Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Le Rug - Dipshit @ Birth Control

Natural de Brooklyn, Nova Iorque, o guitarrista e cantor Ray Weiss é um dos destaques da Fleeting Youth Records, um nome importante do cenário indie punk local e que integrou projetos tão importantes como os Butter the Children, Red Dwarf ou Medics. A banda Le Rug é a sua nova aposta e Press Start (The Collection) uma coleção de canções que apresentou ao mundo, no passado dia dezassete de junho, por intermédio dessa etiqueta essencial para os amantes do rock e do punk, sedeada em Austin, no Texas.

Apesar deste novo projeto chamado Le Rug, Weiss tem tido um ano de 2014 complicado; Os Butter the Children separaram-se, o músico viu-se igualmente confrontado com o fim de uma relação amorosa, a luta permanente contra os sintomas de bipolaridade que sofre, contra algumas tendências suicidas e agora a solidão.

Todos estes contratempos não afetaram a enorme veia criativa do músico que passou uma temporada por Bangecoque, na Tailândia, onde acabou por compôr algumas canções. Por isso, os Le Rug, que também vão terminar a carreira em breve, segundo o que afirma Weiss, já têm pronto o seu segundo e último disco, o sucessor de Press Start (The Collection).

O novo trabalho dos Le Rug chama-se Swelling (My Own Worst Anime) e será editado em formato digital e cassete a dois de dezembro, podendo ser já encomendado através da editora. Este parece ser um álbum que gira em redor de conceitos tão sombrios como a morte, o cinismo e as separações amorosas. Dudley foi o primeiro avanço divulgado do disco, tendo sido também tornado público o respetivo video, que foi gravado em Banguecoque e realizado por Gary Boyle. Agora, a pouco mais de uma semana do lançamento do álbum, Le Rug apresenta mais duas canções do alinhamento, Dipshit e Birth Control.

Se a frenética Dipshit é mais uma clara demonstração da capacidade poética de Weiss, especialmente quando a perca, o sentimento de derrota e frustração são o assunto dominante, já Birth Control dá vida ao tal desejo do músico de dizer adeus a uma vida que ultimanente lhe tem sido madrastra (I believe in birth control because the world is already full and everyone wants to die).

Em breve voltarei aos Le Rug para uma análise mais aprofundada de Swelling (My Own Worst Anime). Para já, confere mais estes dois avanços do disco, com Dipshit disponível para download gratuito.


autor stipe07 às 13:16
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Terça-feira, 18 de Novembro de 2014

Thieving Irons - Magic

Depois de há poucos dias ter divulgado o EP Phenomena, estou de regresso ao projeto Thieving Irons de Nate Martinez, para partilhar uma nova canção chamada Magic. Escrito, gravado e produzido pelo próprio Nate no seu novo estúdio situado na Brooklyn onde reside, o tema resultou de um desafio que foi colocado ao músico nova iorquino pela revista de culinária Gather Journal, que pretendia uma canção que servisse de banda sonora a um dos novos desafios que costuma lançar aos leitores da publicação.

Disponível para download na página oficial do músico, Magic contém o habitual clima melódico que Nate procura sempre recriar, feito cada vez mais pelo cruzamento entre a leveza onírica da dream pop e o um indie rock que procura dar as mãos à eletrónica, num resultado que nos transporta para um universo muito próprio de Thieving Irons, sempre sustentado por um verdadeiro manancial de melodias lindíssimas. Confere...


autor stipe07 às 13:05
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Domingo, 9 de Novembro de 2014

Thieving Irons - Phenomena EP

Os norte americanos Thieving Irons de Nate Martinez são uma das bandas mais queridas deste blogue e qualquer lançamento deste projeto de Brooklyn, Nova Iorque, é sempre aguardado por cá com elevada expetativa. Nate construi um estúdio de raíz chamado Twin Buffalo onde tem trabalhado com outros músicos e também tem dedicado bastante tempo a compôr novas canções para os Thieving Irons. Em Phenomena, o novo EP, do grupo, Nate explorou sons inéditos, com a guitarra a dar a primazia do processo de construção melódica, agora menos virada para o rock e a explorar com maior ênfase a pop de cariz claramente eletrónico.

As quatro canções do EP foram todas escritas, gravadas e produzidas pelo próprio Nate nesse seu novo estúdio situado na Brooklyn onde reside, tendo contado com as participações especias de Josh Kaufman, que tocou guitarra em Electric Paradise, Dan Brantigan que se ocupou de um trompete especial em Aurora (Chloe Speaks) e Aaron Lotus, que tocou udu nessa mesma música.

Sendo assim e tendo em conta a já referida nova orientação sonora, os Thieving Irons apostam agora em referências mais etéreas, que passam um pouco pela música experimental, através de sons essencialmente sintetizados, mas que não colocam de parte o habitual clima melódico que Nate procura sempre recriar, ao mesmo tempo que pretende contar histórias muito concretas, relacionadas com a vida comum e os conflitos psicológicos que ela frequentemente provoca.

Acaba por existir um cruzamento entre a leveza onírica da dream pop e o cariz mais rugoso que faz parte do rock alternativo, mas sem descurar a presença de outros espetros sonoros, possibilitados não só pela presença de alguns detalhes feitos com sopros, como de alguns metais e de guitarras que não se deixam enlear por regras e imposições herméticas. Bom exemplo disso é Polynesian Dreams, uma canção lenta mas cheia de detalhes preciosos, assim como o universo particularmente melódico, sensível e confessional de Aurora (Chloe Speaks), uma canção imbuída de um forte caráter intimista, mas que não absorve o cariz expansivo da música dos Thieving Irons, sempre assertiva e capaz de nos transportar para um universo sustentado por um verdadeiro manancial de melodias lindíssimas.

Coeso, maduro e impecavelmente produzido, Phenomena é um compêndio de quatro canções que configuram mais um tiro certeiro na carreira deste projeto de Nova Iorque, que insiste em oferecer-nos canções capazes de obedecer ao nosso desejo de fuga, mas sem deixarmos de ter ao nosso lado uma cerveja bem fria e todos aqueles que mais amamos. Este EP está disponível na página oficial do projeto, com a possibilidade de doares um valor pelo mesmo. Espero que aprecies a sugestão...

Thieving Irons Phenomena Ep Cover Art.jpg

Electric Paradise

Polynesian Dream

Shine On Waterfall

Aurora (Chloe Speaks)


autor stipe07 às 21:16
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Sexta-feira, 7 de Novembro de 2014

Le Rug - Dudley

Natural de Brooklyn, Nova Iorque, o guitarrista e cantor Ray Weiss é um dos destaques da Fleeting Youth Records, um nome importante do cenário indie punk local e que integrou projetos tão importantes como os Butter the Children, Red Dwarf ou Medics. A banda Le Rug é a sua nova aposta e Press Start (The Collection) a primeira coleção de canções que apresentou ao mundo, no passado dia dezassete de junho, por intermédio dessa etiqueta essencial para os amantes do rock e do punk, sedeada em Austin, no Texas.

Apesar deste novo projeto chamado Le Rug, Weiss tem tido um ano de 2014 complicado; Os Butter the Children separaram-se, o músico viu-se igualmente confrontado com o fim de uma relação amorosa, a luta permanente contra os sintomas de bipolaridade que sofre, contra algumas tendências suicidas e agora a solidão.

Todos estes contratempos não afetaram a enorme veia criativa do músico que passou uma temporada por Bangecoque, na Tailândia, onde acabou por compôr algumas canções. Por isso, os Le Rug, que também vão terminar a carreira em breve, segundo o que afirma Weiss, já têm pronto o seu segundo e último disco, o sucessor de Press Start (The Collection).

O novo trabalho dos Le Rug chama-se Swelling (My Own Worst Anime), será editado em formato digital e cassete, podendo ser já encomendado através da editora e parece ser um álbum que gira em redor de conceitos tão sombrios como a morte, o cinismo e as separações amorosas. Dudley é o primeiro avanço divulgado do disco, tendo sido também tornado público o respetivo video, que foi gravado em Banguecoque e realizado por Gary Boyle. A canção merece toda a nossa atenção a partir do momento em que usa letras simples e guitarras aditivas, além de misturar bem a voz sempre vincada de Weiss, com uma letra algo sensível e uma melodia particularmente acessivel.

Em breve voltarei aos Le Rug, para uma análise mais aprofundada de Swelling (My Own Worst Anime). Para já, confere então este primeiro avanço, disponibilizado para download gratuito pela editora...

 


autor stipe07 às 13:00
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2014

Orange Cassettes - Go In The Light

Orange Cassettes - "Go In The Light" (Stereogum Premiere)

Anton Harmony dos Radio 4 e Mod, dos Elefant são a dupla que dá vida aos Orange Cassettes, um projeto que se move com particular mestria na herança do indie rock que fez escola no início deste século quando, em Nova Iorque, as guitarras e o baixo começaram a dar as mãos aos sintetizadores e à eletrónica e a invadir as pistas de dança do mundo inteiro.

Hot Chip, Cut Copy, !!! (chk chk chk), Radio 4, Fischerspooner e LCD Soundsystem são apenas alguns dos nomes mais importantes desse espetro sonoro que tanto sucesso teve há cerca de uma década e que ultimamente vive um pouco na penumbra. No entanto, estes Orange Cassettes parecem dispostos a levar o garage rock novamente nessa direção com assinalável mestria e a dançável e psicadélica Go In The Light é a primeira canção que apresentam com esse firme propósito. Com o lado b intitulado Kids Start To Move, o single é editado hoje através da Ring The Alarm. Confere...

 


autor stipe07 às 13:27
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

eu...

Powered by...

stipe07

Em escuta...

Facebook

Twitter

Twitter

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


26
27
28
29

30


posts recentes

Le Rug - Dipshit @ Birth...

Thieving Irons - Magic

Thieving Irons - Phenomen...

Le Rug - Dudley

Orange Cassettes - Go In ...

X-Files

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

take a look...

Procura...

 

Visitors (since 31.05.12)

blogs SAPO

subscrever feeds