.E.M.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 14:07

Fanfarlo de Regresso.

Sexta-feira, 06.08.10

A banda de indie-folk Fanfarlo, de origem britânica mas liderada pelo sueco Simon Balthazar, vem a Lisboa, dia sete de Setembro, para um concerto no Lux. Será a primeira actuação da banda fora de festivais, visto a banda ter tocado no SWTmn 2008. Os bilhetes foram colocados ontem à venda e custam 20 euros.

Os Fanfarlo foram uma das boas surpresas de 2009, com Reservoir, o seu disco de estreia, produzido por Peter Katis, que tem trabalhado com nomes tão familiares como os Interpol e The National.

Aguarda-se com expectativa o sempre difícil segundo álbum.

Fica Ghosts, a minha música preferida de Reservoir;

 

They stayed put in their houses
Or moved to higher grounds
There are ghosts by the reservoir
No one wants them round any more
They’ve put a spell
For the dam to break
They’ll tell you all about the day when it came
What it took away
In 1922

It caused a drought
It caused a flood
It came to change us all for good

Do I look like someone?
I’ve heard the voices through the floor
In a strange cold language
They’re planning out a war

So tap into the mainline
And tell me all the secrets
Of a world you once lived in
That your heart could not swallow
The sky is so shallow
It’s late, you’ve been working hard
Drive down to the reservoir

It caused a drought
It caused a flood
It came to change us all for good
Despite the years they’re still around
Have we fallen out for good?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 14:24

Grown Ups

Quinta-feira, 05.08.10

A ideia era irmos ver The Ghost Writer ou Inception, mas Grown Ups acabou por ser a escolha... Feliz!

Ao contrário do que possa parecer, Grown Ups não é mais uma daquelas comédias que divertem no momento e rapidamente se esquecem quando a sala de cinema fica para trás! É um filme para todas as idades, literalmente, com um argumento muito inteligente, bem escrito e  com actores talhados para o mesmo.

Viver é crescer, mas também é saber nunca perder o melhor que temos dentro de nós, mesmo que a dita fase adulta da nossa vida possa, à primeira vista, tendo em conta as responsabilidades pessoais e profissionais que vamos assumindo, ser factor restritivo da prática desse melhor de nós mesmos!

Brincar, ter amigos e pessoas que nos amam e com quem podemos partilhar o que temos de melhor, assim como as nossas fraquezas e defeitos e mesmo assim saber que podemos contar com eles para toda a vida, é um dos nossos maiores tesouros. Por isso, numa época em que muitas crianças desaprenderam, ou melhor, parece que nunca aprenderam a brincar e os adultos se esquecem ou se envergonham do que foram e fizeram no passado, ver este filme pode ajudar a reviver alguns dos melhores momentos da nossa infância, a relembrar também amigos que estão distantes, assim como despertar de novo a vontade de mostrar a criança que todos temos! No fundo... viver tudo para que no fim não sintamos remorsos de nada!

Recomendo Grown Ups vivamente...

 

Fica a sinopse;

Com Adam Sandler, Kevin James, Chris Rock, David Spade e Rob Schneider, esta é uma comédia sobre cinco homens que em crianças eram os melhores amigos, e que agora se juntam de novo para passar o fim-de-semana do feriado de 4 de Julho, e conhecer as respectivas famílias. No entanto, rapidamente vão perceber que ser adulto, não significa ter crescido...

 

 

 

  • Título Original: Grown Ups
  • Intérpretes: Kevin James, Chris Rock, Adam Sandler
  • Realização: Dennis Dugan
  • Género: Comédia
  • Ficha Técnica: Duração: 1h42m | Origem: EUA
  • Site Oficial: Internacional
  • Autoria e outros dados (tags, etc)

    tags:

    publicado por stipe07 às 23:36

    Zero 7 - Record

    Quarta-feira, 04.08.10

    A dupla britânica de trip-hop Zero 7, formada por Henry Binns e Sam Hardaker, acaba de editar a sua primeira compilação intitulada Record. O disco contém no alinhamento uma selecção dos quatro álbuns de originais da banda; Simple Things (2001), When it Falls (2004), The Garden(2006) e o mais recente Yeah Ghost (2009), disco que comentei AQUI.Sam & Henry formaram os Zero 7 em finais dos anos 90, depois de trabalharem juntos num estúdio de Londres onde descobriram gostos musicais similares e uma enorme empatia.

    Após arriscarem fazer algumas remisturas (Destaque para Climbing Up The Walls, dos Radiohead) e vários Eps, lançaram, em 2001, o elogiado Simple Things, álbum onde a mistura bem doseada entre a electrónica, o trip hop e o acid jazz arrancaram aplausos da crítica e arregimentaram desde logo uma fiel legião de fãs, na qual me incluo. Desde então editaram, como referi acima, mais três discos de inéditos e agora, em 2010, surge a primeira compilação.

    Record divide-se em dois discos; O primeiro reproduz na perfeição os melhores momentos dos Zero 7. Logo na abertura merece atenção a delicada Futures, com voz de José González, um dos mais recentes colaboradores da dupla e I Have Seen, com a voz de Mozez, que dá um clima ao mesmo tempo doce e sombrio à canção. Destaco também Destiny, a minha preferida, com a voz de Sia Furler, outra colaboradora habitual dos Zero 7 e In The Waiting Line, onde podemos ouvir a fantástica Sophie Barker.

    O segundo disco de Record inclui remisturas de nomes tão sonantes como Carl Craig ou os Stereolab e estou com enorme curiosidade em ouvi-lo.

    Assim e tendo em conta o alinhamento, considero Record um excelente disco, essencial para quem quiser conhecer a discografia dos Zero 7, sendo, sem qualquer sombra de dúvida, a nata do que a dupla lançou até hoje.

    Fica o alinhamento, sendo possível a audição das cinco primeiras canções;

    Clique para ouvir 01. Futures
    Clique para ouvir 02. I Have Seen
    Clique para ouvir 03. You're My Flame
    Clique para ouvir 04. Destiny
    Clique para ouvir 05. Throw It All Away
      06. Polaris 
      07. Everything Up [Zizou] 
      08. Home 
      09. Mr McGee 
      10. Swing 
      11. Somersault 
      12. In The Waiting Line 
      13. The Pageant Of The Bizarre 
      14. Salt Water Sound 
      15. Distractions 
      16. End Theme 

     

    Autoria e outros dados (tags, etc)

    tags:

    publicado por stipe07 às 22:35







    mais sobre mim

    foto do autor


    Parceria - Portal FB Headliner

    HeadLiner

    Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

    Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 423


    Disco da semana 117#


    Em escuta...


    pesquisar

    Pesquisar no Blog  

    links

    as minhas bandas

    My Town

    eu...

    Outros Planetas...

    Isto interessa-me...

    Rádio

    Na Escola

    Free MP3 Downloads

    Cinema

    Editoras

    Records Stream


    calendário

    Agosto 2010

    D S T Q Q S S
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.