Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2015

Quiet Quiet Band - Battery Human

Paul, Jon, Scott, Jay, Tom e Devon são os Quiet Quiet Band, um coletivo inglês, oriundo de Londres e que forma uma verdadeira orquestra folk que aposta numa fusão de elementos da indie, da pop, da folk e até da eletrónica, tudo assente em melodias luminosas feitas com linhas de guitarra delicadas e arranjos particularmente deslumbrantes e cheios de luz, que criam paisagens sonoras bastante peculiares.

Alegres e festivos, já com alguma reputação relativamente aos espetáculos ao vivo, sempre cheios de diversão e alegria, os Quiet Quiet Band são uma das novas apostas da etiqueta Lost In The Manor e preparam-se para a estreia nos discos com Low Noon, um trabalho que vai ver a luz do dia em março próximo.

Composição sonora carregada de texturas, criadas através da justaposição de diferentes camadas de instrumentos e sons, Battery Human é o primeiro avanço divulgado do álbum, uma canção com um elevado cariz contemporâneo e atual, apesar do forte revivalismo que o espetro sonoro que os Quiet Quiet Band abordam sempre encerra. O resultado final é verdadeiramente vibrante e com uma energia bastante particular, numa banda que parece não querer olhar apenas para o universo tipicamente folk, mas também abraçar, através de alguns traços sonoros caraterísticos, outros universos musicais. Confere...

 


autor stipe07 às 17:32
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2015

David Thomas Broughton & Juice Vocal Ensemble - Sliding The Same Way

Polémico, às vezes hilariante, músico, comediante, filósofo e compositor David Thomas Broughton é exímio no modo como escreve e canta sobre o amor e todos os sentimentos que rodeiam esse palavrão, principalmente os menos apetecíveis, como a angústia, a depressão, o medo, o sofrimento e até o suícidio. Estes são os grandes temas de Sliding The Same Say, um trabalho gravado por Phil Snell nos estúdios LIMBO, em Otley, Leeds, com a presença do coletivo Juice Vocal Ensemble e que viu a luz do dia no passado dia catorze de novembro, pela Song, By Toad Records.

Um dos grandes atributos deste disco que resulta de uma parceria feliz entre um inspirado artista e um grupo de vozes excelentes é o modo como foi gravado, de forma direta e crua, dispensado um aturado trabalho de produção que iria certamente tornar algumas canções mais incipientes retirando um pouco da alma que contêm por terem sido interpretadoass e gravadoas de uma vez só e com um assertivo grau de emotividade.

Conhecidos por algumas covers de temas de nomes tão relevantes como os Guns N'Roses, Kraftwerk ou Rhianna e tendo já trabalhado com nomes importantes da pop e da folk, nomeadamente Gavin Bryars, Shlomo, Mica Levi (aka Micachu dos Micachu and The Shapes), os Juice Vocal Ensemble são um trio que explora eficazmente o chamado registo à capella, fazendo-o procurando transmitir um certo misticismo e uma grande dose de espiritualidade, algo que casa na perfeição com a escrita algo inusitada de David Thomas.

Disco essencialmente acústico, vincadamente experimental e dominado por cordas com uma forte toada blues, Sliding The Same Way contém um alinhamento sinuoso e cativante, que nos convida frequentemente à introspeção e à reflexão sobre o mundo moderno e onde David não poupa na materialização dos melhores atributos que guarda na sua bagagem sonora, havendo, no disco, vários exemplos do forte cariz eclético e heterogéneo do seu cardápio. Por exemplo, em In Service, o registo vocal de fundo em espiral e melodicamente hipnótico, a corda de uma viola que com ele se entrelaça e alguns efeitos transportam-nos numa viagem rumo ao revivalismo dos anos oitenta, os coros lindíssimos de Woodwork e o dedilhar deambulante da viola na enigmática e profunda Unshaven Boozer são outros dois momentos que trazem brisas bastante aprazíveis ao ouvinte.

Com um fio condutor óbvio e assente em alguma da melhor indie pop contemporânea, Sliding The Same Way é um pacote cheio de paisagens sonoras que contam histórias que a voz deste músico britânico, natural de Leeds, sabe, melhor do que ninguém, como encaixar. Espero que aprecies a sugestão..


autor stipe07 às 19:20
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

The Go! Team - The Scene Between

 

The Go! Team - The Scene Between

Os britânicos The Go! Team acabam de anunciar o lançamento de um novo disco, o sucessor de Rolling Blackouts (2011), já para próximo o mês de março, através do selo Memphis Industries.

A primeira amostra do registo é The Scene Between, o tema homónimo, um instante de pop lo-fi colorido, repleto de influências orelhudas e suficientemente cativante, em termos melódicos, para nos deixar ansiosos pela audição do restante conteúdo.

Ian Parton, o líder da banda, assumiu as rédeas do processo de composição e produção de The Scene Between e parece querer trazer os The Go! Team de volta aos bons velhos tempos. Confere...


autor stipe07 às 18:38
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Domingo, 28 de Dezembro de 2014

Thom Yorke – Youwouldn’tlikemewhenI’mangry

Thom Yorke - Youwouldn'tlikemewhenI'mangry

Depois de em setembro último Thom Yorke ter-nos surpreendido, praticamente sem avisar, com o lançamento de Tomorrow’s Modern Boxes, agora, quase no ocaso de 2014, o músico britânico voltou a repetir a experiência com o lançamento de um novo single intitulado Youwouldn’tlikemewhenI’mangry.

Nesta canção, dominada por um sintetizador hipnótico e planante, Thom mostra-se com a habitual melancolia que tantas vezes suporta a sua música, com um registo vocal sussurrante e uma batida que convida à introspeção profunda, remetendo-nos de imediato para a herança da eletrónica orgânica que os Radiohead propuseram em Kid A ou The King Of Limbs e também no projeto paralelo Atoms For Peace.

Recordo que Tomorrow’s Modern Boxes foi lançado através do formato BitTorrent Bundle, onde cada um de nós podia fazer o download do álbum por cinco euros e o download do single gratuitamente. E esta experiência resultou já que o álbum foi descarregado mais de dois milhões de vezes logo após o lanamento e, de acordo com Yorke, Youwouldn’tlikemewhenI’mangry serve para continuar a testar novos formatos de lançamento.

Assim sendo, Youwouldn’tlikemewhenI’mangry foi lançado no Bandcamp e o download pode ser feito pelo preço que quiseres. Confere...


autor stipe07 às 19:42
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2014

Blueneck – Night Of The Meek EP

Os britânicos Blueneck acabaram de editar um novo trabalho intitulado King Nine, através da Denovali Records e, aproveitando a embalagem e o período natalício, gravaram Night Of The Meek, um EP com versões de quatro verdadeiros clássicos de Natal.

Esta banda de Bristol é já um nome consensual e consagrado no universo do rock progressivo europeu e este EP, disponivel para download gratuito no bandcamp dos Blueneck, é uma excelente prenda que oferecem aos seus fãs e a todos aqueles que procuram bandas sonoras e canções um pouco diferentes para alegrarem aquela que é a noite mais especial do ano.

Sem colocarem em causa a integridade dos originais, os Blueneck esmeraram-se no modo como revisitaram os quatro temas, adicionando-lhes alguns arranjos que são intrínsecos à sonoridade do grupo e dando assim um cunho muito próprio a quatro canções que são obrigatórias nesta altura do ano. Espero que aprecies a sugestão...

Blueneck - Night Of The Meek

01. Driving Home For Christmas
02. Blue Christmas
03. Silent Night
04. White Christmas


autor stipe07 às 21:09
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Stumbleine - Infinite Overcast

Depois de em dezembro de 2013 Stumbleine ter editado o EP Things Don't Sparkle Like they Used To, agora, sensivelmente um ano depois, este músico britânico está de volta com Infinite Overcast, uma coleção de nove novas canções, disponivel no seu bandcamp gratuitamente ou com a possibilidade de doares um valor pela mesma.

Infinite Overcast é mais um compêndio de canções com a habitual sensibilidade rara que este músico cria, verdadeiros achados que merecem a maior divulgação possivel, não só porque a eletrónica em que Stumbleine aposta tem uma vertente mais calma, melódica e clássica do que habitual, ou seja, é algo inédita, possui uma sua bela voz que casa muito bem com as viagens climáticas e etéreas que compôe.

Infinite Overcast são então novas canções, algumas delas apenas instrumentais, que criam ambientes etéreos e lo fi, através de sons misteriosos, samples vocais e batidas sintetizadas. Às vezes sente-se alguma soul, numa toada chillwave e shoegaze que podes obter por um preço simbólico no Bandcamp da banda, assim como a restante discografia de um projeto que acho que vale a pena conhecer e conferir.

Stumbleine - Infinite Overcast

01. Adora Skyline

02. Thawn
03. Skeksis
04. Abacus
05. Exit Sandman
06. The Great Flood
07. Camber (Feat. Steffaloo)
08. Brunette


autor stipe07 às 22:24
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2014

Wild Beasts – Soft Future / Blood Knowledge

O quarteto britânico Wild Beasts regressou em 2014 aos discos com o excelente Present Tense e, quase no ocaso do ano, acaba de revelar um single com dois temas, que resultam de uma parceria com um ilustrador francês, natural de Paris, chamado Mattis Dovier. Juntos criaram uma história interativa, da qual fazem parte os dois lados do single, um trabalho incluído no projeto The Jameson Works.

Soft Future é o primeiro tema instrumental do cardápio sonoro da banda e está disponivel para download gratuíto. Quanto a Blood Knowledge, continua a mostrar uns Wild Beasts apostados em mergulhar num universo que abrange alguns elementos específicos das novas propostas que vão surgindo no campo da dream pop. Confere...

Wild Beasts - Soft Future - Blood Knowledge

01. Soft Future
02. Blood Knowledge


autor stipe07 às 14:10
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2014

Gold Spectacles - Lately

Sedeados em Londres, os britânicos Gold Spectacles são uma dupla que aposta numa indie pop luxuriante com o ritmo e a cadência certas e uma certa toada R&B, abraçando, desse modo, um interessante e algo inédito leque de influências que, de acordo com os próprios, vai de Paul Simon aos Phoenix, entre outros, sempre com uma filosofia vintage. Verdadeiramente genuínos, ecléticos e criativos, compõem temas capazes de enredar numa teia de emoções que nos prende e desarma sem apelo nem agravo, numa parada de cor, festa e alegria, onde os músicos comungam certamente o privilégio de estarem juntos e comporem a músicas que gostam.

Com um soundcloud que vale a pena espreitar, até porque disponibilizam as canções gratuitamente, estes Gold Spectacles acabam de divulgar mais um novo tema intitulado Lately, enquanto não chega um lançamento discográfico. Confere...


autor stipe07 às 12:48
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2014

Belle And Sebastian – Nobody’s Empire

Belle And Sebastian - Nobody's Empire

Já se sabe desde setembro que os escoceses Belle & Sebastian estão de regresso aos discos com um novo álbum. Esse trabalho irá chamar-se Girls In Peacetime Want To Dance e verá a luz do dia a vinte de janeiro através da Matador Records, sendo o primeiro da banda em quatro anos, desde Write About Love e produzido por Ben H. Allen (Animal Collective, Washed Out).

Depois de ter sido divulgado Party Line, o primeiro single de Girls In Peacetime Want To Dance, agora chegou a vez de conhecermos o tema de abertura do disco intitulado Nobody's Empire. Com versos confessionais que falam da infância do vocalista, a canção conduz-nos de volta ao indie pop mais orelhudo, com aquele requinte vintage que revive os gloriosos anos oitenta. Confere...


autor stipe07 às 21:42
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

The Vultures - Vlad vs Cancer

The Vultures

Sedeados em Inglaterra e com músicos oriundos de cinco países de três continentes diferentes, os The Vultures servem-se das cordas de violas, guitarras, baixo e violinos, da bateria e de sintetizadores para criar canções que contêm uma paleta sonora com uma deliberada componente gótica, mas que não se resume a esse espetro, já que o indie rock e o punk são também bitolas importantes para a caraterização da música do projeto.

No próximo mês de janeiro os The Vultures vão editar Three Mothers Part1, o disco de estreia, através da Ciao Ketchup Recordings e, em jeito de antecipação, acabam de divulgar um single com dois temas, Cancer e Vlad, assim como os respetivos vídeos. Já agora, depois de escutares as duas canções e ficares devidamente alerta para o disco que será certamente alvo de crítica neste espaço daqui a algumas semanas, sugiro uma visita à página oficial da banda, uma das mais originais que conheço. Confere...
*PRE-ORDER* Cancer / Vlad cover art
Vlad
Cancer


autor stipe07 às 17:54
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

eu...

Powered by...

stipe07

Em escuta...

Facebook

Twitter

Twitter

Bloglovin

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



26
27
28
29
30
31


posts recentes

Quiet Quiet Band - Batter...

David Thomas Broughton & ...

The Go! Team - The Scene ...

Thom Yorke – Youwouldn’tl...

Blueneck – Night Of The M...

Stumbleine - Infinite Ove...

Wild Beasts – Soft Future...

Gold Spectacles - Lately

Belle And Sebastian – Nob...

The Vultures - Vlad vs Ca...

Cairobi - Zoraide

American Wrestlers - I Ca...

Noel Gallagher’s High Fly...

Michael A Grammar - Micha...

Black Swan Lane – A Momen...

The Medicine - 1975

Thurston Moore – The Best...

Swim Mountain - Swim Moun...

Martin Carr - The Breaks

The Pineapple Thief – Mag...

X-Files

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

take a look...

Procura...

 

Visitors (since 31.05.12)

blogs SAPO

subscrever feeds