Ainda são apenas rumores, mas poderá ser realizado já em 2011 um dos filmes mais improváveis da história do cinema. Segundo a publicação Hollywood Insider, a agência cinematográfica CAA adquiriu os direitos de uma história que envolve o cubo mágico, inventado por Erno Rubik, para produzir um filme e já procura uma grande estrela para o protagonizar. O enredo irá girar em redor de uma competição internacional do Cubo de Rubik e nada mais se sabe. Será a primeira vez que um filme se baseará neste brinquedo que, no entanto, já apareceu no grande ecrã, nomeadamente nos filmes The Pursuit of Happyness, WALL-E, Duplicity e, mais recentemente, em Let Me In.

Ainda não se sabe mais detalhes, havendo a curiosidade natural de saber se vai utilizar a tecnologia 3-D. Prometo ficar atento...

 

 

Já agora, acrescento que o Cubo Mágico foi baptizado como Rubik's Cube por uma empresa americana que o comercializou nos anos 80. Foi inventado pelo húngaro Erno Rubik (nascido em Julho de 1944, em Budapeste), quando tinha trinta anos, graças a um dilema de geometria tridimensional e patenteou-o um ano depois. O sucesso foi tal que na década de 80 cerca de um quinto da humanidade já tinha jogado com o cubo, sabendo-se que há 43 quintiliões de combinações possíveis para o resolver. O recorde mundial de rapidez pertence ao holandês Erik Akkersdijk, que em 2008 conseguiu resolver o cubo em apenas 7,08 segundos. Já foram vendidos 900 milhões em todo o mundo, sendo um dos quebra-cabeças que mais fascinam miúdos e graúdos.

Erno Rubik fez carreira como arquitecto, especializando-se em Arquitectura de Interiores. Durante quatro anos trabalhou conciliou esta profissão com o ensino na Academia de Artes e Trabalhos Manuais Aplicados, em Budapeste. Actualmente, o criador deste cubo está reformado e continua a viver na Hungria.