Segunda-feira, 31 de Março de 2008

Ponte de Lima 30_03_08

ontem conheci Ponte de Lima... é conhecida e famosa por ser considerada a vila mais antiga de Portugal! sem saber e de forma absolutamente fortuíta, decorria um festival dedicado às papas de sarrabulho. no entanto, o meu propósito desta visita tinha um objectivo totalmente diferente e uma perspectiva gastronómica também diametralmente oposta.

 

como poderão facilmente constatar, caso queiram fazer-se à estrada com destino a ponte de lima, verão que é uma vila de fácil acesso rodoviário, através da A3, que liga a cidade do Porto ao sul da Galiza. a vila situa-se em pleno coração do minho, fazendo jus ao que dela dizem... é mesmo um imenso jardim! chegou a primavera, se bem que só no calendário, mas o verde já era a cor que dominava o meu olhar!

 

O queijo Limiano, o vinho verde Alvarinho e as ditas papas de sarrabulho são as principais iguarias da região. 

 

apesar de ser natural de um distrito densamente povoado, não deixei de ficar impressionado por este concelho geograficamente não abarcar uma área muito vasta mas, mesmo assim, se dividir em cerca de cinco dezenas de freguesias; tal situação justifica-se certamente pela tradição minifundiária do minho, similar à de outras regiões junto ao litoral, atractivas desde os primórdios e por isso densamente povoadas! deve ser óptimo ser-se Presidente da Junta naquele Concelho... não deve dar grande trabalho administrar e cuidar de uma simples rua! enquanto circulei durante 30 minutos, pelas ruas estreitas e calcetadas de Ponte de Lima, devo ter pisado àrea de influência directa de meia dúzia de Presidentes de Junta.

 

seja como for, achei engraçado calcorrear aquelas ruas estreitas e ladeadas por edifícios antigos, feitos de pedra granítica, altos, tipicamente portugueses mas bem restaurados, orientados preferencialmente de norte para sul, permitindo aos raios solares se enfiarem rua adentro. no final de cada rua, existia sempre um largo onde era possível encontrar um rancho ou uma banda e dezenas de pessoas, com fatos domingueiros, a apreciar o espectáculo! sem dúvida, algo muito luso, tão típico e tão nosso que, até para mim, um português pouco apegado a tradições pagãs, se torna importante saber que tais festas existem e se preservam.

 

a vila parece confluir de sul para norte, acompanhando uma artéria principal que provavelmente a recorta ao meio, ladeada por enormes e frondosos jardins. esta artéria termina de forma abrupta, num local ladeado por duas torres de menagem; mesmo aí e no mesmo sentido, começa uma rua mais estreita e por isso vedada ao trânsito, onde estão implantadas diversas esplanadas, certamente deliciosas para as minhas manhãs de fim-de-semana dedicadas à leitura da imprensa. esta rua acaba por ir indo espraiar-se no rio, onde pelos vistos, mesmo junto à margem, se faz uma feira quinzenal; também achei impressionante e não deixou de me chamar a atenção a quantidade de igrejas que se podia encontrar em tão pouco espaço...

 

do outro lado do rio, na margem oposta, acessível através de uma ponte pedestre de origem romana e prolongamento medieval, encontramos belos jardins, uma espécie de ginásio infantil ao ar livre e um museu rural, que se situa numa casa típica do campo, que inclui uma eira e um canastro ou espigueiro.

 

a certa altura do passeio um fenómeno estranho ocorreu... o céu azul alterou-se subitamente, um vento gélido começou a recortar o ar e uma súbita chuva de granizo começou a cair, sem dó da festa, dos jardins, dos ranchos, das bandas que tocavam nos coretos, dos trajes típicos e dos fatos de domingo que se espalhavam na praça principal do centro histórico. apanhados pelo granizo no meio da ponte pedestre, tivemos de correr, encontrando abrigo numa esplanada! ali ficámos, acotovelados  num gigantesco guarda-sol, observando cafés a serem servidos com pedras de gelo caídas do céu.

music: air - all I need
tags:

autor stipe07 às 15:34
link do post | comenta / bad talk | The Best Of Man On The Moon...
|
Quinta-feira, 27 de Março de 2008

gosto de... não gosto de...

 

 

gosto de...

 

acordes de baixo

luar

luz

água

cor

ganga

grelhados

futebol

DJing

conduzir

ténis

amar

castelo de paiva

relva

cinema

beijar

moda

história

castelos

CD's

guitarras eléctricas

bares

escrever

cães

dar

dar-me

romantismo

livros antigos

pintar

viajar

sobrinhos

mergulhar

confiar

inteligência

t-shirts coloridas

arquitectura

desenhos animados

astronomia

canal 2

cozinhar

jogos de computador

correr

clips

formatar

sorrir

conviver

honestidade

vindimar

ser directo

fidelidade

dar aulas

aviões

canetas

sonhar

pin's

fruta

cantar

jardinagem

mezaninnes

BTT

restaurantes

lisboa

abraçar

 

 

não gosto de...

 

gripe

camisas

mentira

discotecas

peixe cozido

trair

saldos negativos

chuva

anónimos

conformismo

elevadores

fumo

hip-hop

dizer não

ruído

irresponsabilidade

frio

consumismo

abusos

incompetência

novelas

duvidar

favas

contas

música popular

discussões

fait-divers

house grooves

apertos

insónias

poluição

magnatas

monopólios

sofrer

arrependimento

chorar...

music: the rapture -sister savior
tags:

autor stipe07 às 15:02
link do post | comenta / bad talk | See the bad talk... (4) | The Best Of Man On The Moon...
|

Playlist da semana...

Playlist do momento...

 

 

Radiohead - bodysnatchers

Eels - tiger tank

Black Rebel Motorcycle Club - berlin

Gossip vs Plástica -standing in the way of connection

Gonzales - teardrop (acoustic version)

Clash - should I stay or should I go (ewan pearson rmx)

REM - supernatural uperserious

Josh Rouse - sad eyes

Sigur Rós - agaetis byriun                           

Arcade Fire - no cars go

Thievery Corporation - lebanese blonde

Flaming Lips - the yeah yeah yeah song


autor stipe07 às 10:39
link do post | comenta / bad talk | The Best Of Man On The Moon...
|
Terça-feira, 25 de Março de 2008

O Amor não acaba...

25_03_2008

o amor não acaba...
às vezes é como se o mundo estivesse todo a minha espera
e eu nao tenho coragem de o abraçar!

o amor não acaba...
às vezes estou certo que nasci para gostar dos outros
e eu não tenho ninguem a quem amar!

o amor não acaba...
até que a morte me descanse...

17/Mar/2008 15:51

music: Radiohead - Reckoner
tags:

autor stipe07 às 16:07
link do post | comenta / bad talk | The Best Of Man On The Moon...
|

it begins in...

25_03_2008

 

dou início ao meu blog com excerto de um texto de apresentação... 
este blog é criado pela necessidade de partilhar, pela intuição forte de que uma nova era na minha vida está prestes a se iniciar, uma fase talvez decisiva e que talvez seja importante haver um registo que testemunhe os meus próximos tempos...
 
neste blog serão colocados, de forma aleatória, sem qualquer pretensão de organizar e sistematizar, textos relacionados com a minha vida, os meus gostos pessoais e aquilo que me for sucedendo...
 
aviso desde já que sou um péssimo escritor mas que amo as palavras...

 

 
 
chamo-me joão e tenho o nome que sempre quis... para ser honesto, dificilmente aceitaria andar neste mundo carregando outra palavra que me identificasse, pela qual fosse chamado! é um nome curto, fonéticamente apelativo... ando por aqui desde 1975 (...) anda por aí outro... igualzinho a mim! :)
 
cresci no seio de uma família que preza os valores familiares tradicionais, que defende um grande apego à terra, ao trabalho e à solidariedade entre todos os que fazem parte deste pequeno mundo! estes valores acabaram por moldar também a minha personalidade e hoje, muito daquilo que sou e dos sonhos que presigo, fundamentam-se nestes ideais!
 
a escola sempre fez parte da minha vida.... foi nela que cresci e é nela que continuo a aprender todos os dias! a escola e a música... (...)
 
no primeiro dia em que entrei na minha escola primária, percebi logo que era ali que queria passar o resto dos meus dias! já sabia ler desde os 4 anos devido ao fascínio que os livros e as letras sempre me criaram e à paciência de uma prima mais velha que adorava cuidar de mim e usar-me como cobaia nas suas primeiras experiências educativas! nesse mesmo primeiro dia de aulas ignorei completamente o meu lugar na plateia e, assim que pude, experimentei a sensação da secretária e do pó de giz! fui cimentando o meu percurso escolar com excelentes notas, sendo sempre um aluno dedicado mas também muito crítico e irreverente!
 
com 22 anos entrava de novo e pela primeira vez, numa sala de aulas, mas agora... como Professor! foi um dos dias mais felizes da minha vida... começava ali a minha independência profissional e acabava de realizar o grande sonho que sempre persegui devido ao meu amor pela educação e pelo mundo infantil! hoje em dia tenho uma carreira de 10 anos como professor do 1º CEB.
 
conhecido e reconhecido desde sempre como alguém com um enorme sentido prático, grande capacidade organizativa, de liderança e de entrega ao trabalho, fui convidado em maio passado para fazer parte de uma lista concorrente ao Conselho Executivo de um Agrupamento de Escolas, mesmo ao lado da minha casa, em Estarreja! hoje em dia sou o responsável máximo por todas as Escolas do 1º CEB (Escolas Primárias) do Concelho onde nasci e resido, estando sem componente lectiva, a exercer única e esclusivamente funções de liderança e de gestão.
 
quanto à música... aqui torna-se mais explicado fazer uma descrição tão concisa e concreta porque a música é uma forma de arte e por isso, de difícil explicação racional! a música entrou na minha vida desde muito novo devido ao fascínio que nutria por um gira-discos do meu pai, onde era possível ouvir LP's variados! enquanto muitos amigos adoravam cowboiadas e roubar fruta aos vizinhos, também gostava de passar o meu tempo a ouvir aqueles discos, interrompendo só tais audições para as tardes de futebol de rua.
 
quando comecei a receber mesada havia um objecto obrigatório nas minhas despesas... o jornal "blitz". com 12 anos recebo a minha primeira aparalhagem onde finalmente poderia gravar em cassete algumas das minhas músicas preferidas que passavam nas rádios... com 15 anos, em 1990, aparecem em Portugal os primeiros CD's... e, no ano seguinte, dá se o grande ponto de viragem que me marcou para o resto da vida; nessa altura ouve-se em todas as rádios, o maior hit da década de 90; "losing my religion" dos REM...
 
foi uma espécie de click que me transformou completamente! peço 3 meses adiantados de mesada, comprometo-me a trabalhar no verão para compensar os meus pais e exigo no meu aniversário um leitor de CD's. com ele vem também o aclamado "out of time" dos REM, primeiro disco da minha colecção, logo acompanhado com o dinheiro ganho no verão, pelo "seven" dos James, " o "gish" dos Smashing Pumpkins, o "october" dos U2 e o extraordinário "nevermind" dos Nirvana! ainda hoje guardo religiosamente todos estes discos, peças únicas que iniciaram uma bela colecção de CD's que já vai, neste momento (excepto as cópias e colectâneas) em cerca de 600 exemplares!
 
a minha adolescência é vivida sempre com um forte apego à música! as conversas com os amigos giravam sempre à volta dela, a literatura do género consumia-me e os programas de música radiofónicos mais alternativos eram sempre ouvidos com uma atenção e fascínio enormes!
 
o início da minha actividade profissional como docente dá-se, como já referi atrás, aos 22 anos, no concelho de Castelo de Paiva, famoso por ter sido o local onde se registou o acidente rodoviário mais trágico de que há memória no nosso país! aí, um pouco afastado de casa, mas feliz, descubro um pequeno bar onde a música era um culto! logo sobressaio pelos meus conhecimentos musicais, construindo uma forte amizade com o DJ residente, figura proeminente da localidade, como jornalista e crítico musical! as noites em branco a discutir música, a trocar e a ouvir discos sucedem-se até que ele me desafia a "pegar nas máquinas"! segundo ele, nunca viu ninguém que tão precocemnte denotasse uma capacidade tão forte de "colar", de viver o DJing como uma forma não de promoção, mas como simples gozo!
 
no segundo ano de serviço, colocado no mesmo concelho, mas agora com um horário de trabalho que me libertava de manhã, começo a tomar conta das primeiras noites naquele bar como DJ de serviço; e é nessa época que o "Canastro" conhece a sua fase mais gloriosa! vinham pessoas de longe só para ouvir o que não se ouvia em mais lado nenhum! entro numa fase da minha vida em que sou desafiado para profissionalmente ir um pouco mais além em termos musicais, mas não o faço por variados factores... a minha paixão pela música tinha uma forte componente de satisfação pessoal e não de reconhecimento por parte dos outros, tudo isto era vivido pelo gozo, seria impossível para mim passar discos num sítio qualquer onde fosse imposta a música que teria de passar e, o mais importante de tudo, o meu amor ao ensino, à mniha profissão, nunca poderia ser beliscado por qualquer outra actividade!
 
hoje, continuo a ter um pequeno T0 em castelo de paiva, o meu pequeno refúgio, o meu mundo, o meu santuário, o meu armazém! vivo com os meus pais em estarreja mas, quando os fins-de-semana me permitem é para lá que fujo, para me isolar, para escrever, para ler, para ouvir e para descansar! e é lá que me encontro agora...
 
neste momento sou DJ num outro bar aqui em castelo de paiva, de um grande amigo meu, estando reservadas para mim, sem qualquer obrigatoriedade, remuneração ou compromisso, as noites de sexta-feira.
 
quanto ao resto... à minha maneira de ser... torna-se um pouco mais complicado porque, quando temos de o fazer, talvez a pessoa mais difícil de falar acerca daquelas que nós conhecemos, acaba por ser termos de falar de nós mesmos!
 
quem me conhece diz que sou conhecido como alguém que se emociona facilmente e com uma capacidade enorme de perdoar, sendo este considerado um dos meus maiores defeitos! algum orgulho, teimosia, pessimismo e desconfiança em relação às reais intenções dos outros também são apontados como factores menos positivos da minha pessoa!
 
 sou bastante tímido e reservado, imensamente trapalhão, o que, segundo algumas experiências anteriores, acaba por fazer dos meus momentos de sedução, momentos de alguma... comédia, digamos assim! (...) há sempre algo que acontece!
 
tenho duas sobrinhas, filhas do meu tal outro igual a mim e canalizo para elas todo este desjo enquanto não lhes dou um primo! sei que um dia Deus irá dar-me esse prazer, de saber que quando partir deixarei um legado neste mundo!
 
bom... posso acrescentar que não gosto de escrever com letras maiúsculas, gosto de pintar quadros a óleo no pátio do meu T0 de castelo de paiva! adoro conduzir, visitar cidades com castelos, ler livros de história e com história, ver futebol ao vivo, comprar jornais pela manhã, ver o segundo canal, correr o país atrás de bons concertos, fazer mergulho no mar e nadar nu no rio paiva, jogar futebol com os amigos e comer bem.
 
music: REM - Supernatural Superserious
tags:

autor stipe07 às 15:24
link do post | comenta / bad talk | See the bad talk... (1) | The Best Of Man On The Moon...
|

eu...

Takes MOM - Everything Is New TV (EP7 - Low Vertical)

Facebook

Man On The Moon - Paivense FM (99.5)

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12


20
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

NO – El Prado

Jack White - Lazaretto

Bootstraps – Bootstraps

Damon Albarn – Heavy Seas...

The Flaming Lips – 7 Skie...

Coldplay - Midnight

Pixies - Women Of War

Tame Impala - Live Versio...

Underground Lovers – Week...

La Sera - Running Wild

Protomartyr - Under Color...

Echo And The Bunnymen - L...

The New Division – Togeth...

Francis International Air...

Twin Shadow - To The Top

X-Files

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

todas as tags

take a look...

Procura...

 

Visitors (since 31.05.12)

blogs SAPO

subscrever feeds