Segunda-feira, 31 de Março de 2014

Rasputin's Secret Police - Comfortable

Naturais de Drexel Hill, nos arredores de Filadélfia, os Rasputin's Secret Police são mais uma descoberta proporcionada pelo intercâmbio estabelecido com a Fleeting Youth Records, uma das mais interessantes etiquetas de indie rock alternativo norte americanas, sedeada em Austin, no Texas. Os Rasputin's Secret Police são uma dupla formada por Brandon Ayres (guitarra e voz) e Josh Phillips (bateria e voz), lançou no passado dia vinte e cinco de março Comfortable, um longa duração que viu a luz do dia no formato digital e cassete, através da City Hall Collective. Este novo trabalho dos Rasputin's Secret Police sucede a Dirty Thirty, um álbum editado em 2012 e disponível para download gratuíto no bandcamp da banda.

Zoe, Freaks e Kids With No Friends são os três avanços deste trabalho em formato single e estão disponiveis para download gratuitamente. Estes temas são o núcleo duro de Comfortable e plasmam uma nítida vontade dos Rasputin's Secret Police em marcar uma posição forte no universo sonoro alternativo através de um rock ruidoso, orgânico, irregular e visceral.

Assim, aviso desde já os mais incautos que Comfortable é, certamente, um disco assente num rock de cariz fortemente experimental, com a dupla a criar uma sonoridade portentosa, assente nos já habituais riffs da guitarra que vincam o ADN desta banda norte americana, numa percussão vincada e numa voz imponente.

A sensação de escutar os Rasputin's Secret Police é incomum e quem não estiver familiarizado com a banda pode pensar que há algo de errado com a aparelhagem ou o computador; Mas esta amálgama sonora, que inicialmente se estranha, entranha-se rapidamente e Comfortable sobrevive muito bem a audições repetidas, incita várias reações físicas e prende o nosso ouvido a algo incomum mas visceralmente sedutor. Espero que aprecies a sugestão...

 
Kids with No Friends
Dunwoody
Zoe
Raspberry Tea and honey
Me and Zoe
Freaks
Honey Chamomile
Welcome Home
Slit
Comfortable is considered RSP's magnum opus. It's the answer to the question of "What album do I start with if I'm going to listen to RSP." Despite it being their most DIY release, it's their most focused and accessible. Recorded on a Tascam 8-track digital recorder above a fishing and hunting retailer in Drexel Hill, PA, the album captures RSP's raw intensity as Ayres' fervid, semi-disturbed croons ride his equally ardent guitar scrapes while Phillips' impassioned drumming forces sweat beads to roll off your own head. The lo-fi, DIY quality of the recordings were left untouched, but it adds something extra to the sound they found during these sessions.


autor stipe07 às 18:41
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

Woods - With Light And With Love

Woods 2014 press pic

Os Woods são de Warwick, nos arredores de Nova Iorque e uma banda formada por Jeremy Earl, Jarvis Taveniere, Kevin Morby, Aaron Neveu. Lançaram o álbum Bend Beyond em dezoito de setembro de 2012 e a nove de julho de 2013 voltaram com novidades, um single limitado a 1000 cópias com dois temas, Be All Be Easy e God's Children.

Brevemente vai chegar aos escaparates um novo disco da banda chamado With Light And With Love e acaba de ser divulgado o single homónimo, que durante nove minutos plasma um rock etéreo e psicadélico, com fortes reminiscências da folk tradicional norte americana. With Light And With Love é editado a quinze de abril pela etiqueta Woodsist. Confere...


autor stipe07 às 12:36
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Domingo, 30 de Março de 2014

The Kooks - Down

The Kooks letras

Depois de Junk Of the Heart (2011), os britânicos do The Kooks estão prestes a regressar aos discos com um novo álbum, que contou com a participação especial do produtor de hip hop Inflo, mas ainda sem data prevista de lançamento ou nome. No entanto, Down é o primeiro single que a banda revela em 2014, uma canção que terá direito a lançamento em formato EP, com mais três temas.

Esta nova proposta dos The Kooks deixa um pouco de lado as guitarras e aposta em batucadas, palmas e na voz de Luke Pritchard a funcionar como mais um instrumento da banda, algo muito semelhante ao que tUnE-yArDs costuma propôr. Confere...

The Kooks - Down

Website
[mp3 320kbps] tb ul ob zs


autor stipe07 às 14:01
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Sábado, 29 de Março de 2014

Mikal Cronin - Soul In Motion

Depois de ter contribuido para o mais recente álbum dos The Oh Sees e de ter editado o ano passado MCII, o seu segundo disco, o músico Mikal Cronin prepara-se para editar mais um álbum, que se irá chamar LAMC e chegará às lojas a um de abril, via Famous Class.

Enquanto esse trabalho não chega, editou com Wand um single em vinil, para o qual contribuiu com Soul In Motion, a canção do lado A desse vinil. Este tema impressiona pela preponderância das cordas nos arranjos e, ao mesmo tempo, pela vitalidade das guitarras, numa feliz simbiose entre o acústico e o elétrico, apresentada de forma muito intensa e vibrante. 

Este lançamento está disponivel para download, com a possibilidade de obteres o single gratuitamente ou doares um valor pelo mesmo. A verba angariada pelo download e pela venda do single reverterá para o Ariel Panero Memorial Fund at VH1 Save the Music, uma organização sem fins lucrativos que se dedica ao incremento do estudo da música em escolas públicas americanas. Confere...


autor stipe07 às 16:04
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Sexta-feira, 28 de Março de 2014

Kevin Drew – Darlings

Outrora líder dos canadianos Broken Social Scene, Kevin Drew não editava nenhum trabalho a solo desde Spirit If..., o seu disco de estreia, que viu a luz do dia no já longínquo ano de 2007. No entanto, já chegou, finalmente, o sucessor desse álbum; O novo registo de originais de Kevin Drew intitula-se Darlings e viu a luz do dia a dezoito de março através do selo Arts & Crafts. Este novo álbum de Drew conta com as participações especiais de Charles Spearin e Ohad Benchetrit, seus antigos parceiros nos Broken Social Scene, de Dean Stone dos Apostle Of Hustle e Dave Hamelin, dos Stills.


Good Sex tem sido o grande cabeça de cartaz deste disco e, na verdade, é uma excelente canção para nos introduzir na temática geral de Darlings, um trabalho que, de acordo, com Kevin, aborda, muitas vezes de forma autobiográfica, as questões do sexo e do amor e a importância das mesmas nas nossas vidas (the album is about the rise and fall of love and sex, in my own life and in today’s society).

De Body Butter até And That's All I Know somos constantemente provocados na líbido, não só no prazer que tal nos suscita mas, principalmente, na reflexão pessoal que tal temática invariavelmente nos suscita, nas suas diferentes dimensões, que vão do simples prazer erótico à troca sincera de sentimentos e de promessas entre duas pessoas que verdadeiramente se amam e que têm no sexo apenas mais uma das várias dimensões do amor que as unem

Kevin Drew parece seguir de perto uma fórmula própria que o acompanha há bastante tempo e que assenta em melodias orelhudas acompanhadas por vozes de fácil digestão e arranjos selecionados com particular cuidado, muito à imagem do que a banda que Kevin liderou nos habituou durante mais de uma década. Do rock (Bullshit Ballad) ao R&B, passando pelo mesmo rock mas numa toada mais pop (It's Cool), não há aqui grandes floreados e exageros e Kevin procutra ir sempre direto ao assunto, quer através das guitarras compactas que se escutam em It's Cool, ou de alguns detalhes típicos de uma eletrónica ambiental que My God tão bem evidencia.

Além destes temas com fronteiras minimamente definidas, Kevin também mostra algum gosto pelo risco quando puxa os galões à produção e apresenta uma original sobreposição de vozes, quer na tal Good Sex, mas também  em You Got Caught, ou quando procura misturar os diferentes géneros que mais aprecia, como em You in Your Were e You Gotta Feel It, mas sem perder um nítido controle e uma sóbria estabilidade. Desse modo, o álbum avança numa atmosfera próxima do ouvinte e confortável para o mesmo.

O labirinto sonoro de Drew é de simples resolução e torna-se agradável perceber os vários contornos que o definem e os pontos de localização que orientam a cartografia sonora de Darlings. Espero que aprecies a sugestão... 

Kevin Drew - Darlings

01. Body Butter
02. Good Sex
03. It’s Cool
04. Mexican Aftershow Party
05. You Gotta Feel It
06. First In Line
07. Bullshit Ballad
08. My God
09. You In Your Were
10. You Got Caught
11. And That’s All I Know


autor stipe07 às 21:16
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

Noiserv - This is maybe the place where trains are going to sleep at night

David Santos, aka Noiserv, tem um novo vídeo para o seu delicioso disco Almost Visible Orchestra, um trabalho que tive o privilégio de divulgar neste blogue, num artigo que incluiu uma entrevista com o este fantástico músico e compositor nacional! A música de abertura do disco chama-se This is maybe the place where trains are going to sleep at night, é o meu tema escolhido do disco e foi a canção escolhida para terceiro single. O tal vídeo foi realizado pelo coletivo We Are Plastic Too e a direção de fotografia ficou a cargo do Leandro Ferrão.

Em simultâneo com o lançamento deste novo single é lançada também a segunda edição da caixinha de música de Noiserv com o tema original Once upon a time i thought about having a song in a music box escrito pelo músico lisboeta. Confere...


autor stipe07 às 19:24
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

Nai Harvest - Ain't That Enough (Teenage Fanclub cover)

Formada por Ben e Lew, a dupla Nai Harvest impressionou recentemente alguma crítica conceituada devido a Hold Open My Head, um EP com quatro temas assentes numa pop muito melódica, densa e luminosa, feita com cordas extremamente criativas. Assim, os Nai Harvest ficaram debaixo dos radares mais atentos e agora acabam de divulgar uma cover de Ain't That Enough, um clássico de 1997 dos Teenage Fanclub, incluido no disco Songs From Northern Britain dessa banda icónica.

Esta versão conta com a participação especial de Ilana Blumberg, irmã de Daniel Blumberg (Hebronix, ex-Yuck) e é editada hoje mesmo, dia vinte e oito de março, incluída na Art Is Hard’s Pizza Club. Esta é uma iniciativa anual levada a cabo pela Art Is Hard Recrods, que edita singles de vários artistas em caixas de pizzas, todas as sextas feiras do ano e que ficam disponíveis para venda na loja online da etiqueta. Confere...


autor stipe07 às 13:51
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|
Quinta-feira, 27 de Março de 2014

The Soft Hills - Departure

Oriundos de Seattle e com uma rede de influências que vão da folk à psicadelia, os The Soft Hills são Garrett Hobba, Matt Brown, Randall Skrasek e Brett Massa, uma banda que estreou nos lançamentos discográficos em maio de 2010 com Noruz. Dois anos depois, no início de 2012, lançaram o segundo disco, um trabalho intitulado The Bird Is Coming Down To Earth e que os projetou para um leque mais alargado de seguidores devido à mistura que continha entre o rock clássico e a moderna indie folk.

Entretanto, já em 2013, chegou o terceiro álbum; Lançado em fevereiro desse ano, Chromatisms foi produzido por Matthew Emerson Brown e aprofundou a sonoridade proposta pelo disco anterior. Agora, cerca de um ano depois, já é conhecido o quarto tomo da discografia dos Soft Hills; O álbum chama-se Departure e mantém a aposta dos The Soft Hills na abordagem de diferentes espetros sonoros dentro do universo indie.

Departure é um disco de contrastes: sente-se o sol, harmonias e calor da Califórnia e o escuro, falta de cor e a chuva de Seattle. O disco conjuga a típica toada pop, com alguma folk implícita, à mistura com a psicadelia europeia e o rock alternativo de início dos anos oitenta. O resultado final envolve-nos num universo algo melancólico, uma espécie de euforia triste e de beleza num mundo sombrio, algo que comprova, uma vez mais as capacidades inatas de Garrett Hobba para a composição, ele que, ainda por cima, é detentor de uma voz única e incomparável.

Seja através de efeitos com ecos e com reverb das guitarras, ou através do simples dedilhar de uma corda acústica, ou de um efeito sintetizado luminoso, ou sombrio, Departure levanta voo em Nova Iorque (The Golden Hour), com a ajuda dos Interpol e aterra na Berlim governada por Bowie nos anos setenta (Stairs). Pelo meio não deixa de abordar também os caraterísticos sons da folk, momentos épicos e instantes cheios de tensão lírica porque relatam acontecimentos trágicos, sendo essa mesma tensão conduzida pelo groove do baixo de Brett Massa e, como já referi, por tiques típicos da psicadelia.

Em suma, num disco eclético e variado, os The Soft Hills exploram até à exaustão o espiritualismo nativo norte americano, mas desta vez também cruzaram o atlântico em busca das raízes do indie rock mais sombrio, num trabalho com evidentes influências em espetros sonoros de outros tempos, mas com uma forte tonalidade contemporânea. O single Golden Hour está disponivel no soundcloud da Tapete Records. Espero que aprecies a sugestão...

The Soft Hills - Deaprture

01. Golden Hour
02. Black Flowers
03. Road To The Sun
04. The Fold
05. White Queen
06. Reverie
07. How Can I Explain?
08. Here It Comes
09. Blue Night
10. Belly Of A Whale
11. Stairs


autor stipe07 às 21:25
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

Yumi Zouma - It Feels Good To Be Around You (feat Air France)

Yumi Zouma

Representados já pela insuspeita etiqueta norte americana Cascine, os Yumi Zouma são um trio formado por Charlie Ryder, Josh Burgess e Kim Pflaum, que se divide por Nova Iorque, Paris e Christchurch; Editaram no passado dia onze de fevereiro o seu EP de estreia, que divulguei recentemente e agora surpreenderam com uma cover de It Feels Good To Be Around You, um original dos Air France.

Os Air France foram uma dupla formada por Joel Karlsson and Henrik Markstedt, que cessou a sua atividade musical há dois anos e It Feels Good To Be Around You foi um dos últimos temas que gravaram.

Nesta versão, disponibilizada para download gratuito, os Yumi Zouma serviram-se de uma estética sonora essencialmente nostágica, que nos puxa para uma atmosfera muito própria e revivalista, através de batidas sintetizadas e uma voz plena de sensualidade e nostalgia. Confere...


autor stipe07 às 16:28
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

Dirty River - Releaf

Oriundo de Nova Iorque, o trio Dirty River prepara-se para lançar o disco de estreia, um homónimo que será editado no próximo dia quinze de abril por intermédio da Fleeting Youth RecordsReleaf é o primeiro single retirado de Dirty River, uma canção que irá agradar a quem aprecia nomes tão importantes como Kurt Vile ou Bill Callahan e onde a voz austera de Forrest Hackenbrock, mas incrivelmente próxima dos nossos ouvidos, cruza-se com uma percussão grave e uma guitarra swingada com um blues fumarento, num resultado minimalista, mas simultanemanete eufórico e relaxante. Confere... 


autor stipe07 às 12:27
link do post | comenta / bad talk | The Best Of... Man On The Moon...
|

eu...

Powered by...

stipe07

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Parceria - Portal FB Headliner

Facebook

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Em escuta...

Twitter

Twitter

Blogs Portugal

Bloglovin

Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
15
16

19
21
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

The Jesus And Mary Chain ...

Gorillaz - Saturn Barz (f...

Temples - Volcano

Real Estate - In Mind

Spoon - Hot Thoughts

Cave Story - Trying Not T...

Kasabian – You’re In Love...

The Shins – Heartworms

Vaarwell - Homebound 456

Luis Severo - Luis Severo

Mark Lanegan Band – Beehi...

Los Campesinos! – Sick Sc...

Holy Holy – Paint

Fleet Foxes – Third Of Ma...

Alt-J (∆) – 3WW

Luis Severo - A Escola

Portugal. The Man – Feel ...

Clap Your Hands Say Yeah ...

Coldplay - Hypnotised

Meursault - I Will Kill A...

X-Files

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

take a look...

I Love...

Os melhores discos de 201...

Astronauts - Civil Engine...

blogs SAPO

subscrever feeds