Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Manicure - Grow Up

Sexta-feira, 28.10.11

Um dos discos que descobrei recentemente e tenho andado a ouvir com agrado, já foi lançado a quinze de junho deste ano através da Fusion Records e chama-se Grow Up. Os autores são uma banda russa chamada Manicure e este álbum é já o segundo do grupo.

Este álbum dos moscovitas Manicure demonstra de forma notável que são mais uma banda de seguidores da herança post punk enérgica e sombria ao estilo dos Joy Division. Apesar desta influência vincada e que poderia limitar, à partida, a sonoridade da banda, a audição de Grow Up coloca sem reservas a nú uma autenticidade que surpreende e uma elevada dose de talento presente nas onze faixas. Ouvir este disco é sentir um enorme bafo de potência sonora logo desde a primeira canção, garanto-vos.

De acordo com a crítica, os Manicure já tinham deixado enormes expetativas com o EP Another Girl em 2008 e que se vieram a confirmar depois com o disco Manicure, editado no ano seguinte, um disco que lhes permitiu alcançar dignamente o sucesso comercial e bastantes elogios positivos. Agora Grow Up coloca os Manicure num patamar ainda mais elevado e também, pelos vistos e apesar de não conhecer os trabalhos anteriores da banda, graças ao empenho deles em abordar novos elementos à sua sonoridade, como a synthpop, conseguiram criar temas ainda mais sedutores e intensos.
Lights Are On foi o primeiro aperitivo de Grow Up e uma canção que me agradou imenso, recheada de atitude e de ousadia sonora, extremamente visceral e com uma linha de baixo capaz de nos abanar de alto a baixo, sem ponta de dó. Em Gust Of Wind, quando não estamos à espera e ainda a absorver uns tiques eletrónicos que nos apanharam de surpresa porque não existiam nas duas canções anteriores, sopra nos nossos ouvidos um solo de guitarra potentíssimo e épico, que logo me fez lembrar os melhores momentos de Primary Colours dos Horrors. Esta guitarra volta a dar gás na pedaleira em Bored To Death, quase ofuscada pela gritaria inclemente de alguém que parece pedir a plenos pulmões para que a vida não o deixe prosseguir atolado na pasmaceira em que vive. Um pouco mais à frente voltamos a ser surpreendidos com The Dream, uma música com uma sonoridade bastante atual e extremamente dançavel. Depois, o resto do disco tem vindo a revelar sempre novos detalhes a cada audição, nomeadamente nos acordes do baixo, o meu instrumento de eleição, que me têm deixado agradavelmente surpreendido. Dispensaria apenas algumas das aparições da voz feminina e vários floreados eletrónicos que em diversas canções abafam aquela crueza sonora visceral e carregada de atitude que tanto me agrada. Espero que aprecies a sugestão...

1. Repetition
2. Lights Are On
3. Gust Of Wind
4. Bored To Death
5. Grow Up
6. The Dream
7. Rave
8. Winter
9. Moonshine
10. Korgsong (Till My Heart Beats)
11. Through The Night

 

website                    myspace

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por stipe07 às 14:41


1 comentário

De pSalaberth a 02.11.2011 às 15:57

Gostei. Obrigado. Abraço.

Comentar post






mais sobre mim

foto do autor


Parceria - Portal FB Headliner

HeadLiner

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Man On The Moon · Man On The Moon - Programa 423


Disco da semana 117#


Em escuta...


pesquisar

Pesquisar no Blog  

links

as minhas bandas

My Town

eu...

Outros Planetas...

Isto interessa-me...

Rádio

Na Escola

Free MP3 Downloads

Cinema

Editoras

Records Stream


calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.